31 dezembro 2013

Gelatina De Tangerina

Esta humidade é a inimiga n.º 1 da minha asma. Os dias têm de ser passados com calma, muito descanso e um pouco isolada do mundo para evitar qualquer recaída. Mesmo a propósito, ontem recebi uma das novas gelatinas das Fábricas Lusitana, e se faltava a sobremesa na ementa da passagem de ano, rapidamente resolvi o problema. Uma sobremesa rápida que podemos juntar fruta fresta, só para não dizerem que não me esmerei. 

Ingredientes para 4 pessoas:
- 1 embalagem de gelatina de tangerina "Branca de Neve"
- 500ml de água a ferver
- gomos de 3 tangerinas

Preparação:
Misturar o conteúdo da embalagem em 500ml de água a ferver até dissolver completamente. Dividir em 4 taças juntamente com os gomos da tangerina (com a tangerina inteira, cortar os gomos com uma faca bem afiada de forma que se retire a pele dos lados). Deixar arrefecer e levar ao frigorífico até solidificar. Simples e muito prático de fazer. Até porque já estamos todos cansados de sobremesas muito calóricas e difíceis de fazer.

Feliz Ano Novo! 
Que a entrada em 2014 vos traga muitas surpresas boas e não se esqueçam de temperar bem a vossa vida.

Carla Sousa

30 dezembro 2013

Hambúrguer Familiar

Um dia destes fomos os três comer um hambúrguer gigante a um café aqui perto. A experiência tornou-se bastante cómica. O desafio foi lançado pelo "mais-que-tudo" e pelo "piolho encardido" e cá está um hambúrguer bem caseiro para dividir com toda a família.








Ingredientes para 3 a 4 pessoas:
- 500g de carne picada (vaca e porco)
- sal fino q.b.
- 1 colher de sopa de tomilho fresco picado
- 1 colher de chá de alho seco moído
- pimenta moída q.b.
- 2 cebolas médias às rodelas finas
- azeite q.b.
- 4 fatias de queijo
- 4 fatias de fiambre
- 1 mão cheia de rúcula
- 1 cenoura ralada no crivo mais largo do ralador
- 1 tomate às rodelas
- maionese e ketchup misturados q.b.

Preparação:
Temperar a carne de sal, tomilho, alho seco, pimenta e envolver bem. Dar a forma de um hambúrguer (o tamanho de uma frigideira grande, pois a carne ainda encolhe um pouco quando cozinhada). Numa frigideira grande com um fio de azeite, refogar a cebola até ficar bem macia. Retirar e reservar. Na mesma frigideira e sem mais nenhuma gordura adicionada, fritar a carne de ambos os lados. Por fim, abrir o pão ao meio, regar ambas as fatias de pão com o molho que se formou da carne, colocar a cebola, o hambúrguer, o queijo, o fiambre, a rúcula, a cenoura, o tomate, o molho de maionese e ketchup e dividir como irmãos! 

O pão foi uma experiência que fiz com a massa habitual que faço para as pizzas. Dobrei a dose e pus 2 ovos inteiros e um pouco mais de farinha para compensar. Antes de levar ao forno pincelei com gema de ovo e polvilhei com sementes de papoila. Fica a promessa da receita com as dosagens certas em breve. Poderão usar um pão caseiro vulgar.

Bjs a todas/os!

27 dezembro 2013

Bolachas de Manteiga

Depois de todos os exageros cometidos nesta época festiva, umas bolachas de manteiga a acompanhar uma bebida bem quente, certamente não irá fazer mal. A receita é bem simples, vi-a há um par de anos no blogue da Joana Roque e nunca mais a esqueci. Gosto de fazê-las finas e deixá-las bem estaladiças. 

Ingredientes para 56 bolachas:
- 300g de farinha de trigo
- 200g de manteiga à temperatura ambiente
- 100g de açúcar refinado

Preparação:
Poderá fazer-se manualmente, mas para facilitar a preparação, juntar a farinha e a manteiga aos pedaços no robot de cozinha e triturar até parecer migalhas. Colocar numa taça e acrescentar o açúcar. Amassar até ficar uma massa bem unida e maleável. Poderá levar algum tempo, não se assustem. É continuar a amassar. Polvilhar a bancada de cozinha com farinha e estender a massa (com cerca de 3mm de espessura, se desejarem mais finas que o habitual). Usei um molde em forma de coração. Colocar as bolachas no tabuleiro de ir ao forno e com papel vegetal. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 5 a 6 minutos dependendo da espessura das bolachas e do vosso forno. Assim que começarem a ficar douradas retirar e deixar arrefecer antes de guardar. É uma receita fácil de memorizar e depois de praticar vezes e vezes sem conta é deliciosamente fácil fazer. Bjs do coração a todos!

24 dezembro 2013

A Receita Do Natal

Por esta altura meio mundo prepara-se para a consoada. Entre iguarias, doces, presentes e o mais importante, estarmos rodeados das pessoas que amamos. 
Da minha parte desejo a todas/os meus leitores e amigos, um Natal cheio de tudo o que é bom, não esquecendo que temperar a vida é importante!

Beijinhos,
Carla

22 dezembro 2013

Sopa de Peixe (Económica) Com Ovo Escalfado E Croutons

O mês de Dezembro é um mês de muitos gastos. Entre o natal e passagem de ano, ainda tenho a festa de aniversário do "piolho encardido" que se lembrou de nascer no mesmo dia que o menino Jesus. Portanto, há que poupar e fazer refeições saborosas e ligeiras. No dia anterior fiz três douradas assadas no forno, e retirei-lhes as cabeças para que coubessem melhor na travessa. Aqui nada se desperdiça e com as cabeças e o meu tempero fiz uma sopa leve de peixe bastante agradável.  Duvidam? Até o piolho gostou!

Ingredientes para 2 pessoas:
- cabeças de peixe (usei 3 cabeças de douradas médias)
- 1,5 litro de água
- 1 colher de sopa de coentros em grão
- 1 colher de café de pimenta em grão
- sal q.b.
- azeite q.b.
- 1 cebola picada
- 1 dente alho picado
- 1/2 lata de tomate pelado aos pedaços
- 1 mão cheia de massa cotovelinhos
- 2 ovos escalfados
- croutons caseiros
- coentros frescos picados q.b.

