31 dezembro 2012

A Propósito Da Passagem de Ano...

Este ano não vou comer passas nem beber champanhe. Não vou saltar da cadeira nem segurar notas com a mão esquerda. Não vou vestir cuecas azuis nem estrear nenhuma peça de roupa. Não vou enviar sms à meia-noite nem responder aos recebidos. A única "coisa" que vou fazer é dar um valente chuto no rabiosque de 2012 e gritar bem alto: "P#t# que te pariu". E vou receber 2013 com um sorriso e o desejo de o tornar memorável. 

Feliz Ano Novo! Para o ano é que é!

Carla

24 dezembro 2012

Será que ainda vou a tempo?

Como não podia deixar de ser, tenho de vos deixar uma mensagem de Natal. Vocês bem sabem, ou possivelmente já deram por isso, eu nunca cumpro as regras. Ora se é Natal eu faço receitas da Páscoa, se é Carnaval eu faço receitas de Natal. Não é por ser do contra, é porque me distraio e quando dou por isso, ups, já passou. Por isso, aqui vai um redondo pedido de desculpas, a quem aqui veio esta semana à procura de ajuda para receitas natalícias. Se procurarem bem, terão pratos agradáveis de bacalhau e sobremesas rápidas e boas como se quer. Só sai daqui de mãos a abanar quem não esteve atento. Vasculhem que há-de haver qualquer coisa do vosso agrado e que se enquadre bem na vossa mesa da Ceia de Natal.
Um Natal do caraças para todos! Aproveitem ao máximo, divirtam-se, riam, brinquem e sejam felizes pá!

Carla

20 dezembro 2012

Bolo Chiffon De Laranja

O mês de Dezembro tem um sabor especial para mim e não é pelo Natal. O Natal tornou-se uma época de preocupação e confusão que não me atrai. A não ser, estar com a família, juntarmo-nos todos e fazer aqueles almoços e jantares com muita alegria e muita cumplicidade à mistura. 
Por esta altura à seis anos atrás estava eu a preparar o meu "ninho" para receber o "piolho encardido", e com a sorte que tenho acertou em cheio no dia 25 de Dezembro. O que quer dizer, que todos os anos, além destes sintomas do ninho, tenho toda uma festa de arromba para preparar, tirando a parte de encher balões que isso dispenso, pois ninguém quer ver aqui a mãe com falta de ar.  Portanto, para a semana irei de férias para um sítio bem quente e confortável que é a minha casa e ficarei à espera que a cegonha chegue com o meu menino.

Ingredientes:
- 1 1/2 chávena de açúcar
- 1 1/2 chávena de farinha de trigo
- 3/4 chávena de óleo
- 1/2 chávena de sumo de laranja
- raspa de 1 laranja
- 1 colher de chá de fermento em pó
- 1 pitada de sal fino
- 6 ovos separados
- margarina para untar a forma

Preparação:
Mistura-se o açúcar com a farinha. Depois junta-se o óleo, o sumo e a raspa da laranja, o sal fino e as gemas. Bate-se com a batedeira eléctrica 15 a 20 minutos, dependendo da potência que usarem. À parte bate-se as claras em castelo e junta-se cuidadosamente ao preparado anterior, misturando nesta fase o fermento. Coloca-se numa forma de buraco bem grande untada com margarina e alisa-se a superfície. Vai ao forno pré-aquecido a 180º e após 50 minutos ir verificando se o bolo está cozido. Retira-se do forno. Vira-se imediatamente para o prato de servir e deixa-se arrefecer assim mesmo, que o bolo acaba por cair. Fica um bolo muito fofo e guloso. Esta receita foi o Chefe Silva que me deu. Bjs a todas/os. 

18 dezembro 2012

Robalo No Forno Com Bacon

Depois das codornizes e das batatas fritas, há que fazer algo um pouco mais saudável. Eu gosto muito de peixe grelhado, mas isto de o pôr no forno é outra dimensão. Portanto, robalos no forno sim senhora!

Ingredientes para 3 pessoas:
- 3 robalos
- 6 fatias finas de bacon
- 1 colher de chá de pimentão doce (colorau)
- 1 colher de chá de orégãos secos
- 1 colher de sopa de salsa fresca
- 100ml de vinho branco
- sal
- azeite

Preparação:
Depois de arranjados, coloca-se os robalos num pirex. Tempera-se de sal, colorau, orégãos, salsa e vinho branco. Enrola-se duas fatias finas de bacon em cada. Rega-se com um fio de azeite e vai ao forno a 200º até estar cozinhado e o bacon crocante. Acompanhei com feijão verde cozido. Mais uma sugestão como diria o "meu mais que tudo", peixe de lingerie. Bjs a todas/os.

17 dezembro 2012

Codornizes Fritas

Não é de todo a minha refeição preferida, mas eles decidiram que o almoço de ontem seria codornizes e sem direito a protestar, lá as fiz. No talho arranjaram-me as codornizes partindo-as em 4 pedaços cada, o que facilitou o meu trabalho. 

Ingredientes para 3 pessoas:
- 6 codornizes
- 100ml de vinho branco
- 1 cabeça de alho
- 1 colher de chá de pimentão doce (colorau)
- 3 folhas de folhas de louro
- sal
- pimenta
- azeite

Preparação:
Numa taça  grande coloca-se as codernizes, tempera-se de sal, pimenta, colorau, o vinho branco e as folhas de louro. Tapa-se com película aderente e deixa-se a marinar de preferência uma hora ou mais.
Aquece-se uma frigideira grande, coloca-se um fio de azeite e os dentes de alho esmagados com a casca. Frita-se as codernizes de ambos os lados e à medida que vão secando acrescenta-se a marinada. Tapa-se e cozinha-se mais uns minutos. Servi com quartos de limão e um molho picante que fiz, juntado uma malagueta vermelha grande, orégãos frescos picados e azeite. Acompanhei com batata frita e salada de alface. Bjs a todas/os.

