28 agosto 2012

Pães Com Chouriço

Já estou em contagem decrescente para o regresso à vida habitual. O balanço das férias no geral é positivo. Num mês pode acontecer muita coisa. Houve tempo para praia, piscina, caminhadas à noite, muitos piqueniques, visitas históricas, pequenas viagens por Portugal, idas ao cinema, almoços com amigos, estar com a família, conhecer mais uma amiga para lá de um blogue, ter uma gastroentrite, alguém bater no meu carro e fugir, fazer limpezas e pequenos arranjos em casa, ter todos os meus sobrinhos comigo durante alguns dias, enfim são muitos dias de férias bem aproveitados. Cozinhei muito, mais para além do que é permitido a uma mulher de férias, mas quando se tem em casa dois comensais ansiosos pelos meus cozinhados, é sempre um prazer cozinhar. Aqui ficam os pães com chouriço que faço sempre para acompanhar o caldo verde.

Ingredientes para 4 pães:
- 200g de farinha de trigo tipo 65
- 100g de água
- 25g de azeite
- 1 saqueta de fermento padeiro seco 
- 1 pitada de sal
- 1 chouriço corrente extra

Preparação:
A minha balança tem uma função que basta carregar na "tara" e volta ao zero, por isso é muito simples ir pesando todos os ingredientes e só se suja uma taça.
Na balança digital coloca-se uma taça grande, mistura-se a água, o azeite e o sal.  Depois acrescenta-se a farinha e o fermento. Amassa-se até se despegar das mãos e formar uma bola. Tapa-se a taça com película aderente ou um pano grande e deixa-se levedar em local seco e quente, até duplicar o volume (cerca de 2 horas).
Polvilha-se a bancada de trabalho com farinha. Divide-se a massa em quatro partes iguais. Se necessário polvilhar um pouco a massa com farinha (para se despegar das mãos) e ir amassando com o rolo da massa, tão fina quanto o desejarem. Faz-se 4 rectângulos e coloca-se as rodelas finas de chouriço no sentido que se vai enrolar (fiz 4 filas), fazendo filas espaçadas. Enrola-se a massa cuidadosamente e fecha-se as extremidades.
Deixa-se repousar a massa mais uns minutos, já no tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha.
Vai ao forno pré-aquecido a 220º, aproximadamente 20 minutos ou até estarem cozidos. Bjs a todas/os.

20 agosto 2012

Pastéis De Bacalhau


Há situações que nos envergonham, daquelas provocadas por terceiros e que escondemos a sete chaves dentro de nós. Situações que nos fazem repensar uma série de coisas e reformular todo o caminho que temos pela frente. Para esta mensagem ficar parecida com o meu estado de espírito real, porque este é um blogue real e por detrás dele está um ser humano real e verdadeiro na sua expressão escrita, decidi fazer pela primeira vez na história do meu trajecto culinário, pastéis de bacalhau (receita da mãe Elisabete) e só apeteceu-me dizer: "devias ter vergonha Carla, tantos anos a cozinhar e nunca fizeste uns pastelinhos, shame on you Carla! Shame on you!"

Ingredientes para mais de 20 pastéis:
- 3 postas de bacalhau finas
- 4 batatas grandes
- salsa a gosto
- 1 ovo
- sal
- pimenta
- noz moscada
- óleo para fritar

Preparação:
Cozer o bacalhau, retirar a pele e espinhas e lascar. Cozer as batatas, que convêm ser de boa qualidade e cortadas não muito pequenas. Escorrer e reduzi-las a puré. Numa taça grande colocar o bacalhau e com as mãos amassar para desfiar bem. Acrescentar as batatas já reduzidas a puré e a salsa picada (ou coentros). Temperar de sal, pimenta e noz moscada. Envolver bem. Misturar o ovo batido e tornar a envolver. Aquecer o óleo. Fazer os pastéis com a ajuda de duas colheres e fritar em óleo quente. Escorrer em papel absorvente. Simples não é? Serei eu a única envergonhada? Bjs do coração a todas/os.

18 agosto 2012

Espetadas De Lulas

Parece que o Sr. Blogger entimidou-se e o meu blogue está de novo sem problemas, que pelos vistos só me "in"afectou a mim. Obrigada pela vossa ajuda.
E quem é que tinha razão quem era? Era eu, pois que já choveu nas minhas férias, mas também diga-se de passagem não me transtornou lá grande coisa. Apesar de tudo, dou sempre "graças aos santinhos" por esta chuva.
Posto isto, umas espetadas caseiras para continuarmos as férias.