Preparação:
Cozer as cabeças de peixe com água temperada de sal, os coentros em grão, a pimenta e um fio de azeite. Coar e reservar um litro do caldo. Retirar das cabeças do peixe toda a carne e desfiar. Fazer um refogado com a cebola, o alho e um fio de azeite. Adicionar o tomate e deixar cozinhar com tampa até o tomate ficar bem macio. Acrescentar o caldo e triturar bem. Levar ao lume novamente e quando levantar fervura adicionar a massa e cozer até ficar "al dente". Acrescentar o peixe desfiado que mesmo que seja pouco dá muito sabor. Retificar o tempero. Servir quente com ovo escalfado e croutons caseiros. Beijinhos a todas/os.

19 dezembro 2013

Visita A Évora E Um Virar De Página

Não é à toa que Évora é Património Mundial, por isso a família Sousa decidiu voltar lá depois de alguns anos. Partimos rumo a ela num fim de semana a três, para nos despedirmos em grande, deste ano tão conturbado. Foram dois dias bem saboreados a gozar de um verão de S. Martinho em Dezembro. Passámos a cidade a pente fino para que ficassem poucos lugares por visitar. Visitei o mercado, como não podia deixar de ser e fiquei encantada com tanto aprumo. De Évora trouxe uma faca de cozinha, para de uma vez por todas deixar para trás a faca que me acompanha há tantos anos e já com grande esforço a uso. Eu mudei e ela já não me dá aquilo que eu preciso. Mas vamos com calma até passar para uma verdadeira faca de chefe. Foi comprada a uma velhota na rua que me fez lembrar uma das minhas avós. O "mais-que-tudo" regateou o preço como sempre, mas a senhora levou a melhor, porque no fundo era mesmo isso que nós queríamos. Fiquei muito contente por esta pequena mudança e para melhor. É bom deixarmos para trás as coisas que já não nos interessam. Aproveitei também para almoçar uma açorda de bacalhau e aperfeiçoar a minha, para que os meus leitores alentejanos não fiquem zangados comigo. Do Alentejo trago sempre boas recordações.

Bjs a todas/os.

17 dezembro 2013

Preparado De Especiarias Para Caril

Mexer em tantas especiarias é engraçado. Dá-nos um certo poder. Parecia eu uma expert na minha cozinha, ali a mistura-las com o objetivo de criar magia. É simples podermos mimar quem gostamos com pequenos pedacinhos de nós, do nosso tempo, da nossa energia ou da nossa criatividade. Nestes pequenos frascos está um pedaço de mim misturado com notas de música que cantarolei enquanto desajeitadamente punha colheradas de pó mágico nos frascos. E sim, fui muito feliz enquanto preparei estes e outros mimos caseiros para oferecer este Natal. E sim também já experimentei ontem um caril de peixe com camarão e aprovaram o meu tempero.

Ingredientes para cada frasquinho:
- 1 colher de chá de coentros em pó
- 1 colher de chá de salsa seca
- 1 colher de chá de alho em pó
- 1 colher de chá de cominhos em pó
- 1  1/2 colher de chá de açafrão das Indias
- 1 colher de café de pimenta preta em pó
- 1 colher de chá de sementes de funcho
- 1 colher de chá de grãos de coentros

16 dezembro 2013

Brownie De Chocolate E Avelãs E O Sentido Da Visão

Ele estava amuado e eu tal Diva arrastei-me pela minha maldade e elaborei um Plano B. Aproveitei a sua saída de casa, e planeei um casamento quase perfeito, chocolate e avelãs, o seu fruto seco preferido. As ameixas secas fariam "jus" ao meu terrível plano, mas ele comeu a caixinha toda, antes que eu salvasse algumas. Preparei delicadamente um brownie de chocolate e avelãs e com perfume a baunilha. Contei o tempo do forno, para que ele saísse quente e que fosse proibido come-lo assim que ele abrisse a porta de casa. Ele entrou e direto à cozinha vislumbrou aquele mimo e disse: "Fizeste o bolo que eu tanto gosto com as avelãs para mim?" E eu tal Diva novamente, respondi: "Era só o que faltava! E também não podes comer que ainda está quente e tenho de fotografar". Ele enrijeceu mais o seu coração e prometeu que jamais iria comer uma fatia que fosse deste bolo, pois que se enciumou com o meu blogue. O bolo arrefeceu, fotografei e guardei a fatia do meio para ele, aquela que ele anseia sempre, que quase o chocolate derrete por entre as garfadas. Mas ele não comeu de imediato. Tapou a fatia com papel prata e saiu triunfante naquele minuto. Esperou que eu virasse costas e em segredo deliciou-se para que eu não visse. Ele é um homem da imagem, não fosse ele fotógrafo e eu sou apenas uma mulher em frente a um homem implorando que a ame, sou apenas uma rata velha que decidiu usar o sentido da visão para amolecer o seu coração, ainda mesmo que secretamente.

E assim participo no passatempo do blogue "Limited-edition" com o sentido da visão o meu eleito.


Ingredientes:
- 200g de chocolate culinário partido aos pedacinhos
- 125g de manteiga amolecida
- 200g de açúcar refinado
- um "pitada" de sal
- 6 colheres de sopa de cacau em pó
- 1 colher de sobremesa de essência de baunilha
- 4 colheres de sopa de farinha com fermento
- 4 ovos (tamanho médio)
- 100g de avelãs torradas e já sem a pele

Preparação:
No robot de cozinha colocar o chocolate e triturar. Adicionar a manteiga, o açúcar, uma pitada de sal, o cacau em pó, a essência de baunilha, a farinha e voltar a bater até estar tudo bem misturado. Por fim ir acrescentando os ovos um de cada vez e ir batendo. Untar uma forma com manteiga, colocar papel vegetal e voltar a untar (eu usei a minha habitual forma de louça quadrada de 23 cm). Torrar as avelãs numa frigideira e com a ajuda de um pano de cozinha, friccionar as avelãs para que a pele saia com mais facilidade. Distribuir as avelãs, umas inteiras outras picadas pela massa. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 20/25 minutos. Ter atenção para que o brownie fique com aquela textura húmida e não demasiado cozido. É só estarem atentos ao vosso forno. Se utilizarem uma forma retangular e maior, o tempo de cozedura reduz. Bjs a todas/todas e boa semana!