14 dezembro 2012

Linguine À Carbonara


Tem dias que sinto-me pequena como a Edith Piaf. Tem dias que sinto-me linda como a Marilyn Monroe. Tem dias que sou tão dramática como a Virgínia Woolf. Tem dias que sinto-me mais feia que a Nina Simone. Tem dias que a única pessoa que quero ouvir é o Jamie Cullum. Tem dias que sinto-me uma diva como a Billie Holiday. Tem dias que raros são os dias que não sei o que cozinhar para o jantar. Ontem foi o dia, e depois de horas a pensar, uma massa rápida foi a solução. Isto porque o balanço da balança em 2012  é positivo, ora vejam:

01 de Janeiro de 2012      - 48 quilos
14 de Dezembro de 2012 - 48 quilos

Portanto, ainda posso dar-me ao luxo de comer refeições calóricas. Agora nada de aparecer por aqui alguém a dizer-me que eu por dentro devo estar uma carcaça, que dá-me já um fanico.

Ingredientes para 3 pessoas:
- 250g de linguine
- 100g de bacon às tiras
- 2 ovos
- 25g de queijo ralado parmesão
- 150ml de natas
- sal
- pimenta

Preparação:
Fritar o bacon numa frigideira anti-aderente e sem qualquer gordura, até estar crocante. Deixar escorrer em papel absorvente. Num tacho cozer a massa em água fervente temperada de sal. Escorrer, passar por água fria, voltar a escorrer e colocar novamente no tacho e reservar. Bater os ovos com as natas e o queijo e adicionar o bacon. Verter este preparado na massa envolvendo bem. Ligar o lume brando e deixar aquecer envolvendo bem, para cozinhar os ovos. Servir quente com pimenta a gosto. Bjs a todos e obrigada por todas as vossas visitas e comentários que vão deixando por aqui.

12 dezembro 2012

Frango Picante No Forno

O ano está a acabar. Só me resta esperar pelo próximo ano novinho em folha. Foi um ano difícil,  um ano que remei contra a maré diariamente. É um ano que quero esquecer e que não permaneça nem no passado. É apaga-lo do calendário da minha vida. Contudo, acho que ajudei algumas pessoas, não tantas quantas devia, porque nunca são demais. Fiz rir, animei, incentivei, apoiei, e de alguma forma estive presente sempre que alguém precisou de mim. É esse o meu caminho. Vivi momentos de alegria com a família, juntámo-nos muitas vezes para aqueles almoços loucos e de confusão com a criançada toda. A vida merece ser vivida em pleno, com todas as tristezas e alegrias, mas que seja no equilíbrio. Para o ano é que é! Nunca percam a esperança.

Agora a receita. Sempre que faço frango assim, lembro-me das cócegas. Gosto de pessoas que tenham muitas cócegas. Acho que mostra uma sensibilidade extra que me atrai. Por ironia do destino, calhou-me "um piolho encardido" que até no cabelo tem cócegas. E eu adoro, adoro enche-lo de cócegas quando nos deitamos os dois. Agarrar-lhe os pés e ele sufocar de tanto rir. Sempre que tempero o frango lembro-me disto, vá se lá saber porquê...

Ingredientes:
- 1 frango grande
- 1 malagueta vermelha
- 3 dentes de alhos
- 1 molho de coentros
- 1 limão
- sal
- azeite
- manteiga
- batatinhas para assar

Preparação:
Tritura-se no robot de cozinha, a malagueta, os coentros, os alhos e uma pitada de sal grosso. Separa-se cuidadosamente a pele do frango e coloca-se o tempero por dentro de ambos os lados, do peito e das costelas. No seu interior o limão inteiro e picado com o garfo várias vezes. Vai ao forno pré-aquecido a 200º  num pirex  juntamente com as batatinhas, umas nozes de manteiga e um fio de azeite por cima. Tapa-se com papel de alumínio. No meio da cozedura, retira-se o papel de alumínio para tostar a parte de cima  do frango. Bjs a todas/os


11 dezembro 2012

Bolo De Claras

Este é um bolo para comer sem culpa. Sem a culpa de engordar e sem a culpa de deitar fora as claras que sobram de outra receita. É um bolo esponjoso que pede uma cobertura como a Joana Roque bem fez, mas eu decidi contrariar o destino. 

Ingredientes:
- 8 claras
- 250g de açúcar em pó
- 140g de farinha de trigo sem fermento~
- 1 colher de chá de extracto de baunilha
- 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
- raspa de 1 limão
- 1 pitada de sal

Preparação:
Bate-se as claras em castelo com uma pitada de sal e o bicarbonato de sódio. Junta-se o açúcar peneirado aos poucos, batendo com a batedeira eléctrica cada vez que se junta o açúcar. Depois envolve-se cuidadosamente a farinha aos poucos com a ajuda de uma colher de pau. Acrescenta-se a baunilha e a raspa de limão. Coloca-se numa forma de buraco e sem untar. Vai ao forno pré-aquecido a 160º aproximadamente 35 minutos ou até estar cozido. Retira-se e vira-se ao contrário para o prato de servir. Deixa-se ficar até arrefecer e o bolo cai naturalmente. Eu gostei! Bjs a todas/os.

