27 julho 2012

Arroz Doce Com Leite de Coco E Manga

Bem, eu ainda estou de trombas com o Chefe Silva, mas mais tarde falo nisso, até porque preciso da vossa ajuda para resolver a dita questão do bolo chiffon. Mas, até lá, tenho outras novidades para falar e roam-se, roam-se de inveja, pois que eu tive o grande prazer e  privilégio, de conhecer tete a tete a Susana do blogue http://belinadailha.blogspot.pt/ e ainda, continuem a roer-se  porque há mais, pude trazer para minha casa o sabor da sua terra e da sua horta, desculpem-me mas isto é um privilégio. E eu fiquei muito satisfeita, pois há muito tempo que não me acontecia assim nada de tão especial. Só espero ter causado boa impressão, já que quase não a deixei falar... São os nervos, os nervos de querer em poucas horas dar-me a conhecer o máximo possível. Só me resta esperar que um dia lhe possa retribuir a visita a esse lugar que dizem ser tão maravilhoso, os Açores. Pronto, agora a receita, adaptada à minha realidade, do livro de receitas da "bimba" da minha irmã.

Ingredientes para 6 pessoas:
- 100g de arroz arbóreo
- 1l de leite
- 200ml de leite de coco
- 100g de açúcar
- 1 manga

Preparação:
Num tacho colocar o leite e o arroz previamente lavado e escorrido. Deixar até ferver e depois baixar o lume. Ir mexendo várias vezes. A meio da cozedura acrescentar o leite de coco aos poucos até ser absorvido pelo arroz. Depois de cozido, adicionar o açúcar, mexer bem e deixar mais uns minutos a apurar. Desligar o lume e distribuir pelas taças, juntamente com a manga fresca cortada a gosto. Decorei com physalis. Bom apettite!

De Trombas.

Estou de trombas com o Chefe Silva! E isto é coisa para demorar uma eternidade a passar! E eu que confiei nele para untar a forma para o bolo chiffon de laranja. Estou mesmo de trombas, a ponto de querer entrar em contacto com ele.

26 julho 2012

Esparguete Com Atum

Sob pena de comerem esparguete com atum para o resto das vossas vidas, não inportunem a cozinheira a partir das 18 horas. Se bem que este esparguete estava bem bom para ser um castigo, mas vá, faz-se um desconto... Só hoje, esparguete com atum requintado.

Ingredientes para 3/4 pessoas:
- 250g de esparguete
- 1 litro de água
- 2 latas de atum (conservado em água)
- 3 chalotas
- 1 folha de louro
- 1 colher de chá de massa de alho
- cebolinho picado
- sal
- pimenta (moinho 5 pimentas)
- azeite

Preparação:
Num tacho com um fio de azeite e a folha de louro refoga-se as chalotas picadas. Acrescenta-se o alho e deixa-se refogar bem. Junta-se a água (quente de preferência), tempera-se de sal e deixa-se ferver. Quando estiver a ferver coloca-se o esparguete e deixem cozinhar destapado. Quase no fim da cozedura, junta-se o atum já escorrido e envolve-se bem. Serve-se quente polvilhado com a pimenta,  o cebolinho e um fio de azeite. Parece realmente simples, mas é divinamente bom quando aborrecem a cozinheira e ela fica sem ideias e vontade de se enfiar na cozinha. Bjs a todas/os.

24 julho 2012

Beringela e Courgette Recheada

Eu adoro estes miminhos simples de fazer e se forem recheados com o que há em casa tanto melhor. Não há cá dramas na cozinha, se não houver um ingrediente, há-de haver outro que salve a situação. Eu bem sei que faço grandes dramas, mas na cozinha sou uma rapariga desenrascada e vou directa ao assunto.

Ingredientes para 2 pessoas:
- 1 beringela
- 1 courgette
- 120 g de carne picada (porco e vaca)
- 2 tomates
- 1 cebola
- 1 dente de alho
- 1 colher de sopa de coentros picados
- 1 colher de café de gengibre em pó
- queijo ralado q.b.
- sal q.b.
- pimenta branca moida na altura q.b.
- azeite q.b.
- sumo de limão q.b

Preparação:
Numa frigideira com um fio de azeite refoga-se a cebola e o alho picados. Entretanto à parte corta-se a beringela e a courgette no sentido longitudinal. Retira-se todo o interior cuidadosamente, pica-se, rega-se com pouco de sumo de limão para não escurecer e reserva-se. Ao refogado acrescenta-se a carne picada e deixa-se fritar um pouco. Adiciona-se o tomate picado já livre de pele e sementes, a beringela e a courgette e cozinha-se em lume moderado. Por fim, acrescenta-se o gengibre e os coentros, envolve-se bem. Tempera-se de sal e pimenta.  Divide-se o preparado nas metades reservadas. Polvilha-se com queijo ralado e vai ao forno pré-aquecido para gratinar. 5 estrelas. bjs a todas/os.