Receita inspirado no Jamie Oliver.

12 dezembro 2013

Risotto De Abóbora Com Salmão E Tomate Cereja

Quando era miúda, embirrava com o bacalhau cozido na noite da consoada e lembro-me que o preferia comer cru e desfiado. A minha mãe fazia-me sempre a vontade. Acho que essa embirração era mais fruto da minha  irreverência do que outra coisa. Sempre fui arisca a cumprir estas regras. Por isso, para participar no passatempo do "Pratos que falam", decidi mais uma vez ser uma menina má comportada e fazer um prato fora do contexto, mas que para mim poderá ser um ensaio da minha consoada. Um prato delicioso e colorido com os tons do natal. 


Ingredientes para 2 pessoas:
Para o risotto:
- 200g de arroz arbório
- 300g de abóbora (pesada sem casca e sementes e cozida com o caldo de legumes)
- 1 cebola picada
- 1 dente de alho picado
- 1 folha de louro
- 1 litro de caldo de legumes
- 100 ml de vinho branco
- 3 hastes de tomilho fresco
- 1 colher de sopa de concentrado de tomate
- 1 noz de manteiga
- 2 colheres de sopa de parmesão ralado
- azeite q.b
- sal q.b.
- 2 gomos de limão para servir

Para o salmão:
- 2 postas de salmão
- sal q.b.
- pimenta moída q.b.
- azeite q.b.
- 1 dente de alho com casca ligeiramente esmagado
- 1 colher de chá de coentros em grão
- 1 colher de chá de endro seco
- 3 hastes de tomilho fresco
- 10 tomate cereja

Caldo de Legumes:
- 1 cenoura
- 1 alho francês (só a parte branca)
- 1 talhada de abóbora (300g)
- 1 molho de coentros
- 1 talo de aipo com as folhas
- sal q.b.

Preparação:
Para o caldo de legumes, colocar uma panela com água temperada de sal e adicionar todos os legumes (coloquei todos inteiros). Deixar ao lume até ficarem bem cozidos. Retirar a abóbora e 1 litro do caldo. Triturar no liquidificador e reservar.

Temperar o salmão com sal e pimenta moída. Aquecer uma frigideira grande com um fio de azeite, o dente de alho, os grãos de coentros, o endro e as hastes de tomilho e deixar libertar os seus aromas no azeite. Fritar as postas de salmão de ambos os lados e a meio da cozedura adicionar o tomate cereja. Ter atenção para não cozinhar demasiado o salmão pois ficará seco.

Para o risotto, levar ao lume um tacho de fundo grosso com um fio de azeite, a cebola, a folha de louro e as hastes de tomilho. Deixar refogar até ficar transparente. Adicionar o concentrado de tomate e mexer. Juntar o arroz e mexer durante 1 minuto. De seguida o alho picado, o vinho e mexer até que este evapore. A partir daqui ir vertendo conchas do caldo da abóbora até evaporar. Repetir esta operação até o arroz estar cozido. Poderá não ser necessário usar o caldo todo. Depois de cozido retirar do lume, adicionar a manteiga e o queijo parmesão. Envolver e servir de imediato, acompanhado do salmão, o tomate cereja e um gomo de limão. Bom apetite!



11 dezembro 2013

Perninhas De Frango Com Especiarias No Forno


Esta época lembra-me sempre a família com que cresci e até hoje mantenho laços fortes, tal como antes. Apesar de parecer uma mulher forte, sou uma menina insegura a quem o colo da mãe e do pai sabe tão bem como quando tinha 5 anos. É bom crescer assim num lar tão equilibrado. Apesar de 2013 ter-se manifestado um ano pouco auspicioso, hoje passei o dia apenas a recordar os momentos bons que passei na companhia de todos, nos almoços prolongados, nos passeios com a marmita atrás, e tanta, tanta coisa boa que fiz para passar uma boa rasteira à crise e ao futuro incerto. A vida resume-se a momentos, tudo são momentos, momentos de alegria e de boas gargalhadas. Apesar dos maus momentos terem pesado mais na balança, hoje só quero pensar nos bons. É por isso que nunca ver-me-ão ansiar por coisas materiais.

Ingredientes para 10 perninhas:
- 10 perninhas de frango médias
- sal q.b.
- pimenta moída q.b
- raspa e sumo de 1 limão
- 1 colher de sopa de salsa seca
- 1 colher de chá de endro seco
- 1 colher de chá de pimentão doce
- 2 dentes de alho espremidos (com utensílio manual próprio ou picado com a faca)
- 3 colheres de sopa de vinho branco
- 2 colheres de sopa de azeite
- 1 colher de sopa de concentrado de tomate

Preparação:
Temperar o frango com todos os ingredientes. Envolver bem e de preferência deixar a marinar durante a noite. Levar ao forno a 200º, aproximadamente 45/50 minutos (dependente do seu tamanho) ou até estarem bem douradas e cozinhadas por dentro. Ir regando com a marinada. Servir quente acompanhado do vosso arroz preferido e uma salada de alface. Bom apetite!

09 dezembro 2013

Sal Aromatizado Com Orégãos e Piri-Piri


A blogosfera está repleta de boas ideias para presentes caseiros e económicos. Sal aromatizado não é novidade para ninguém, mas fica a ideia se estão sem saber o que fazer. Basta passar o ano a guardar todos os frascos, ter sempre em casa saquinhos, fitas, papel craft, cartão e outros adornos que poderemos ir juntando. Depois é só comprar o sal, os orégãos secos e o piri-piri (que triturei), misturar tudo e oferecer com muito amor. Boa Semana!