10 dezembro 2012

Almôndegas Caseiras

Por incrível que pareça é bom pôr a mão na carne e moldar tantas bolinhas quantas nos apeteça. É como   sentir que a vida está nas nossas mãos. Basta querermos e podemos alterar o rumo e moldar a vida que escolhemos para sermos felizes, bem à nossa medida.

Ingredientes para 25 almôndegas médias:
- 800g de carne picada (vaca e porco)
- 1 cenoura
- 1 cebola
- 2 dentes de alho
- 1 ovo
- 1 colher de chá de salsa seca
- 1 colher de chá de manjericão seco
- 6 colheres de sopa de pão ralado
- 1 lata pequena de tomate pelado
- 1 folha de louro
- sal
- azeite
- pimenta

Preparação:
Numa taça coloca-se a carne, a cebola, o alho e a cenoura previamente triturado no robot de cozinha, a salsa, o manjericão, o ovo, o pão ralado, sal e pimenta a gosto. Envolve-se tudo muito bem. Molda-se as almôndegas. Num tacho grande com um fio de azeite e a folha de louro, frita-se cuidadosamente as almôndegas. Acrescenta-se o tomate pelado picado e todo o suco. Deixa-se ao lume e com a tampa até estarem cozinhadas. Acompanha-se com massa, arroz, legumes ou saladas. Bjs a todas/os.

07 dezembro 2012

O Blogue Da Vera


Este é um blogue de culinária, ficção e viagens. Abordam-se destinos, tradições culinárias do Mundo, contos e fotografias. Fala-se também de activismo e educação alimentar.

Visitem e apreciem.


http://theeatingtales.com/

Tortilha Com Frango

Não devemos envergonhar-nos da nossa comida, só porque ela não fica bonita na fotografia. As sobras devem ser sempre tratadas com respeito, como toda e qualquer comida merece. E o melhor para as sobras de batata e frango é? Tortilha segundo a tradição espanhola. Acrescentei o frango e não fritei as batatas em óleo como fazem os nuestros hermanos. Não vá aparecer aqui alguém espanhol e zanga-se já comigo.

Ingredientes para 3/4 pessoas:
- 300g de batata cozida cortada aos cubos
- 200g de frango cozido desfiado
- 4 ovos tamanho XL
- 1 cebola pequena
- 2 dentes de alho
- 1/4 de chouriço aos cubos 
- 100ml de leite
- 1 colher de sopa de salsa picada
- sal
- pimenta
- azeite

Preparação:
Numa frigideira grande com um fio de azeite refoga-se a cebola e o alho picado. Junta-se o chouriço e deixa-se refogar mais um pouco. Acrescenta-se as batatas e envolve-se cuidadosamente. De seguida o frango desfiado. À parte bate-se os ovos com o leite, a salsa, sal e pimenta a gosto. Verte-se os ovos no preparado anterior e deixa-se cozinhar uns minutos até estar dourada por baixo. Depois vai ao forno para dourar a parte de cima. Cá por casa come-se mal passada. Quem preferir pode vira-la ao contrário com a ajuda de um prato e assim cozinhar de ambos os lados sem utilizar o forno. Bjs a todas/os.

06 dezembro 2012

Panquecas De Maçã


Eu ainda sou do tempo que quando nos apetecia um doce fazia-se panquecas, gemadas com pedacinhos de pão, batidos de fruta, etc. Estas são as que gosto de fazer lá por casa. Mas o que eu não gosto, e há coisas que nunca mudam, é quando alguém se lembra de barra-las com manteiga e enrola-las em queijo, fiambre ou chourição. Fico pior que estragada, por estragarem-me desta forma as panquecas que delicadamente preparo. Por isso, aqui vai um recadinho:

- Se voltas a barrar as minhas panquecas doces com manteiga e enrola-las em queijo, fiambre ou chourição, vou contar a toda a gente que tens medo de baratas, e que há uns meses atrás salvei-te de seres violentamente atacado por uma barata gigante. E sabe Deus o que teria acontecido se eu não tivesse por perto. Eu e o sofá, o qual te empoleiraste com tamanha rapidez e só dizias mata-a Carla, mata-a! 

Pronto, mais um assunto arrumado.

Ingredientes para 7 panquecas pequenas:
- 200g de farinha de trigo com fermento
- 250ml de leite
- 1 ovo
- 2 maçãs
- 1 colher de chá de essência de baunilha
- 3 colher de sopa de açúcar 

Preparação:
Numa taça mistura-se a farinha com o leite, depois o ovo, as maçãs raladas (sem casca), a essência de baunilha e o açúcar. Aquece-se uma frigideira pequena com um fio de óleo alimentar  retirando o excesso com um papel absorvente. Com a ajuda de uma concha de "sopa" verte-se pequenas doses e quando começar a borbulhar está na altura de virar. Só se põe óleo na frigideira uma única vez. Serve-se com açúcar em pó e canela ou simplesmente mel. Bjs a todas/os.

05 dezembro 2012

Dourada No Forno Com Legumes

Na minha infância houve muito e bom peixe, não fossem os meus pais algarvios. Descurei durante algum tempo fazer peixe com regularidade na minha casa. Quando falo em peixe, falo em peixe real, daquele com pele e espinhas e não os medalhões, filetes ou tranches que em nada me lembravam outros tempos. A "malta" lá de casa já aderiu às espinhas e com o meu curso intensivo em como comer peixe, tudo corre às mil maravilhas. Afinal com espinhas sou mais feliz. 

