30 março 2012

Cogumelos Brancos Salteados Com Bacon E Tostas Com Pasta de Azeitona

Já estou como a nossa amiga Duxa, os cogumelos até se comem bem e são de baixo valor calórico. Eu até podia ser vegetariana, poder podia, mas tenho bom coração e usei o bacon para fazer companhia a estes cogumelos que se sentiam tão sozinhos... Quem é amiguinha, quem é?

Ingredientes:
- cogumelos brancos frescos
- bacon fatiado
- coentros picados
- vinho branco
- sal
- pimenta
- azeite

Preparação:
Numa frigideira com um pouco de azeite, salteia-se o bacon fatiado e cortado às tiras, acrescenta-se os cogumelos inteiros, frita-se. Refresca-se com um pouco de vinho branco. Tempera-se de sal e pimenta. Acrescenta-se os coentros picados e serve-se quente. Acompanhei com umas fatias de pão torrado com paté de azeitonas, feito por uma amiga. Basta triturar uma mão cheias de azeitonas pretas sem caroço, um fio de azeite e um dentinho de alho

Nota: Os cogumelos  limpam-se com um pano húmido. Se preferirem mais tostados evitem mexer muito durante a fritura.

29 março 2012

Pudim De Ovos Na Panela De Pressão


Apetecia-me um doce... Mas não havia nada doce em casa, a não ser açúcar. Ainda agarrei na colher e lá pensei, umas colheradas e isto passa-me já. Mas não resultou! Pûs a cabeça a funcionar e lá fiz um pudim. Há uns tempos ensinaram-me que podiamos cozer em banho-maria na panela de pressão. E agora faço sempre assim. Uma maravilha e tão rápido como meia hora depois já me estar a enfardar com um doce. A receita é da Fátima, avó do filho do seu filho ou como quem diz, mãe do pai do seu neto. É só para vos por a pensar...

Ingredientes:
- 6 ovos
- 6 colheres de sopa de açúcar
- 500ml de leite
- caramelo líquido (de compra)

Preparação:
Unta-se uma forma de pudim com tampa, com caramelo líquido. Numa tigela misturam-se bem todos os ingredientes com a batedeira. Verte-se para a forma. Tapa-se. Coloca-se na panela de pressão com água até meio da forma. Fecha-se bem a panela de pressão. Deixa-se cozer em lume forte, e quando começar a ferver, baixa-se o lume e sensivelmente 10 minutos depois desliga-se. Espera-se até arrefecer completamente para abrir a panela de pressão. Desenforma-se depois de arrefecido vai ao frigorífico. Comi-o todo, deixem-me que vos diga. Bjs

28 março 2012

Mini Sandes de Camarão

Hoje olhei-me ao espelho e pensei: Hoje pareces uma enfermeira de camisa branca, casaquinho de malha azul escuro e cabelo meticulosamente apanhado.
Hoje terei de ser a minha própria enfermeira. Isto gerou-me mais um dos meus diálogos interiores. Na vida temos de depender apenas de nós. Nós somos a nossa melhor amiga, o nosso psicólogo, o nosso ombro para chorar, etc. Temos de aprender a cuidar de nós como cuidamos dos outros toda uma vida. Se aprendermos esta regra simples, nunca seremos infelizes. Dar-mos a nós próprios o melhor que damos ao outros. Tudo o que vier a mais é bónus, tal como esta receita que vi fazerem no canal televisivo 24Kitchen. Troquei a lagosta pelo camarão e fi-la como o Frank Sintra diria, à minha maneira.

Ingredientes para seis sandes:
- 12 fatias de pão de forma
- 9 camarões
- rúcula
- 1/2 pepino pequeno
- 2 colheres de sopa de maionese (usei de compra)
- 2 colheres de sopa de coentros picados

Preparação:
Junta-se os coentros à maionese. Usei de compra, embora também se possa fazer em casa, é mais rápido. Cortei as fatias de pão com um aro em forma de coração, pois o dia era festivo. Barra-se ambos os lados das fatias com a maionese de coentros. Coze-se os camarões. Depois de descascados e arrefecidos, abrem-se ao meio e dividem-se pelas sandes, 1 e meio para cada. Coloca-se uma fatia de pepino bem fina e por fim um pouco de rúcula. Uma entrada simples e crocante. As sobras do pão reservei-as e dei-lhes uma boa finalidade, que em breve direi. Bjs do coração!