Ingredientes para 4 espetadas:
- 4 lulas grandes
- 1/2 chouriço
- 1 cebola
- 1/2 pimento vermelho
- 1/2 pimento verde
- 1/2 limão
- sal
- pimenta
- azeite

Preparação:
Depois de limpas, corta-se as lulas às tiras, o chouriço às rodelas, os pimentos aos quadrados, a cebola aos quartos e novamente ao meio separando as várias camadas. Dispõe-se a gosto nos espetos. Tempera-se de sal e pimenta, sumo de limão e pincela-se com azeite. Usei um grelhador eléctrico.  Fui pincelando as espetadas com azeite sempre que necessário  até estarem bem grelhadas. Bom apetite. Bjs a todas/os.

P.S. - Tinha aqui uma novidade, mas depois para não dizerem que sou má e isto e aquilo, não vou dizer já. Mas roam-se, roam-se de invejoca outra vez.


14 agosto 2012

De Trombas... Outra Vez.

Minhas caras leitoras e leitores, será que é impressão minha, ou passa-se aqui alguma coisa no meu blogue? Notam alguma anomalia? Digam de vossa justiça, pois que eu estou quase, quase a interromper as férias e ir ter uma conversita com o Sr. Blogger.

Caldo Verde Com Chouriço


Caldo Verde lembra-me as férias. Palavras para quê...


Ingredientes para 4 pessoas:
- 500g de batata
- 100g de caldo verde (couve galega)
- 1 cebola grande
- 1 dente de alho
- 1/ chouriço (usei da Guarda)
- 1.250 ml de água
- sal
- azeite

Preparação:
Pica-se a cebola e o alho grosseiramente. Coloca-se na panela juntamente com o chouriço sem pele cortado às rodelas e um fio de azeite. Deixa-se refogar bem. Retira-se o chouriço e reserva-se. Acrescenta-se a água à panela e junta-se as batatas já descascadas e cortadas aos quadrados. Deixa-se ferver. Assim que que as batatas estiverem cozidas, tritura-se com a varinha mágica. Tempera-se de sal. Coloca-se de novo ao lume e junta- a couve picada finamente. Deixa-se até a couve ficar  bem tenra. Serve-se quente e com as rodelas do chouriço. Bjs a todas/os.

11 agosto 2012

Moelas Cremosas


Hoje fiz uma pausa nas férias. Para além de servir para descansar, também serve para contar-vos as novidades. É possível vivermos felizes com pouco, é assim que  temos de nos habituar.
Tenho 2 irmãos e lembro-me das brincadeiras, das viagens de um dia por Portugal, das idas à praia e ao campo sempre com a geleira atrás. Não houve museus ou castelos que não tivéssemos visitado vezes e vezes sem conta. Tudo era simples. Não precisávamos de passar semanas fechados num hotel com piscina num país qualquer, nem de ir comer aos melhores restaurantes. Tivemos uma infância pura e o privilégio de sentir coisas que agora a criançada não vive. Isto para vos dizer que não é a malvada da crise, da troika ou do FMI, que vai destronar-me.
Organizei as minhas férias e possivelmente são mais trabalhosas que outras, mas tenho me divertido muito, entre viagens de um dia, banhos de praia e piscinas públicas, caminhadas à noite, visitas a castelos sempre com a geleira atrás e digo-vos que não me importo nada. Ainda vai a missa a metade e pelos vistos estou com sorte, ainda não choveu.
Deixo-vos um petisco que faço sempre da mesma maneira, adaptado de um livro da Activa de Cozinha Regional Portuguesa e custa uma pechincha. E para a crise, puta que a pariu!

Ingredientes:
- 800g de moelas de frango
- 2 fatias finas de bacon
- 3 colheres de sopa de polpa de tomate
- 2 cebolas
- 2 dentes de alho
- 200ml de vinho branco
- 100ml de leite
- 1 colher de chá de mostarda
- 1 colher de chá de amido de milho
- 1/2 limão
- sal
- pimenta
- azeite
- molho piripiri
- coentros

Preparação:
Depois de limpas e lavadas corta-se as moelas ao meio. Tempera-se de sal, piripiri e sumo de limão. Deixa-se marinar uma hora. Num tacho com azeite refoga-se muito ligeiramente as cebolas às rodelas e os alhos picados. Junta-se as moelas, o bacon às tirinhas e deixa-se cozinhar um pouco. Junta-se a polpa de tomate e o vinho. Cozinha-se com o tacho destapado até evaporar o vinho. As moelas levam o seu tempo a cozinhar até ficarem macias, normalmente à volta de uma hora. À parte mistura-se ao leite, o amido de milho e a mostarda. Verte-se esta mistura às moelas (já tenras) e apura-se até o molho engrossar. Polvilha-se com coentros picados ou salsa se preferirem. Acompanhem com arroz branco ou então um pão é quanto bastou para me deliciar. Bjs a todas/os do coração.