Ingredientes para 2 douradas médias:
- 2 douradas
- 8 batatas pequenas
- 1 tomate
- 1 cebola
- 3 dentes de alho
- 1 cenoura
- chouriço
- vinho branco
- coentros 
- sal
- pimenta
- azeite

Preparação:
Depois de amanhadas, faz-se uns cortes na parte de cima das douradas. Tempera-se de sal e pimenta. Coloca-se algumas fatias de um bom chouriço na parte do corte. Num pirex coloca-se a cebola às rodelas, o tomate, os dentes de alho esmagados com a pele, as douradas e um molho de coentros no meio. Rega-se com um fio de azeite e vai ao forno a 200º. A meio da cozedura refresca-se com um pouco de vinho branco. Coloca-se as batatas e as cenouras, que foram previamente cozidas,  no pirex e deixa-se mais alguns minutos. Fica bem apetitoso. Bjs a todas/os.

Nota: Poderão colocar as batatas e as cenouras cruas directamente no pirex e ir controlando a cozedura. Desta vez não fiz assim, mas todos os caminhos vão dar a Roma. Neste caso, ao prato.

04 dezembro 2012

Noodles Com Camarão E Legumes


Eu não me posso queixar. Lá por casa não há esquisitos nem exigentes e sinto-me completamente livre para cozinhar o que bem entender. As regras gastronómicas quebram-se com muita facilidade e depois de os ver comer canja com brócolos, cenouras e batatas tudo é possível.
Faço algumas vezes estas combinações que nos lembram os restaurantes chineses, embora o que se coma por lá seja adaptado ao gosto europeu. O "piolho encardido" foi obrigado por brincadeira a comer de pauzinhos desde a primeira vez e agora até dá gosto vê-lo apanhar cada ervilha com tanta perícia. Aqui fica mais uma ideia para aqueles dias do mês... Aqueles que as ideias nos faltam. Não é fácil organizar uma casa, mas não é impossível.

Ingredientes para 3/4 pessoas:
- 2 embalagens de  miolo de camarão congelados
- 2 placas de noodles
- 1 cenoura
- 1 chávena de rosetas de brócolos 
- 1 chávena de ervilhas (usei congeladas)
- 1 malagueta vermelhas grande
- sal
- azeite
- molho de soja

Preparação:
Coze-se os noodles em água fervente conforme indicado na embalagem. Escorre-se e reserva-se. Depois de descongelados e escorridos, faz-se um corte em cima nos camarões e retira-se a tripa. Aquece-se o wok com um fio de azeite e frita-se os camarões. Retira-se e reserva-se aproveitando todos os sucos. Volta-se a colocar o wok no lume com um pouco mais de azeite. Salteia-se os brócolos, a cenoura ralada no crivo mais largo do ralador, as ervilhas e a malagueta cortada no sentido longitudinal. Tempera-se de sal e molho de soja. Tendo atenção que o molho já é bastante salgado. Depois acrescenta-se os noodles que poderão ser cortados com a tesoura para ficaram mais pequenos, os camarões e envolve-se tudo. Se necessário temperar com mais molho de soja. Serve-se quente e come-se de pauzinhos. Bjs a todas/os.


03 dezembro 2012

Salada De Tomate Com Mozzarella


Tem dias que acho que casei com um coelho. Eu sei, eu sei, está um frio de rachar, e eu bem que me apetecia uma feijoada quente, mas ele queria a salada que viu o Jamie Oliver fazer... E eu fiz-lhe a vontade e não fiquei arrependida. Pois basta um ingrediente para mudar o rumo de uma receita. 

Ingredientes:
- tomate chucha, cereja, rama, redondo, mini alongado
- 2 bolas de mozzarella
- coentros q.b.
- 1 dente de alho
- 1 malagueta vermelha grande
- vinagre balsâmico
- sal
- azeite

Preparação:
Cortar o tomate às rodelas e os pequenos ao meio, deixando  alguns inteiros. Temperar de sal, vinagre e azeite. Acrescentar o alho ralado, parte dos coentros picados e da malagueta. Envolver bem. Num prato grande dispor o tomate e as bolas de mozzarela. Polvilhar com os restantes coentros, a malagueta e um fio de azeite na mozzarella. Bjs a todas/os.

30 novembro 2012

Molho Picante

Há presentes originais, há presentes que nunca esquecemos por muito pouco que valham no sentido monetário. Há presentes engraçados, trapalhões, doces e amargos. Há presentes que se escondem dentro de uma mão de alguém que se lembra sempre de nós, esteja onde estiver. Estejam as lojas fechadas, os centros comerciais longe, esteja a chover, a nevar ou um sol abrasador. Há presentes delicados, ternurentos e picantes. Um dia destes, ele trouxe-me uma mão cheia de malaguetas pequenas, colhidas no intervalo de um trabalho e ainda levou ajuda. Para demonstrar a minha gratidão, fiz um molho picante, bem como ele gosta. A vida é simples.

Ingredientes
- Malaguetas
- Azeite
- Folha de louro
- Colorau

Preparação:
Num tacho pequeno coloca-se as malaguetas cortadas às rodelas, a folha de louro e uma pitada de colorau a gosto. Enche-se de azeite até ficarem submersas. Deixa-se uns minutos em lume brando, quando começar a fervilhar retira-se do lume. Tritura-se e coloca-se num frasco esterilizado. Bja a todas/os.

29 novembro 2012

Bolachas De Aveia


Bom, bom, é eu ter o privilégio de ter dois irmãos e ainda por cima perto de mim. Bom, bom, é eu poder comer a melhor sopa da pedra feita pelo meu irmão, ou deliciar-me com as bolachas de aveia da minha irmã. Bom, bom, é eu ainda poder levar um abraço do meu irmão com tanta força que me espreme o tutano, ou trazer na volta de uma visita um mimo da minha irmã. As coisas boas da vida são doces e eternas porque permanecem ao longo dos anos sempre no mesmo sítio e com a mesma doçura. Adoro os irmãos que escolhi para ficar sempre ligada de sangue e de coração.