27 março 2012

Bolo de Aniversário Fácil

Quem é o sobrinho emprestado "mailindo" da tia e piquinino que faz hoje seis meses? É o Afonso! Coisa boa da tia emprestada. Para comemorar, em jeito virtual, fui ali fazer este bolo de aniversário muito simples, guloso e desajeitado como eu! Mas o que interessa é comemorar!
Para o Afonso o desejo de ser sempre muito feliz ao lado dos seus papás que são um casal muito querido para mim!

Ingredientes:
- 200g de farinha de trigo 
- 100g de açúcar
- 125g de manteiga sem sal (amolecida)
- 3 ovos tamanho L
- 1 colher de chá de fermento
- 75g de chocolate culinário
- 1 mão cheia de morangos frescos
- Preparado de Chantilly Royal

Preparação:
Bater a manteiga aos pedaços com o açúcar até ficar uma mistura cremosa. Adicionar os ovos um a um e bater para ir misturando. Por fim, juntar a farinha e o fermento peneirados e bater para misturar tudo. Voltar a bater na velocidade máxima da batedeira durante 1 minuto. Verter para uma forma redonda untada e polvilhada com farinha. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, durante 30 minutos aproximadamente. Deixar arrefecer.

Recheio e Cobertura:
Cortar o bolo ao meio no sentido longitudinal. Rechear com chantilly e tapar com a outra metade do bolo. Para a cobertura, usar chantilly, morangos frescos e estes efeitos de chocolate. Basta colocar o chocolate culinário partido aos bocadinhos dentro de um saco de plástico e depois colocar numa tijela com água bem quente, para derreter no próprio saco. Cortar o bico do saco com a tesoura  e desenhar em cima de papel vegetal. Colocar no frigorífico para endurecer mais rapidamente, sem deixar muito tempo para o chocolate não ficar esbranquiçado. E Assim se faz um bolo simples.

23 março 2012

Rolo de Carne Recheado e Puré de Batata com Alho Francês


No final de cada mês, dou por mim a esgravatar o congelador, e ainda assim, tentar fazer refeições diferentes, com os ingredientes comuns de qualquer cozinha que vão ficando para trás. Temos de mimar a família e em vez de carne picada com puré, transformamos numa refeição mais compostinha que nada, mas mesmo nada, tem de especial, a não ser as gargalhadas que dou quando me perguntam o que é o jantar, e os nomes que dou às "coisas". 

Ingredientes para 4 pessoas:
- 700g de carna picada de vaca
- 7 fatias finas de bacon
- 200g de espinafres congelados
- 100ml de vinho tinto
- 2 colheres de sopa de margarina
- 1 colher de chá de tominho seco
- sal
- pimenta

Para o puré:
- 1kg de batatas
- 1 alho francês
- 100ml de leite
- 1 colher de sopa de manteiga
- 1 colher de chá de mostarda
- 1 pitada de noz moscada em pó

Para o molho:
- 2 cebolas
- 200ml de vinho tinto
- sal
- pimenta

Preparação:
Tempera-se a carne picada de sal e pimenta, acrescenta-se o tomilho. Envolve-se bem. Espalha-se a carne sobre papel vegetal, de forma a parecer um rectangulo. Dispõe-se por cima as fatias de bacon e os espinafres, que foram préviamente cozidos e escorridos. Com ajuda do papel vegetal, ou mesmo sobre um pano, vai-se enrolando.  Numa frigideira com um pouco de margarina sela-se a carne e rega-se com uma parte do vinho tinto.
Vai ao forno a 220º, sensivelmente 30/40 minutos, com umas nozes de margarina ou azeite se preferirem, juntamente com as cebolas cortadas em quartos.

Para o molho, aproveita-se as cebolas que cozeram com a carne, colocando-as numa caçarola com o restante vinho tinto. Deixa-se ferver uns minutos. Tempera-se de sal e pimenta e tritura-se bem. Se necessário passar num coador.

Para o puré, basta cozerem as batatas descascadas e cortadas aos quartos e o alho francês às rodelas. Escorre-se e reduz-se a puré. Volta a ir ao lume e acrescenta-se o leite morno, a manteiga, a mostarda e a noz moscada em pó.
Depois é só servir!

Aproveito para mandar um beijinho especial a todas as cozinheiras dos blogues que acompanho e vice versa. Ando ausente mas não me esqueci de vocês.

19 março 2012

Do Miguel Para O Papá Uma Prenda Diferente...