03 dezembro 2013

Cuscuz De Rúcula Com Potas E Legumes


Os dias frios deixam-me sempre com menos vontade de partilhar as minhas receitas, fruto de muita preguiça. O sol põe-se mais cedo e nunca vou a tempo de fotografar com a luz natural que tanto aprecio. Nesses dias o que me vale é ser casada com um fotógrafo e há sempre uma máquina melhor que a minha para fotografar dentro de casa e que eu saiba mexer claro. Não é segredo nenhum que tenho uma paixão secreta por cuscuz e desta vez combinei com potas, uma variação às lulas bem mais económica. É certo que dá algum trabalho a arranjar, mas com amor tudo se faz.

Ingredientes para 3 pessoas:
- 1 kg de potas congeladas
- 1/2 pimento verde
- 1/2 pimento vermelho

- 1/2 alho francês (só a parte branca)
- 1 mão cheia de rosetas de bróculos
- 1 cenoura
- 12 tomates cereja
150g de cuscuz
- 200ml de água a ferver
- 100g de rúcula
- sal q.b.
- molho de soja q.b.
- molho picante q.b.
- azeite virgem q.b.

Preparação:

Arranjar as potas, retirando todo o interior e a membrana fina do "corpo". Cortar às tiras e os tentáculos ao meio. Temperar com sal, molho de soja e molho picante a gosto.
Aquecer uma frigideira com um fio de azeite. Adicionar os pimentos cortados aos quadrados pequenos, o alho francês às rodelas largas e depois às tiras finas e deixar cozinhar até ficarem bem macios. Acrescentar as potas e cozinhar até ficarem tenras. Acrescentar por fim as rosetas de bróculos, a cenoura cortada (com o descascador das batatas) às tiras finas no sentido longitudinal e os tomates cereja inteiros. Cozinhar apenas uns minutos, para os legumes ficarem crocantes.
No robot de cozinha triturar a rúcula. Colocar o cuscuz numa tigela e verter água a ferver, juntamente com uma pitada de sal e um fio de azeite. Quando a água estiver toda absorvida separar os grãos com um garfo e misturar com a rúcula. Servir o cuscuz quente e com as potas por cima. Boa Semana a todas/os!

20 novembro 2013

Lascas De Bacalhau Confitado Com Migas De Broa De Milho E Nabiças




Mais uma receita de bacalhau.

Ingredientes para 2 pessoas:
Para o bacalhau confitado:
- 2 postas de bacalhau demolhadas e escorridas
- 1 garrafa de azeite virgem (ou o suficiente para cobrir as postas)
- 1 colher de sopa de grãos de coentros
- 4 grãos de pimenta da Jamaica
- 1 folha de louro
- 2 dentes de alho esmagados com a casca
- 3 hastes de tomilho fresco
Para as migas:
- 1 molho de nabiças
- 2 dentes de alho esmagados com a casca
- 4 colheres de sopa de azeite
- 2 fatias de broa de milho
- sal q.b.
- pimenta moída q.b.

Preparação:
Colocar as postas de bacalhau num tacho pequeno. Cobrir com o azeite e adicionar os restantes ingredientes. Levar ao lume baixo e destapado. Deixar cozer a baixa temperatura, aproximadamente 20 minutos (dependendo do tamanho das postas). Sempre que o azeite fervilhar retirar o tacho do lume por alguns segundos e voltar a colocar no lume. Escorrer, lascar e reservar. Depois de bem lavadas e arranjadas, cozer as nabiças em água a ferver e temperada de sal. Escorrer bem e reservar. Cortar a broa de milho aos cubos pequenos (retirar a côdea). Numa frigideira grande colocar o azeite a aquecer com os dentes de alho e deixar dourar a broa de milho. Adicionar as nabiças e envolver. Temperar de sal e pimenta. Servir as lascas com as migas e regar com o azeite da cozedura. Bom apetite!

17 novembro 2013

Sopa De Feijão Encarnado Com Espinafres E Massa Cotovelinhos



Já sabe bem saborear sopas quentinhas. Se bem que eu não sou o exemplo perfeito para dizer isto, visto que passei o verão a comer sopa da pedra e outras do género. Sou muito rebelde no que toca a tradições ou épocas certas para tudo e mais alguma coisa. Eu sou assim, não há nada a fazer. Sou mãe para deixar o miúdo mascarar-se no Ano Novo ou deixa-lo comer uma pizza ao pequeno almoço (deixando a ressalva que não sou permissiva em tudo e tem de haver um equilíbrio).
Já aqui referi que deixei as latas de feijão de lado, por agora, pois nada é eterno. Gosto de cozer as leguminosas em casa na panela de pressão e depois aproveitar todo o caldo. Caldo esse que faz a diferença numa sopa. De 500 g de feijão seco, depois de cozido, pode-se congelar uma parte e aproveitar todo o caldo, que é o que faço sempre.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 500g de feijão encarnado cozido (pesei depois de cozido e escorrido)
- 2 litros do caldo de cozer o feijão
- 1 cebola cortadas aos bocados
- 1 batata grande cortada aos bocados
- 50g de massa cotovelinhos
- 100g de folhas de espinafres
- azeite q.b.
- sal q.b.

Preparação:
Colocar a batata e a cebola a cozer no caldo da cozedura do feijão. Depois de cozido, adicionar o feijão, guardar uma pequena parte para pôr na sopa no final, e triturar bem com a varinha mágica. Voltar a colocar no lume, temperar de sal e deixar ferver. Adicionar a massa e os espinafres até estarem cozidos. Adicionar um fio de azeite e mexer. Servir quente e com boa companhia. Bom Domingo!

12 novembro 2013

Risotto De Bacalhau Com Coentros

Por aqui continuo com a difícil tarefa de fazer com que lá por casa o fã n.º 1 do bacalhau se enjoe depressa. Desta vez saiu um risotto de bacalhau que não é novidade por aqui. Apenas troquei alguns ingredientes e  a forma como confecionei o bacalhau para assim aproveitar a sua água da cozedura para o caldo do risotto. 