Ingredientes: 
- 2 chávenas de flocos de aveia
- 1 1/2 chávena de farinha de trigo
- 1/4 chávena de açúcar
- 1/4 chávena de azeite
- 3/4 chávena de mel
- 6 colheres de sopa de leite
- 2 colheres de chá de essência de baunilha
- 1 maçã ralada
- canela em pó q.b.

Preparação:
Mistura-se todos os ingredientes. Faz-se bolinhas. Num tabuleiro com papel vegetal, coloca-se as bolachas e pressiona-se com a ajuda de um garfo por forma a achata-las um pouco. Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º aproximadamente 20/25 minutos. Deixa-se arrefecer e  saboreia-se. Bjs a todas/os.

27 novembro 2012

Costeletas De Porco Panadas No Forno


Como qualquer mulher, mãe ou dona de casa, tenho de ter, além da economia doméstica bem assente, o engenho de variar as refeições, sob pena do "piolho encardido" ou o "mais-que-tudo", encherem o livro de reclamações ou até ser despedida e porem-me as malinhas à porta. 
Chega-se ao fim do mês e lá bem no fundo do congelador as costeletas de porco esperavam ansiosamente pela sua vez. Grelhadas, fritas ou panadas? Panadas no forno e pronto. Dá menos trabalho e é um pouco mais saudável. Nada de dramas se o pão ralado faltou ou se o "mais-que-tudo" se esqueceu de comprar. Pão duro no robot de cozinha e já está.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 4 costeletas de porco (usei do fundo ou cachaço)
- sal
- pimenta
- sumo de limão
- 2 bolas de mistura (pão ralado caseiro)
- coentros
- salsa
- manteiga derretida
- 1 ovo
- farinha

Preparação:
Tempera-se as costeletas de sal, pimenta e sumo de limão. Deixa-se uns minutos para tomarem o gosto. No robot de cozinha tritura-se o pão duro juntamente com as ervas aromáticas lavadas e bem secas. Depois é só panar. Eu tenho as minhas técnicas para fazer o mínimo de sujidade e no mínimo espaço de tempo. Num saco de plástico ponho a farinha. Num prato o ovo batido e noutro o pão ralado. Passo as costeletas pela farinha no saco de plástico, depois com a mão direita passo no ovo, e com a mão esquerda no pão ralado. Coloco-as num pirex untado e por cima rego com um pouco de manteiga derretida. Vai ao forno a pré-aquecido a 200º aproximadamente 30 minutos ou até que estejam bem douradas. Qualquer acompanhamento é bom, desde arroz, legumes ou saladas. Bjs a todas/os.

26 novembro 2012

Creme De Abóbora Com Caril E Croutons de Salsa

Foi um fim-de-semana com tanta chuva lá fora e eu dentro de casa, tendo como companhia o meu pijama vermelho. Nada como ir para a cozinha. Depois de rever alguns dos meus livros culinários de sopas e legumes, fiz a combinação que me pareceu melhor usando o meu bom senso. Que depois perdeu-se quando me apeteceu lanchar esta sopa. Enfim, como eu costumo dizer: Regras é não haver regras. 

Ingredientes para 4 pessoas:
- 600g de abóbora (pesada já sem casca)
- 700ml de caldo de galinha
- 1 cebola
- 1 dente de alho
- 1 folha de louro
- 1 colher de chá de caril em pó
- 1 pitada de noz moscada
- 1 noz de manteiga

Para os croutons:
- pão
- azeite de baunilha
- salsa seca
- sal grosso

Preparação:
Num tacho com manteiga, faz-se um refogado com a cebola e o alho picados e a folha de louro até ficar bem macio. Coloca-se a abóbora cortada em cubos pequenos, o caril e a noz moscada. Envolve-se bem. Acrescenta-se o caldo de galinha quente até estar toda coberta. O caldo que sobrar reserva-se, pois poderá ser necessário. Deixa-se ferver até a abóbora estar cozinhada. Verte-se para o liquificador e tritura-se até ficar bem cremoso. Serve-se quente com croutons de salsa e decora-se com talos de coentros ou cebolinho. Bjs a todas/os.

Para os croutons basta aquecer uma frigideira colocar um fio de azeite e o pão às fatias. Deixar torrar e polvilhar com a salsa seca e temperar com um pouco de sal grosso.



23 novembro 2012

Doce De abóbora Com Canela


Sinto-me finalmente uma mulher livre e independente. Pois que já tenho a minha própria máquina fotográfica. Não se compara obviamente com o arsenal que dorme na mesma casa que eu e está guardado no armário branco que é só "dele", onde também vive uma bela Hasselblad que ainda namorisquei para fotografar uma das minhas receitas, mas nada feito pois é a menina dos olhos dele. Terei de me contentar e dar o melhor de mim com menos.
E por falar em independência, não há nada melhor que fazermos os nossos doces, não há mesmo! A ideia de pôr a abóbora a macerar vi aqui e apesar de já ter feito vários doces de abóbora com outros ingredientes, acho que a simplicidade desta está no top.