06 agosto 2012

Alho Francês À Brás

Parece que foi hoje, que sentada à mesa da cozinha com a minha amiga Patrícia, ela me falava que na sua casa fazia-se alho francês à brás. Não tardei a experimentar e hoje passados uns 6 anos ainda não me esqueci, nem desse dia, nem desta forma de cozinhar alho francês. É uma receita económica e rápida de fazer, que pode bem ser uma excepção à rotina dos grelhados e das saladas de verão.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 1 alho francês grande (só a parte branca)
- 1 dente de alho
- 1 folha de louro
- 4 ovos XL
- 300g de batata palha
- coentros
- azeite
- sal
- pimenta branca
- noz moscada
- azeitonas pretas

Preparação:
Num tacho com um fio de azeite e a folha de louro refoga-se o alho francês às rodelas bem finas e o dente de alho bem picado até reduzir de volume. Mistura-se a batata palha e reserva-se. À parte bate-se os ovos juntamente com uma pitada de sal, noz moscada e a pimenta. Verte-se na mistura anterior e envolve-se bem e em lume brando, mexendo sempre para não pegar no fundo do tacho. Acrescenta-se os coentros picados e envolve-se novamente. Serve-se com azeitonas pretas e polvilha-se com mais coentros ou salsa se preferirem. Acompanha-se com uma salada de alface. Bjs a todas/os.

04 agosto 2012

Couve Roxa Salteada


Se não está a chover, possivelmente a esta hora estou de "molho" outra vez a aproveitar o bom tempo, pois o karma encarrega-se sempre de me dar chuva nas férias, portanto, ela deve estar por aí a chegar.
É bom não complicar demasiado, por isso sem grandes demoras, couve roxa salteada.

Ingredientes para 2 pessoas:
- 1/2 couve roxa
- 1 dente de alho
- 1 folha de louro
- 1 colher de chá de vinagre balsâmico
- sal
- azeite

Preparação:
Colocar uma frigideira grande ao lume, depois de quente, um fio de azeite e a folha de louro. Cortar a couve finamente e saltear na frigideira juntamente com o alho bem picado. Deixar uns minutos até a couve estar tenra. Temperar de sal. Acrescentar o vinagre e envolver bem. Um simples e bom acompanhamento . Bjs a todas/os.

02 agosto 2012

Caril de Lentilhas Com Bacon

Por esta altura devo estar de "molho" por aí numa piscina qualquer, mas, para não se esquecerem de mim vou deixando uns post´s agendados durante este mês de Agosto. Convém salientar, senão haverá gente que vai dizer que não estou a dizer a verdade neste mundo virtual, que de "molho" para mim, é apenas molhar os pézinhos. Aproveito também para vos informar que já estou boazinha outra vez e Ondina tens de voltar a gostar de mim, tá? Senão lá vou eu fazer beicinho outra vez. Deixo-vos a minha primeira vez de lentilhas e posso dizer que lentilhas não é para todos. Pois que eu sozinha despachei um tacho para 6 pessoas aproximadamente...

Ingredientes para 6 pessoas:
- 250 g de lentilhas
- 2 tomates
- 2 cenouras
- 1 courgette
- 4 chalotas (pequenas)
- 1 folha de louro
- 100 ml de vinho branco
- 1 colher de chá de caril em pó
- 1 colher de chá de molho piri piri
- 1 colher de sopa de coentros frescos picados
- 1 fatia grossa de bacon
- 1 litro de água
- azeite
- sal

Preparação:
Deixa-se as lentilhas de molho em água de um dia para o outro. Num tacho com um fio de azeite refoga-se as chalotas picadas juntamente com a folha de louro, até ficarem translúcidas. Acrescenta-se o bacon aos cubos e deixa-se fritar. Depois coloca-se o tomate picado e sem pele, (desta vez achei por bem aproveitar as sementes e todo o suco interior), o vinho e deixa-se até reduzir e evaporar todo o vinho. Por essa altura é hora de colocar o caril em pó e envolver bem. Verte-se a água quente e deixa-se ferver para depois colocar as lentilhas já escorridas. Tempera-se de sal e o molho piri piri. Deixa-se cozinhar 20 minutos em lume moderado, para por fim podermos acrescentar as cenouras e a courgette cortadas aos cubos e cozinhar mais uns 10 minutos sensivelmente. Apaga-se o lume e envolve-se os coentros. Serve-se quente e acompanha-se com arroz basmati. Bjs a todas/os. Aproveitem a vida.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...