23 julho 2012

Sapateira Recheada

Há coisas que não saiem da minha memória e deixam-me o coração apertadinho só de pensar... Isto a propósito daquela famosa frase do Sr. Presidente. Vai daí, decidi este fim-de-semana abrir a época dos petiscos, ou seja, vou mais uma vez, que este meu coração é grande, ajudar o Sr. Presidente a tornar as suas férias mais animadoras, já que, suponho, não vai de férias para lado nenhum e muito menos empaturrar-se de mariscada no restaurante. Portanto, Exmo Sr. Presidente, se a sua "Maria" é tão boa negociadora como o meu "Manel", basta leva-la ao mercado e deixa-la regatear o preço, pois que o meu "Manel" esbanja charme e eu mando-o comprar um saquinho de berbigão e ele traz-me sapateiras e ainda leva uma beijoca da vendedora, tudo por uma pechincha! Vamos petiscar?

Ingredientes para cada sapateira:
- 1 sapateira cozida
- 1 colher de sopa de pickles picados
- 4 colheres de sopa de maionese
- 1 colher de chá de mostarda
- 1 ovo cozido
- 1 colher de sopa de coentros (ou salsa)

Preparação:
As sapateiras foram compradas já cozidas, poupa trabalho e ficam mais em conta. Apenas escaldei-as poucos segundos em água fervente  por uma questão de higiene. Depois de arrefecidas, abri-as com a ajuda da faca, retirei os pulmões e com paciência retira-se cuidadosamente toda a carne e ovas, se for caso disso. Entretanto lava-se bem a casca e reserva-se. Numa tigela coloca-se toda a carne da sapateira, acrescenta-se a maionese, a mostarda, os pickles, o ovo cozido e os coentros, tudo picado. Verte-se na casca da sapateira e serve-se bem fresco, juntamente com as "patas".  Para uma apresentação mais colorida, separar a gema da clara e picar separadamente, colocar por cima da mistura seguido dos coentros. Misturar na hora de servir. Bjs a todas/os.

20 julho 2012

Pizza Caseira de Legumes


Eu ainda sou do tempo que a minha mãe fazia as pizzas em casa. Os tempos modernos fazem-nos querer tudo muito rapidamente, e depois, andamos a perder coisas tão boas como esta pizza que fiz.
Tendo a massa pronta, é só abrir o frigorífico e com um pouco de criatividade faz-se o impensável.
Não sou de me gabar, mas quando comecei há uns tempos a confeccionar as pizzas, pergunto sempre lá em casa: Quem é que faz as melhores pizzas do mundo? E eles respondem: A telepizza! Eles adoram enervar a cozinheira...
A receita da massa foi roubada em casa da minha irmã que tem uma "bimba", mas eu cá desenrasco-me bem sem ela e com uma balança digital que tenho, fiz o mesmo.

Ingredientes para 1 pizza grande:

Massa:
- 200g de farinha de trigo tipo 65
- 100g de água morna
- 25g de azeite
- 1 saqueta de fermento padeiro seco (4,6)
- 1 pitada de sal

Recheio:
- queija da ilha ralado
- milho doce enlatado
- agrião fresco
- pimento vermelho
- bacon
- azeitonas pretas
- azeite q.b.

Preparação:
Na balança digital coloca-se uma taça grande, mistura-se a água, o azeite e o sal. A minha balança tem uma função que basta carregar na "tara" e volta ao zero, por isso é muito simples ir pesando todos os ingredientes e só se suja uma taça. Depois acrescenta-se a farinha e o fermento. Amassa-se até se despegar das mãos e formar uma bola. Tapa-se a taça com película aderente ou um pano grande e deixa-se levedar em local seco e quente, até duplicar o volume.
Polvilha-se a bancada de trabalho com farinha. Se necessário polvilhar um pouco a massa com farinha e ir amassando com o rolo da massa, tão fina quanto o desejarem.
Deixa-se repousar a massa mais uns minutos, já no tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal, antes de colocarem o recheio.
Para rechear basta pincelar com o refogado da compal (ou ketchup), polvilhar com o queijo ralado e uma mão cheia de milho doce. Vai ao forno pré-aquecido a 220º, aproximadamente 20 minutos. Finaliza-se com os restantes ingredientes, o agrião, o bacon que foi tostado na frigideira sem qualquer gordura, o pimento assado, milho novamente para dar cor e azeitonas. Rega-se com um fio de azeite e bom apetite! Bjs a todas/os.


19 julho 2012

Pudim de Maçã e Iogurte

Estava eu aqui com os meus botões, a pensar que já tinha feito esta tarte de iogurte com frutos silvestres e esta tarte de iogurte com macã, porque não tentar fazer uma espécie de pudim, com apenas algumas variantes. Trocam-se os iogurtes e a forma. Se correu bem? Correu sim senhora!