Ingredientes:
- 1 kg de abóbora (usei abóbora butternut pesada sem casca)
- 800g de açúcar (usei açúcar branco)
- 1 pau de canela
- 1 colher de chá de canela

Preparação:
Corta-se a abóbora em cubos muito pequenos. Deita-se numa taça grande juntamente com o açúcar e a canela. Mexe-se e cobre-se com película aderente. Guarda-se no frigorífico de um dia para o outro.
No dia seguinte coloca-se numa panela grande com todo o líquido que se formou e o pau de canela e deixa-se cozer em lume brando até fazer o ponto estrada, ou seja, quando colocar uma pequena quantidade de doce num prato e passar com a ponta da colher e formar uma estrada é porque está pronto. Passa-se pela varinha mágica. Deixa-se arrefecer um pouco. Coloca-se o doce em frascos esterilizados até estarem bem cheios. Tapa-se e vira-se ao contrário uns minutos para criarem o vácuo natural. Se utilizarem sempre estas regras não há doce que azede. Bjs a todas/os.

Nota: Os frascos podem ser esterilizados em água a ferver durante uns minutos, ou em recipientes próprios de ir ao microondas daqueles que se esterilizam os biberons, com excepção das tampas.

Obrigada pelos votos que fui recebendo no facebook para o passatempo da Luísa Alexandra. Faltou-me um bocadinho assim bem pequeno. Vocês estragam-me com mimos pá!

13 novembro 2012

Peditório

Passatempo "Luísa Alexandra"

Para o final do mês de Novembro estarei munida da minha nova máquina fotográfica e assim poderei regressar em força. Porque um blogue de culinária sem imagens é um tédio dos grandes.

Agora se me quiserem dar uma ajudinha, visto que eu sou uma pindérica e não tenho facebook e fazerem "gostos" na minha receita, eu agradecia. Até porque o ano está a terminar e eu fui uma menina boazinha e bem comportada e merecia um miminho... Pois este ano não está fácil.

Bjs do coração a todas/os.


https://www.facebook.com/photo.php?fbid=443605155696680&set=a.443603102363552.102054.207922785931586&type=3&theater



08 novembro 2012

Fechado Para Obras

Por motivos de força maior, vou estar ausente por tempo indeterminado. Espero em breve reunir as condições necessárias para manter "O Meu Tempero" activo.

Tudo de bom para todos e um até já.

03 novembro 2012

Medalhões De Pescada Com Broa De Milho - Inspirados Na "Luísa Alexandra"


Cá estou eu para participar em mais um desafio, desta vez proposto pelo blogue da Luísa Alexandra. Inspirei-me nesta receita e não fiquei nada arrependida. Adaptei-a à minha realidade apenas porque hoje estou mesmo muito preguiçosa e o último sítio onde quero estar, é na fila de um supermercado. Tenho a certeza que a Luísa não me vai desclassificar, até porque as alterações não comprometeram em nada a receita dela.

Ingredientes para 5 medalhões:
- 5 medalhões de pescada ultracongelada
- 1 fatia de broa de milho
- 1 cebola
- 2 dentes de alho
- coentros
- limão
- sal
- azeite

Preparação:
Tempera-se os medalhões com sal e limão. No robot de cozinha tritura-se a broa de milho, o alho e os coentros até ficar em migalhas. Num pirex dispõe-se a cebola às rodelas com os medalhões por cima. Coloca-se a broa em cima da pescada. Rega-se com um fio de azeite e vai ao forno pré-aquecido a 190º até estar cozinhado e a broa dourada. Acompanhei com batata frita e salada de tomate. Bom Apetite. Bjs a todas /os.

02 novembro 2012

Coisas De Mulheres #1...

Não há nada pior que o nosso "mais-que-tudo" abarbatar-se ao nosso material de cozinha. Leva-lo para a arrecadação e usá-lo para misturar tintas, petróleo, óleo e afins... Quando já devia saber qual a relação mulher/tuperware ou mulher/caixa de costura, etc.
Agora será que ele vai gostar que eu vá à caixa de ferramentas dele? Estou cá com umas ideias...

Isto a propósito da minha ida ontem à arrecadação...

01 novembro 2012

Salada De Laços Com Salmão E Laranja

Estou inspirada ou quero muito ganhar um cabaz Milaneza? As três! A terceira é que à última da hora tinha uma convidada para almoçar e só duas postas de salmão. Além de não me atrapalhar, ainda vou participar com mais uma receita no passatempo da Laranjinha em parceira com a Milaneza, desta vez com os laços. Uma salada num misto quente e frio, colorida e de fácil preparação. 

Ingredientes para 4 pessoas:
- 200g de laços milaneza
- 2 postas de salmão
- 1 laranja e a raspa
- 1 beterraba cozida (de compra)
- 1 mão cheia de canónigos
- sal
- azeite

Maionese de manjericão:
- 1 ovo
- 1 colher de chá de vinagre branco
- folhas de manjericão 
- sal 
- azeite 


Preparação:
Coze-se a massa em água fervente temperada de sal. Escorre-se e envolve-se com um fio de azeite. Enquanto coze a massa, temperamos o salmão com sal e a raspa da laranja. Pincela-se com azeite e grelha-se em chapa muito quente. Retira-se a pele, as espinhas, lasca-se e reserva-se. Emprata-se colocando os canónigos à volta da travessa, os laços, as lascas de salmão, a beterraba aos cubos e a laranja aos gomos sem a pele. Acompanhei com uma maionese caseira de manjericão. Basta colocar num copo medidor o ovo, o vinagre e o sal, bater com a varinha mágica ao mesmo tempo que se verte o azeite em fio. Assim que começar  a engrossar está pronta a servir. Acrescenta-se o manjericão picado e envolve-se bem. Bjs a todas/os. 