Olá papá! Fui pedir a mesada adiantada à mamã, para te comprar um presente especial e ela disse-me que não há nada mais especial que eu dizer o que sinto com palavras que valem milhões.
Desde que estava na barriga da mãe que me lembro quando punhas os auscultadores na barriga para eu ouvir os Gorillaz. Sempre era melhor que aquelas porcarias do jazz que tenho de gramar da mamã.
O primeiro dia que nos apresentámos um ao outro, eu pensei cá para os meus botões, quer dizer, para o meu babygrow: Eu e este tipo vamos nos dar bem! E não é que não me enganei?!
Lembro-me das banhocas que me davas. E daquela vez que enchestes tanto a banheira com água e espuma, que sujámos a casa de banho toda e a mamã teve um chilique.
Ainda me lembro que me obrigavas a lavar os dentes, desde que nasceu o primeiro.  Foste um bocadinho chato!
Cada vez que estou doente, tu deixas de comer e ficas aflito, já para não falar que me tiras a febre de cinco em cinco minutos. Cuidas tão bem de mim sempre! Até apontas num papel as horas do antibiótico. És exagerado às vezes, mas eu sei que o és porque me amas muito.
Adoro os passeios que damos só nós dois pelo campo, tal exploradores numa expedição, até me ensinastes a fazer fogo com uma lupa e o sol e com o fogo escrevemos o meu nome num bocadinho de casca de uma árvore. Se a mãe soubesse por onde a gente anda, tenho a certeza que nos proibia estes passeios. Dava-lhe um fanico dos dela.
Há quase seis anos que me descascas sempre a fruta e me levas o leitinho com chocolate à cama. És o melhor pai do mundo!
Tem dias que te esqueces que só tenho seis anos, e me explicas coisas complicadas, como a teoria da competividade da bolsa de valores, a origem do sistema solar, a evolução das células e das moléculas e por aí. Tanta coisa já aprendi contigo. Tens sempre resposta às minhas perguntas, sejam elas quais forem, mesmo aquela que já te perguntei sobre os bébés.
Feliz dia do pai, embora eu saiba que és o melhor pai do mundo todos os dias!
A mãe disse para eu te convidar para jantar. Eu sei que jantas connosco todos os dias, mas hoje és meu convidado, pois pedi à cozinheira uma das tuas comidas preferidas.
Adoro-te papá!

16 março 2012

Papos de Anjo em Calda de Leite

Esta foi uma das minhas primeiras sobremesas, em jeito de doce conventual, fez sempre um sucesso. O que as pessoas a quem eu servi este miminho não sabiam, é que é tão fácil de fazer, e eu cá fazia um figurão.

Ingredientes para 6 papos de anjo:
- 9 gemas
- 1 lata de leite condensado
- a mesma medida de água
- 1 colher de café de essência de baunilha
- Manteiga e farinha para untar as formas

Preparação:
Bate-se 6 gemas até obter um creme esbranquiçado. Deita-se em formas (usei formas das empadas), não ultrapassando 3/4 da forma, já untadas de manteiga e polvilhadas com farinha. Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º, sensivelmente 15 minutos. Deixa-se arrefecer, desenforma-se e reserva-se. Para a calda, junta-se o leite condensado, a mesma medida da lata em água, a baunilha e as restantes 3 gemas. Mistura-se bem e passa-se por uma peneira. Depois é só colocar os bolinhos num tacho e fura-los com um garfo, verte-se a calda e leva-se ao lume até ferver durante 2 ou 3 minutos.

13 março 2012

Espinafres Salteados Com Salmão Fumado

Eu bem que queria "pausar" e arrumar alguns assuntos... Bem, alguns já arrumei e já me sinto mais animada e com boas perspectivas, os outros assuntos tenho tempo, vou ali e já volto para os arrumar. Mesmo que eu queira ter uma atitude mais séria e compostinha na vida, não posso, quando se tem um filho intelectual como o pai e trapalhão e distraído como a mãe, passo o dia a rir. Ora vejam:

"Mamã doi-me as cordas musicais." - Que é como quem diz, doi-me a garganta.

"Mamã quando é que eu vou ter um cartão de solidão? - Ou seja, cartão de cidadão.

"Mamã, mamã consegui montar o lego, sou um gémeo!" - É génio, diz-se génio puto!

Pai - Miguel já sabes que tens de vestir o roupão quando acordas e sais da cama!
Filho - Eu sei, eu sei, se não apanho um choque eléctrico. - É térmico! Térmico, seu troca tintas!