Ingredientes:
- 150g de açúcar amarelo
- 100g de farinha de trigo
- 50g de margarina amolecida
- 3 iogurtes naturais
- 3 maçãs
- 2 ovos
- farinha e açúcar para polvilhar
- margarina para untar
- canela em pó para polvilhar

Preparação:
Bate-se todos os ingredientes, à excepção das maçãs. Rala-se aproximadamente duas maçãs e meia, reservando a outra metade. Junta-se as maçãs ao preparado anterior e envolve-se bem. Unta-se uma forma  tipo "bolo inglês" (usei de silicone) com margarina, polvilha-se com farinha e com açúcar q.b. no fundo da forma. Corta-se a restante metade da maçã em quartos e depois às fatias e dispõe-se por cima do açúcar no fundo da forma.Verte-se a mistura na forma. Vai ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 40 minutos ou até estar firme. Deixa-se arrefecer, desenforma-se e polvilha-se com canela em pó se assim o desejarem. Bjs a todas/os.

18 julho 2012

Para Vocês

Antes de mais, tenho que vos dizer que não! Que não virei snob e de repente não falo a ninguém. Pois que isso não é a verdadinha... Também não estou preguiçosa e nem a poupar nas palavras, pois se há língua que não pára um segundo é a minha, e enquanto for de borla falar, é até que a língua me doa. Pois que há um conjunto de situações que me fazem andar a espreitar as vossas cozinhas assim de fininho e sem deixar rasto. Mas, contudo, agradeço a vossa tremenda paciência e sois muito queridas/os porque me mimam até à exaustão...  E por vossa culpa, estou! Assumo! Mimadíssima! Portanto a culpa não é minha, é sim, vossa!
Bjs do coração. Agradeço todos os amáveis comentários que por aqui deixam sem sequer esperarem nada de mim. Muito, mas muito obrigada!

Tostas De Bacalhau Com Pimentos E Azeitonas

Há alturas da vida que precisamos simplificar e guardar mais tempo para outras tantas "coisas" que gostamos de fazer, que não seja passar horas indetermináveis a cozinhar. O simples torna-se requintado quando lhe damos cor e uma pitada de amor.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 1 embalagem de bacalhau desfiado congelado
- 1/2 pimento verde
- 1 tomate
- 1 cebola
- 1 dente de alho
- 1 colher de chá  de óregãos secos
- azeite q.b.
- azeitonas pretas q.b.

Preparação:
Numa frigideira grande com um fio de azeite refoga-se a cebola e o alho picados. Junta-se o tomate picado já livre de pele e sementes e o pimento verde também e deixa-se cozinhar uns minutos. Acrescenta-se o bacalhau cortado aos cubinhos e deixa-se cozinhar em lume moderado até o bacalhau estar cozinhado. Eu cortei o bacalhau ainda meio congelado porque facilita muito mais. Envolvem-se as azeitonas. Retira-se do lume, polvilha-se com óregãos e um fio azeite. Serve-se em pão torrado, que foi previamente esfregado com alho e pincelado com um fio de azeite. Para acompanhar uma sopa é um petisco perfeito. Bjs a todas/os.

17 julho 2012

Tortilha de Legumes

"Eles" amuaram os dois. E se há coisa engraçada de se ver, são aqueles dois de "trombas" um com o outro. No meio da zanga, o filho esqueceu-se do seu amuo e pergunta ao pai: O que é digital? E o pai respondeu: É o contrário de analógico! Conclusão, ficou na mesma. E eu na cozinha entre a espada e a parede, quer dizer, entre o fogão e a frigideira vazia, a tentar decidir, se os levava a jantar fora... Ou... Limpava algumas sobras no frigorífico.

Ingredientes para 3 pessoas:
- 1 cebola pequena
- 1/2 alho francês pequeno (só a parte branca)
- 2 tomates chucha
- 1 cenoura
- 3 ovos xl
- 3 colheres de sopa de leite
- 4 fatias de fiambre de perú fumado
- 1 colher de chá de cebolinho seco
- 1 mão cheia de ervilhas cozidas
- azeite q.b.
- sal q.b.
- pimenta branca q.b

Preparação:
Numa frigideira grande com um fio de azeite refoga-se a cebola e o alho francês picados. Acrescenta-se o tomate picado já livre de pele e sementes, deixa-se cozinhar uns minutos, para de seguida colocar a cenoura ralada. Corta-se o fiambre aos quadradinhos e acrescenta-se aos legumes, juntamente com o cebolinho. Envolve-se bem. Por fim bate-se os ovos com o leite, tempera-se de sal e pimenta. Verte-se no preparado anterior juntamente com as ervilhas. Cozinha-se até estar bem firme por baixo. Pode-se virar com a ajuda de um prato e cozinhar do outro lado, ou colocar no forno para dourar apenas na parte de cima, que foi o que fiz. Simples e poupei na ida ao restaurante. As sobras fazem maravilhas. Bjs a todas/os.

A Chegada.

A chegada é tão boa como a partida.  A chegada às nossas coisas, à nossa vida habitual, aos cheiros que diariamente sentimos e nem damos por eles. É bom chegar. Imaginem-me de volta... Todas as preocupações tiveram resultados positivos e a minha cabeça já está onde deve estar. Junto ao resto do corpo claro! Agradeço a vossa paciente espera e dedicação e já a seguir uma receita. Bjs do coração a todas/os.

P.S.: E por coincidência estou exactamente com a mesma roupa que fui...

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...