30 outubro 2012

Conchas Recheadas Com Frango E Molho De Abóbora E Laranja

É bom  rechearmos a nossa vida com tudo o que temos direito. É trabalhoso mas compensador.
Para participar no passatempo da Laranjinha do Blogue "Cinco Quartos De Laranja" em parceria com a Milaneza, decidi-me pela massa que mais gosto. Esbocei a receita no papel enquanto seguia no autocarro no meu caminho habitual. Analisei ao pormenor todos os ingredientes. Atrevi-me pelos sabores improváveis. Espantei-me pela delicadeza do conjunto. Não me arrependo. Valeu cada minuto que perdi a rechear cada concha cuidadosamente, como se toda a travessa fosse maquilhada para ser fotografada.
Acho que posso considera-la de fácil preparação, quando tive mais de o dobro do prazer a saborear esta massa.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 250g de de conchas gigantes Milaneza
- 2 peitos de frango 
- 1 chalota 
- 1 cenoura 
- 130g de bacon 
- 50g de rúcula selvagem
- Raspa e sumo de 1 limão 
- 1 colher de sopa de queijo ralado da ilha
- sal grosso
- pimenta branca
- azeite

Para o molho:
- 200g de abóbora bolina 
- Raspa e sumo de 1 laranja
- 1 chalota picada
- 200ml de água
- sal grosso
- azeite

Preparação:
Corta-se o frango em cubos pequenos. Tempera-se de sal, pimenta, raspa e sumo de um limão.
À parte coze-se a massa em água fervente temperada de sal. Escorre-se e reserva-se. 
Numa frigideira quente e com um fio de azeite, coloca-se o bacon em tiras pequenas até ficar crocante. Retira-se, deixa-se em papel absorvente e reserva-se. Na mesma frigideira, com mais um fio de azeite refoga-se ligeiramente a chalota picada. Acrescenta-se o frango e deixa-se em lume moderado até estar cozinhado. Coloca-se a cenoura cortada aos cubos pequenos. Envolve-se mais uns minutos. Apaga-se o lume e acrescenta-se a rúcula envolvendo-a bem. Recheia-se as conchas com este preparado e coloca-se numa travessa de ir ao forno untada com azeite. Polvilha-se com queijo ralado. Tapa-se com folha de alumínio e vai ao forno pré-aquecido a 180º sensivelmente 20 minutos.
Entretanto na mesma frigideira coloca-se novamente mais um fio de azeite e salteia-se a chalota picada. Acrescenta-se a abóbora cortada aos cubos pequenos, a raspa e o sumo de uma laranja. Deixa-se até estar cozida. Tempera-se de sal. Coloca-se na liquificadora com 200ml de água quente e tritura-se até ficar bem cremoso. Serve-se as conchas acompanhadas com o molho. Bom apetite!

28 outubro 2012

Tá bonito tá.

Mais de 100.700 já passaram por aqui. Tá bonito! Espero que "isto" não se torne muito sério. Pois que eu quero continuar a escrever o que me vem à cabeça sem rectificar o que quer que seja, para usar o politicamente correcto.
A minha conta bancária a descer e os seguidores a subir. Vocês estragam-me com mimos. 

Caldeirada à Victor Gaspar

Podem-nos encher de impostos e taxas. Podem aumentar tudo e mais alguma coisa. Mas não me tiram a vontade de cozinhar uma caldeirada. Mesmo simples, quase em jeito "fast food" de caldeirada, matei saudades dos sabores que trouxe da minha infância. E se aqui se fez empadão à Victor Gaspar, eu também não me acanhei. Pode não ter a diversidade de uma boa caldeirada, mas o cheiro inconfundível  perdurou nas minhas narinas a noite toda, levando-me a memórias tão boas, como os fins-de-semana rodeada pelos meus irmãos com a simplicidades da vida levada com amor.

Ingredientes:
- peixe (usei medalhões de maruca)
- batatas às rodelas
- coentros picados grosseiramente
- salsa picada grosseiramente
- cebola às rodelas
- folha de louro
- tomate pelado (usei entalado e fresco)
- sal grosso
- pimenta branca
- azeite 
- água

Preparação:
Num tacho grande coloca-se a cebola, os coentros, a salsa, a folha de louro e algum do tomate cortado grosseiramente. Acrescenta-se as batatas. Coloca-se o restante tomate e o peixe por cima. Tempera-se de sal e pimenta. Rega-se com um fio de azeite. Acrescenta-se meio copo de água. Tapa-se e deixa-se cozinhar em lume moderado. Não se mexe, apenas vai-se abanando o tacho para o molho ir cobrindo tudo. Bjs a todas/os. 

Nota: Pode-se acrescentar pimento, alho e todo o tipo de peixe.

25 outubro 2012

Que grande massada pá! Esqueci-me...

Hoje parece que é o dia Mundial das Massas. E eu sem receitas para apresentar. Ainda por cima ontem jantei massa. Shame on you Carla! Shame on you! Passa-me tudo ao lado. É por ser Aquário... 

Se pudesse alcunhar os meus companheiros de casa com nomes de massas era canja... O "piolho encardido" seria o linguine, pois desde que me lembro que lhe chamo isso quando ele vem para a minha cozinha e eu digo-lhe: Linguine estás despedido! Fora, rua já da minha cozinha! (com sotaque francês), tal filme do Ratatui. O meu "mais que tudo" seria uma concha gigante, difícil de cozer, difícil de rechear, mas no fim, muito saboroso e recompensador do trabalho. The last, but not the least, eu. Eu seria os laços tricolores, pois comigo nunca se sabe. Um dia estou verde, outro amarelo, outro laranja, mas sempre com bom coração e pronta a servir.

Bjs do coração a todas/os que não se cansam de me mimar. Boas receitas de massas para todos.

24 outubro 2012

Eu Confesso #4

... que se apanhasse o seguidor que acabou de desistir de mim, sem sequer me dar hipótese de melhorar para poder continuar a agrada-lo, dava-lhe com uma courgette ou quem sabe um frango congelado. É que partiu o meu coração... Outra vez pá!