Ingredientes para 2 pessoas:
Para o bacalhau:
- 1 posta grande de bacalhau ou 2 pequenas
- sal q.b.
- 1 colher de chá de azeite
- 1 colher de chá de grãos de coentros
- 1 colher de chá de grãos de pimenta (usei branca)
- 4 pés de coentros frescos inteiros
Para o arroz:
- 200g de arroz arbóreo
- 1 lt de água da cozedura do bacalhau
- 100 ml vinho branco seco
- 50 ml de azeite
- 1 cebola picada
- 1 dente de alho picado
- 2 colheres de sopa de coentros frescos picados
- 1 colher de chá de manteiga
- 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

Preparação:
Cozer o bacalhau em 1,5 l de água, com sal, os grãos de coentros e pimenta, os coentros frescos e o azeite. Retirar o bacalhau, limpar de pele e espinhas e desfiar. Guardar cerca de 1 litro de água (passada pelo passador para retirar os grãos de coentros e de pimenta) da cozedura e manter quente.
Refogar a cebola com o azeite, até ficar transparente. Junta-se o arroz e mexe-se durante 1 minuto. Junta-se o alho picado, o vinho e mexe-se até que este evapore. Acrescentar a água da cozedura aos poucos, até evaporar. Repetir esta operação até o arroz estar cozido. Poderá não ser necessário usar a água toda. A meio da cozedura acrescentar o bacalhau e os coentros. Depois de cozido retirar do lume e adicionar a manteiga e o queijo parmesão. Envolver e servir de imediato. Bom apetite!

11 novembro 2013

Castanhas Assadas Em Casa Para a Comemoração do S. Martinho

As castanhas assadas são sempre da responsabilidade do "mais-que-tudo". Pois ninguém quer ver uma desajeitada com facas a cortar as castanhas (esta foi sempre uma boa desculpa para ser ele a corta-las, pois que não é de todo um trabalho fácil). Em todas as casas há a sua técnica para confeciona-las. Depois de alguns anos e várias experiências ele chegou à seguinte conclusão:
  1. Fazer um corte em todas as castanhas como se vê na foto
  2. Colocar as castanhas no tabuleiro do forno elétrico (usei um mini-forno), a 220º e com as 2 resistências ligadas, aproximadamente 35 minutos
  3. Colocar o cabo da colher de pau a prender a porta do forno durante a cozedura
  4. Depois de assadas polvilhar com sal grosso
As regras são dele, mas o que é certo é que resulta!
E vocês também quebram as regras com as castanhas?

Feliz São Martinho!

Pizza Com Tomate Cherry, Espinafres E Salmão Fumado



Já tinha saudades de fazer uma pizza. Adoro combinar vegetais ou legumes. O que parecia ser uma pizza simples, tornou-se de um sabor inconfundível com a combinação do queijo da ilha, uma das minhas paixões, e o salmão fumado.

Ingredientes para 1 pizza:
Massa:
- 200g de farinha de trigo tipo 65
- 100g de água morna
- 25g de azeite
- 1 saqueta de fermento padeiro seco (4,6g)
- 1 pitada de sal
Recheio:
- 100g de queijo ralado da ilha
- 12 tomates cherry 
- 1 mão cheia de folhas de espinafres baby 
- 100g de salmão fumado

Preparação:
Colocar a farinha numa taça grande com uma pitada de sal. Abrir um buraco ao meio e adicionar o fermento. Verter a água e o azeite e mexer para dissolver bem o fermento. Amassar um pouco até a massa despegar das mãos. Tapar a taça com película aderente ou um pano grande e deixar levedar em local seco e quente, até duplicar o volume. Polvilhar a bancada de trabalho com farinha e amassar uns minutos. Estender a massa com a espessura desejada. Polvilhar com o queijo ralado e dispor o tomate por cima. Deixar repousar a massa mais uns minutos, já no tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal. Levar ao forno pré-aquecido a 220º, aproximadamente 20/25 minutos. Retirar do forno e adicionar os espinafres e o salmão fumado. Servir de imediato. Bjs a todas/os e bom São Martinho!

08 novembro 2013

Bacalhau Confitado Com Batatinhas A Murro

Vivo "paredes meias" com o fã n.º 1 do bacalhau. Este fã chega a ser chato de tanto que o ouço dizer que nunca confeciono bacalhau. Passo a vida a explicar-lhe que enjoei de tanto ele falar. Um dia destes trouxe-me um presente. Não, não foi um ramo de rosas, foi um bacalhau. Lá tive de tratar o bacalhau como se fosse um filho e sempre com a sua supervisão. Para iniciar esta longa caminhada, comecei com bacalhau confitado que me surpreendeu pela positiva, pois não sou grande apreciadora de bacalhau cozido. Será sem dúvida uma receita a repetir, pois podemos guardar todo o azeite usado e voltar a usar. Não é de todo uma receita económica, mas podemos fazer umas excentricidades uma vez por outra, ou não? 

Ingredientes para 2 pessoas:
- 2 postas de bacalhau demolhadas e escorridas
- 1 garrafa de azeite virgem (ou o suficiente para      cobrir as postas)
- 1 colher de sopa de grãos de coentros
- 4 grãos de pimenta da jamaica
- 1 folha de louro
- 2 dentes de alho com a casca
- 3 hastes de tomilho fresco

Preparação:
Colocar as postas de bacalhau num tacho pequeno. Cobrir com o azeite e adicionar os restantes ingredientes. Levar ao lume baixo e destapado. Deixar cozer a baixa temperatura, aproximadamente 20 minutos (dependendo do tamanho das postas). Sempre que o azeite fervilhar retirar o tacho do lume por alguns segundos e voltar a colocar no lume. Servir quente, acompanhado de batatinhas "a murro" e regado com o azeite da cozedura. Bom apetite!

05 novembro 2013

Bolo De Ananás Invertido


Tenho feito alguns bolos, mais do que é costume na minha casa. Pois bem sei que o "mais-que-tudo" come mais do que devia e eu evito faze-los ou então faço-os pequenos e assim contorno mais um obstáculo. A forma (quadrada e de louça) que uso é a da fotografia que também foi mais um ajuste que tive de fazer para poder usar o meu mini-forno, pois quando faço bolos muito grandes tenho de ficar de vigia. Este bolo revelou-se uma pequena tentação, fica húmido por dentro e bem guloso, pelo que poderão reduzir a quantidade do açúcar.