Ingredientes para 2 pessoas:
- 250 g de folhas de espinafres frescos
- 1 pimento vermelho
- 3 a 4 fatias de salmão fumado
- 1 malagueta seca
- 1 colher de manjericão seco
- 1 colher de salsa seca
- 1 colher de sopa de molho de soja
- 1 limão pequeno
- sal e pimenta
- azeite q.b.

Preparação:
Num wok ou frigideira, coloca-se um fio de azeite e salteia-se os espinafres, com a malagueta, o manjericão e a salsa.  Tempera-se de sal e pimenta. Acrescenta-se o pimento vermelho às tiras, que foi previamente assado e livre de pele e sementes, e o molho de soja. Retira-se do lume e acrescenta-se o salmão fumado e limão aos gomos para utilizar na hora de servir. Bom apetite! Bjs a todas/os.

08 março 2012

Para As Mulheres Da Minha Vida...

Uma pausa na minha pausa, porque o motivo o merece e me faz escrever. Uma pausa para o dedicar às mulheres da minha vida e às que já sem vida ainda vivem dentro de mim.
À minha amiga de mais de 20 anos Lena que me chocalha o tico e o teco e ainda ontem me chamou de toina. Ela conhece-me bem, ela sabe-me de cor. Ela merece-me! Não vivo sem ela.
À minha amiga de quase 30 anos Mónica uma mulher de fibra, que se tornou doce, que me enxuga as lágrimas, que me faz rir e ter asma. Que tem as mãos mais delicadas que eu conheço.
À minha amiga Patrícia a quem eu chamo de loura, mima-me como ninguém, a quem eu gosto de abraçar e de cuidar. A minha protegida menina que eu gosto de ter por perto. Ela gosta de me mimar com coisas que me fazem tão feliz. E não pelo valor material, mas pelo gesto que ela sabe que me toca.
À minha amiga Marta, uma amiga mais recente, uma alma quase gémea. Conheço-a bem. Vejo nela aquilo que fui e sou e quero vir a ser. Uma mulher à séria!
À minha cunhada que espera por mim no autocarro e me faz petiscos do melhor! Eu gosto de acalmar o seu coração inquieto. Perdi algum tempo a tentar conhece-la e porra gosto dela!
Às minhas sobrinhas, à minha bomboca que me pega ao colo quando me vê. Não deveria ser ao contrário? Gaja mai linda da tia!
Às minhas primas, todas as que reatei relações. À minha prima Rute que sabe o que me vai na alma e eu na alma dela.
À minha sobrinha emprestada Rute, que fez as malas e foi estudar para longe. Grande miúda!
À minha prima Mila e à sua mãe que me fez o parto e me entregou ao mundo.
À sr.ª das finanças que me atendeu de cara fechada. Eu disse uma piadola e ela cedeu-me a sua grandeza. Afinal há sempre grandeza dentro de qualquer mulher.
À sr.ª que limpa as escadas do meu prédio, que tem um ar lunático, mas que me fala sempre educamente e me deixa o prédio a brilhar, grande profissional!
À vizinha idosa do rés-do-chão que me dá dois dedos de conversa.
Às velhotas da minha rua, que me pedem para lhes tocar à porta para eu ir dar uma voltinha com elas ao quarteirão. Fazem-me sentir especial!
Às minhas duas amigas virtuais, que me enviam boas energias e se preocupam comigo.
Às mulheres por detrás de todos os blogues que acompanho, de culinária e não só.
Às mulheres frágeis e fortes.
Às mulheres que não abandonam os seus filhos.
Às mulheres que mudam o mundo.
À minha amiga Gigi que perdeu a vida, mas antes despediu-se de mim.
À d.ª Beatriz e sua mãe Ermelinda, amigas da família e mulheres de fibra da boa!
À minha querida sogra, caramba, os olhos mais lindos que alguma vez vi em alguém. A sua ternura, doçura, a sua prontidão... Ela trata-me como uma filha, amiga, irmã… Ela faz-me surpresas. Eu mudei a sua vida, tenho a certeza! E ela muda a minha todos os dias.
À minha mãe que me deu a vida, e quem tenho por referência os bons valores que hoje guardo. Ela sabe quando não estou feliz, ela não me faz perguntas, tal como eu gosto, mas ela não me deixa só.
A todas as mulheres da minha vida, um mundo melhor é pouco para vos oferecer.

Se eu podia resumir este texto a:

"Feliz dia e um obrigada por fazerem parte da minha vida!"

Poder podia, mas tinha ficado com isto tudo entalado!

Agora vou retomar a minha pausa.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...