13 Receitas De Saladas

Eu bem sei que não está tempo para saladas, mas também vocês já deveriam de saber que eu não me rejo por regras temporais ou espaciais. E como o Sr. Blogger teima em não apresentar as minhas receitas antigas decidi trocar-lhe as voltas. Sempre que me apetecer irei remexer nos arquivos e matar saudades. Há receitas de saladas clássicas, quentes, coloridas, crocantes, para aproveitar sobras e algumas combinações à partida improváveis. Escolham a vossa. Bjs a todas/os e obrigada pelos selos que me enviaram.







21 outubro 2012

Molotof

Não há nada mais simples que fazer um molotof. Para mim é sempre uma boa solução para aproveitar as claras que sobram de uma receita ou outra. 

Ingredientes:
- 8 claras
- 8 colheres de sopa rasas de açúcar
- 2 colheres de sopa de caramelo líquido
- 1 colher de café de aroma de baunilha
- caramelo líquido (usei de compra) para untar a forma

Preparação:
Bate-se as claras em espuma e adiciona-se o açúcar pouco a pouco, o aroma de baunilha e o caramelo, até estarem em castelo, sem parar de bater. Unta-se generosamente a forma com o caramelo. Verte-se as claras e alisa-se um pouco a superfície. Coloca-se em banho-maria e vai ao forno pré-aquecido a 180º aproximadamente 8 minutos. Desliga-se o forno e abre-se a porta para ir arrefecendo. Retira-se quando estiver arrefecido, desenforma-se e vai ao frigorífico para refrescar. Bjs a todas/os.

15 outubro 2012

Pastéis De Nata Leves, Leves, Leves

Eu sei que devia estar à procura incessantemente de receitas de compotas sem açúcar, mas depois de averiguar que nenhum dos meus livros era portador de tal relíquia, fiquei, ora pois, com muitos nervos e este fim-de-semana foi uma desgraça. Quanto mais procurava, mais vontade tinha de fazer doces com açúcar. Aceito toda a ajuda possível para tal procura, a pedido de uma freguesa minha. Ajudam-me?
Para aliviar a minha consciência, usei a receita da Duxa, embora adaptada à minha realidade "sem bimby". Estes pastéis de nata ficaram tão leves que voaram num ápice. Receita a repetir e sem medos.

Ingredientes para 16 pastéis (quase minis):
- 1 rolo de massa folhada de compra (usei redonda)
- 500ml de leite magro
- 150g de açúcar amarelo
- 55g de farinha de trigo
- 5 gemas (ovos pequenos)
- 1 pau de canela
- casca de limão
- canela e açúcar em pó

Preparação:
Numa caçarola (fora do lume) coloca-se as gemas, o açúcar, o leite, a farinha, o pau de canela e o limão, mistura-se bem com a ajuda de uma vara de arames. Leva-se a lume brando e deixa-se levantar fervura, mexendo sempre para a farinha não coagular. Assim que levantar fervura retira-se do lume e deixa-se arrefecer. Enquanto arrefece, estende-se a massa na bancada polvilhada com farinha. Com a ajuda de um copo ou aro de cozinha faz-se círculos um pouco maiores que as formas. Coloca-se nas formas. Verte-se pequenas colheradas do creme sem chegar aos rebordos. Vai ao forno pré-aquecido a 200º aproximadamente 20 minutos. Deixa-se arrefecer um pouco e desenforma-se. Serve-se simples ou com  canela e açúcar em pó. Bjs a todas/os.

Nota: Fiz a experiência de não untar com margarina e polvilhar com farinha 8 formas. Cheguei à conclusão que para a próxima passo este passo à frente. Devido à gordura da massa folhada não será necessário. Mas façam também as vossas experiências e digam de sua justiça.

11 outubro 2012

Gelado De Baunilha


O "piolho encardido" pediu-me que vestisse o seu fiel amigo com roupa quentinha. Quase nem dormi bem, a pensar como iria satisfazer um pedido tão exigente para quem não tem mãos para a costura. Mãe que é mãe, sabe sempre como se desenvencilhar de todas as situações. Mãe que é mãe vai à luta e faz das tripas coração e arranja sempre uma solução. Meias velhas usadas, uma tesoura e muito amor. E o seu fiel amigo está pronto para enfrentar o frio. Ele voltou a fazer um pedido especial, gelado de baunilha. Mãe que é mãe complicada, não vai ao supermercado comprar um gelado qualquer de marca branca, e talvez desse menos trabalho e despesa. Mãe que é mãe faz o gelado em casa. O filho come deliciado, a mãe respira de alívio e pensa: Missão Cumprida.

Ingredientes:
- 550ml de leite
- 3 folhas de gelatina
- 6 gemas
- 170g de açúcar
- 1 vagem de baunilha
- 200ml de natas

Preparação:
Ferve-se o leite com a vagem de baunilha. Põe-se a demolhar em água fria as folhas de gelatina. À parte bate-se as gemas com o açúcar até ficar um creme esbranquiçado. Retira-se a vagem de baunilha do leite e junta-se lentamente ao creme, mexendo sempre. Coze-se este creme em banho maria ou em lume muito brando e sem deixar ferver. Retira-se do lume e junta-se a gelatina previamente escorrida. Mexe-se até derreter. Depois de arrefecer adiciona-se as natas batidas. Verte-se para um tuperware e vai ao congelador aproximadamente 1 hora.  Bate-se e volta para o congelador até estar bem gelado. Serve-se com o vosso molho preferido. Eu sugiro caramelo. Bjs a todas/os.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...