Ingredientes:
- 4 ovos separados (tamanho L)
- 30g de manteiga amolecida
- 100ml da calda do ananás
- 150g de açúcar refinado
- 200g de farinha fina de trigo com fermento
- 5 rodelas de ananás em conserva

Para a caramelo:
- 100g de açúcar refinado
- 4 colheres de sopa de água

Preparação:
Para o caramelo colocar o açúcar e a água numa caçarola de fundo grosso e em lume médio. Ir agitando a caçarola até o açúcar estar derretido e apresentar uma cor dourada.
Untar uma forma (usei quadrada de louça de 23 cm), forrar com papel vegetal e untar o papel vegetal com manteiga também.
Bater as gemas com a manteiga e o açúcar, até ficar um creme esbranquiçado. Envolver a farinha peneirada com uma colher e alternar com a calda do ananás, até ficar bem misturado. Bater as claras em castelo e envolver cuidadosamente no preparado anterior.
Colocar o caramelo na forma, as rodelas de ananás e verter a massa. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 30 minutos. Deixar arrefecer, desenformar e deixar o ananás virado para cima. Saborear com moderação! Bjs a todas/os.

04 novembro 2013

Asas De Frango Fritas e Molho Branco



Uma das minhas melhores companhias para os petiscos é o "piolho encardido". Apanhei o "mais-que-tudo" fora, e lá fui fazer asas de frango, pois que ele acha que não têm nada para comer, mas eu e o piolho adoramos.

Ingredientes para 1 kg de asas de frango:
- sal q.b.
- pimenta preta moída q.b.
- 1 colher de sopa de coentros frescos picados
- 1 colher de sopa de tomilho fresco picado
- 1 colher de sobremesa de pimentão doce
- 2 alhos espremidos (com utensílio manual próprio)
- 1 limão (raspa e sumo)
- farinha de milho (ou de trigo) q.b.
- 2 a 3 colheres de sopa de azeite

Para o molho:
- 1 colher de sopa de farinha de trigo
- 200 ml de leite (usei magro)
- sal q.b

Preparação:
Temperar as asas com sal e pimenta a gosto. Adicionar os coentros, o tomilho, o pimentão doce, os alhos, a raspa e sumo do limão e envolver bem. Deixar a marinar um pouco para tomar o gosto. Escorrer as asas e polvilhar com a farinha (não é necessário muita). Aquecer uma frigideira grande com o azeite e fritar as asas em lume médio. É natural o azeite "espirrar", e para prevenir usar uma tampa ou papel vegetal molhado e escorrido ou até mesmo papel de alumínio. Depois de fritar manter as asas quentes e reservar. Para o molho basta colocar a farinha na mesma frigideira e aproveitar todos os sucos que ficaram. Mexer bem e acrescentar o leite. Mexer até engrossar. Retificar os temperos. Servir as asas com o molho e acompanhar com arroz basmati de açafrão ou outro a gosto. Boa semana!

28 outubro 2013

Quadradinhos De Chocolate Com Cobertura De Ganache De Chocolate


Este fim-de-semana acordei com uma vontade enorme de comer bolo de chocolate. Não sou fanática por tal, nem sei o que me deu, pois cada vez que faço bolos raramente os como, a não ser que esteja para aí virada. A ideia não me saía da cabeça e tive mesmo de pôr mãos à obra, sob pena de ter algum desfalecimento ou um ataque de coceira ou mesmo os meus níveis de açúcar baixarem de repente e precisar de algo doce. Sou uma mulher prevenida e lá fui fazer o bolo. Agarrei na minha receita de bolo de limão que resulta sempre. Troquei o limão por chocolate em pó e alterei a cobertura. Os bolos ficam bem fofinhos feitos desta forma. 

Ingredientes:
- 5 ovos separados (tamanho M)
- 30g de manteiga amolecida
- 50g de chocolate em pó
- 150g de açúcar refinado
- 150g de farinha fina de trigo com fermento

Para a cobertura:
- 200g de chocolate para culinária
- 200ml de natas
- açúcar em pó q.b. para polvilhar

Preparação:
Bater as gemas com a manteiga e o açúcar, até ficar um creme esbranquiçado. Adicionar o chocolate e voltar a bater. Envolver a farinha peneirada com uma colher e sem bater. Bater as claras em castelo e envolver cuidadosamente no preparado anterior. Verter para uma forma quadrada (usei de louça de 23 cm) untada, forrada com papel vegetal untado também. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 25/30 minutos. Deixar arrefecer um pouco e desenformar. Para o ganache, basta aquecer as natas sem ferver e adicionar o chocolate partido aos pedaços pequenos. Ir mexendo até derreter por completo. Retirar do lume e mexer até arrefecer. Cobrir o bolo. Servir aos quadradrinhos pequenos, polvilhados com açúcar em pó, com uma bola de gelado ou frutos silvestres. Boa semana!

23 outubro 2013

Macarronete Com Azeitona "Milaneza", Pimentos, Tomates E Molho De Anchovas e Alcaparras Para "O Dia Mundial Das Massas"


Hoje comemora-se o "Dia Mundial das Massas"! Para celebrar este dia, Milaneza lançou um desafio a várias bloggers que consistia em elaborar uma receita utilizando o Macarronete com azeitona. 
Juntei os ingredientes que me pareceram combinar na perfeição com esta massa e fiquei encantada com a conjugação dos sabores. Um prato nutritivo, colorido e reconfortante.




Ingredientes para 4 pessoas:
- 400g de macarronete com azeitona "Milaneza"
- 2 colheres de sopa de azeite virgem
- 6 filetes de anchova picados
- 1 colher de sopa de alcaparras picadas
- 1 colher de sopa de concentrado de tomate
- 1 colher de sobremesa de orégãos secos
- 2 pimentos vermelhos assados e cortados às tirinhas
- 250g de tomate cereja
- 200ml de água da cozedura da massa
- 1 queijo de cabra cortado aos cubinhos
- folhas de tomilho fresco q.b.
- sal q.b.

Preparação:
Cozer a massa em água fervente e temperada de sal, até ficar "al dente". Enquanto coze, aquecer uma frigideira grande com o azeite. Adicionar as anchovas, as alcaparras e o concentrado de tomate. Deixar cozinhar até as anchovas "derreterem". Adicionar os orégãos, os pimentos e o tomate cereja inteiro. Envolver bem e de seguida acrescentar 200ml de água da cozedura. Deixar ferver até o tomate "murchar" um pouco. Retificar de sal, não esquecendo que as anchovas servem de tempero. Escorrer a massa e misturar no preparado anterior. Servir de imediato, com o queijo de cabra e decorar com folhas de tomilho fresco. Bom apetite!

22 outubro 2013

Manteiga De Coentros





Estava aqui a ouvir o Van Morrison e a pensar em como ainda tenho tanta coisa para fazer... Já vou a metade da vida, isto, se viver até aos oitenta anos. Tenho de pôr mãos à obra! Todos os anos digo, para o ano é que é... Porra! O ano está a acabar, acho que estou sem tempo. Mas não morro sem fazer manteiga de ervas, ai isso é que não! Macacos me mordam!  

Ingredientes:
- 400ml de natas (frias)
- 1 colher de sopa (bem cheia) de coentros frescos picados
- sal q.b.

Preparação:
Colocar as natas no robot de cozinha com a peça própria para bater e deixar alguns minutos (poderá demorar mais do que estão à espera) na potência máxima. 
Depois de passar o ponto de natas batidas, elas engrossam e deixam o soro. Colocar num passador e escorrer todo o soro. Adicionar os coentros, temperar de sal e envolver bem. Colocar numa folha de papel vegetal e enrolar para lhe dar a forma de cilindro. Apertar dos lados e levar ao frigorífico até endurecer. Comer com moderação, se quiserem viver até aos oitenta. Bjs a todos.

20 outubro 2013

Panquecas De Pêra Com Sementes De Papoila

Panquecas para um lanche de fim-de-semana.

Ingredientes:
- 200g de farinha de trigo com fermento
- 250ml de leite
- 1 ovo
- 2 pêras raladas
- 1 colher de chá de essência de baunilha
- 3 colher de sopa de açúcar 
- 1 colher de sopa de sementes de papoila

Preparação:
Numa taça misturar bem a farinha com o leite (com a ajuda de uma vara de arames). Adicionar o ovo, as pêras, a essência de baunilha e o açúcar. Aquecer uma frigideira pequena com um fio de óleo alimentar e retirar o excesso com papel absorvente. Não é necessário colocar mais óleo, basta uma única vez. Com a ajuda de uma concha de "sopa" verte-se pequenas doses e quando começar a borbulhar está na altura de virar.  Acompanhar com compota de frutos silvestres ou outra a gosto. Bom Domingo!

15 outubro 2013

Chocolatinhos de Coco


Muitos Chocolates Bounty comi eu na minha adolescência... O que eu ainda não sabia é que são tão simples de fazer em casa e apenas com 3 ingredientes. Pesquisei várias receitas e esta foi a escolhida pela simplicidade, porque ultimamente sabe-me bem descomplicar.

Ingredientes para 14 chocolates (dependendo do tamanho que lhe dermos):
- 100g de coco ralado desidratado
- 140g de leite condensado (usei magro)
- 200g de chocolate culinário para derreter

Preparação:
Misturar bem o coco com o leite condensado. Fazer pequenas bolinhas e prensar bem. Colocar num tabuleiro com papel vegetal e levar ao frigorífico até endurecerem um pouco. Derreter o chocolate em banho-maria e ir mexendo várias vezes. Depois de derretido completamente apagar o lume. Mergulhar as bolinhas uma a uma e com a ajuda de um palito ir virando para ficarem uniformes. Espetar o palito para cuidadosamente voltar a colocar sobre o tabuleiro com o papel vegetal. Levar ao frigorífico até endurecer. Fácil? Boa semana!

13 outubro 2013

Bolinhos De Carne Com Sementes de Sésamo



Como qualquer amante de culinária, adoro experimentar produtos novos e ingredientes gourmet que fazem qualquer refeição brilhar. Mas, tenho sempre consciência, que não posso ter tudo e há que fazer opções. Acho muito mais "desconcertante" tentar elaborar refeições novas e com os ingredientes vulgares que adquiro mensalmente. Para variar das almôndegas, das bolonhesas, dos empadões, que faço com a carne picada, saíram este fim-de-semana da minha cozinha uns bolinhos bem deliciosos e crocantes que acompanhámos com uns simples noodles salteados com um fio de azeite e uma salada verde.

Ingredientes para 28 bolinhos:
- 400g de carne de vaca picada
- 400g de carne de porco picada
- 1 dente de alho espremido (com utensílio próprio ou picado com a faca)
- 6 colheres rasas de sopa de pão ralado
- 4 colheres de sopa de molho de soja
- 2 colheres de sopa de folhas de tomilho frescas
- sal q.b.
- pimenta q.b.
- sementes de sésamo q.b. para a cobertura
- azeite q.b.

Preparação:
Colocar numa taça todos os ingredientes, com exeção do azeite e das sementes de sésamo. Envolver bem. Com as mãos molhadas, moldar os bolinhos de um tamanho médio e passar pelas sementes de sésamo noutra taça. Aquecer uma frigideira anti-aderente e adicionar um fio de azeite apenas para cobrir o fundo. Fritar as almôndegas em lume moderado e ir virando para ficarem uniformes. É normal as sementes começarem a saltar. Para evitar salpicos, coloquei papel vegetal que molhei, espremi e tapei a frigideira. Poderão acompanhar com o vosso molho preferido, por exemplo de tomate ou molho agridoce. Bjs e boa semana.

09 outubro 2013

"Pastel" De Queijo E Fiambre

Apesar de adorar cozinhar, sou uma mulher como as outras. Sempre a correr na azáfama do dia-a-dia. Tenho de chegar a vários lados, fazer várias tarefas e tem dias que acho que o meu número de telefone devia ser o "112". Por isso, sempre que posso, faço uma pausa nesta correria. Nada de limpezas na casa nem refeições elaboradas. É claro que para isso preciso de ter uma mão cheia de ingredientes que acho indispensáveis sempre a "postos" na minha dispensa. A juntar a tantos outros que já falei, a farinha é o número um da fila. Esta foi uma refeição que dividi com o "piolho encardido" e valha-me todos os Deuses que este puto não é esquisito! Uma refeição simples acompanhada de uma sopa e uma salada de alface. A vida não é perfeita e eu também não!

Ingredientes:
Massa:
- 200g de farinha de trigo (tipo 65 e sem fermento)
- 100ml de água
- 1 fio de azeite
- 1 pitada de sal
- 1 gema de ovo para pincelar

Recheio:
- ketchup ou polpa de tomate q.b.
- orégãos secos q.b
- 6 fatias de queijo flamengo
- 6 fatias de fiambre

Preparação:
Numa tigela colocar a farinha e o sal. Abrir um buraco ao meio e adicionar a água, o azeite e lentamente ir misturando de dentro para fora, até obter uma massa consistente. Polvilhar a bancada de cozinha com farinha e amassar um pouco a massa. Estender com o rolo da massa, como se tratasse de uma pizza. Pincelar com ketchup ou polpa de tomate, deixando o rebordo limpo. Polvilhar com orégãos. Dispor as fatias de queijo e de fiambre intercaladas a gosto em metade da massa, para depois fechar com a outra metade pressionado com a ponta dos dedos para a massa colar. Pincelar com gema de ovo. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 20/25 minutos ou até estar dourada. Bom apetite!

06 outubro 2013

"Com A Vaca Que Ri Sabe Bem Regressar Às Aulas"


O "regresso às aulas" foi atribulado, por isso, tive a tarefa acrescida de mimar a minha criança. Com a ajuda dos Queijos "A Vaca que ri" foi fácil elaborar uma sandwich apetitosa, saudável e colorida. Acompanhada por uma peça de fruta e o seu sumo preferido, o seu lanche ficou perfeito!

Ingredientes para 1:
- 2 triângulos de queijo "A Vaca que ri"
- 2 fatias de pão de centeio
- 10g de rúcula
- 10g de beterraba ripada
- 10g de cenoura ripada
- 2 fatias de fiambre de frango

Preparação:
Barrar as duas fatias de pão, generosamente com o queijo. Numa das fatias colocar a rúcula, a beterraba, a cenoura, as fatias de fiambre de frango e fechar com a segunda fatia de pão. Uma sandwich simples, mas divertida!


29 setembro 2013

Pescada Com Açafrão e Tomilho Com Puré De Batata Caseiro

Na minha infância não fui grande apreciadora de pescada cozida. Ainda recordo quando a minha mãe fazia e eu ficava logo de trombas. E ela dizia: Põe maionese... E se era boa a maionese caseira. Mas eu ficava ainda mais de trombas. Os tempos mudam e mudou a minha vontade. Adoro pescada cozida, mas teimo em transforma-la como se quisesse roubar o papel que outrora fora da minha mãe. Não tenho razões para isso. Cá em casa todos gostam de pescada cozida. Simples e regada com um bom azeite. Mas eu... Eu teimo em fazer a pescada assim... E adoro... Adoro molhar o pão neste molho.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 1 embalagem de pescada congelada para cozer (600g)
- 1 cebola às rodelas finas
- 1 dente de alho picado
- 1 folha de louro
- 1 colher de sopa de açafrão das Índias (curcuma)
- 3 hastes de tomilho fresco
- azeite q.b.
- sal q.b
Puré de batata:
- 1 kg de batatas
- 100 ml leite (usei magro)
- 1 noz de manteiga
- 1 colher de sobremesa de mostarda
- noz moscada q.b
- sal q.b.

Preparação:
Num tacho alourar a cebola, o dente de alho e a folha de louro. Adicionar o açafrão e misturar bem. Colocar a pescada previamente descongelada e temperada de sal, e com as hastes de tomilho por cima. Cozinhar em lume médio e com tampa, para criar molho. Se necessário acrescentar um pouco de água. Acompanhar com puré de batata caseiro, e para isso, basta cozer as batatas em água temperada de sal. Escorrer e voltar a colocar na mesma panela. Esmagar com um utensílio manual próprio. Adicionar o leite, a manteiga, a mostarda, uma pitada de noz moscada em pó, retificar de sal e envolver bem. Servir a pescada quente e com o puré de batata. Bom apetite! Bjs a todas/os.

24 setembro 2013

Cuscuz Picante Com Açafrão, Legumes E Bacon

Como eu adoro cuscuz... Sinto-me quase como se estivesse a comer "fast food caseiro" de tão rápido que é fazer. Bem mais rápido do que agarrar no carro e ir por aí empanturrar-me de má comida, embora por vezes saiba bem, mas só raramente, ok? 

Ingredientes para 4 pessoas:
- 300g de cuscuz
- 350ml de água a ferver
- 1 colher de café de açafrão das Índias
- 1 colher de sobremesa de coentros em grão
- 1 colher de sobremesa de alho e jindungo Espiga
- sal q.b.
- 70g de tiras de bacon
- 1 pimento vermelho sem sementes
- 1 pepino sem casca e sementes
- 3 tomates sem pele e sementes (usei tomate chucha)
- 1 cenoura sem casca
- 1 molho pequeno de coentros frescos
- 1 malagueta grande vermelha 
- azeite extra virgem q.b.
- vinagre de vinho tinto q.b.

Preparação:
Colocar a água a ferver juntamente com o açafrão, os coentros em grão, o alho e jindungo Espiga e sal a gosto. Colocar o cuscuz numa tigela e verter água (eu não retirei os grãos de coentros porque amolecem e quase nem se sente). Quando a água estiver toda absorvida separar os grãos com um garfo. Aquecer uma frigideira e tostar o bacon. Triturar no robot de cozinha, o pimento, o pepino, o tomate, a cenoura, os coentros frescos e a malagueta. Numa travessa ou taça grande misturar o cuscuz com os legumes triturados, um fio de azeite e vinagre a gosto. Depois de bem misturado acrescentar o bacon tostado. Bom apetite. Eu cá gosto muito, e podemos adaptar com os nossos legumes preferidos e ajustar as quantidades de cada um. Bjs a todas/os.

22 setembro 2013

Creme De Camarão Caseiro

Uma mãe leva satisfeita o filho para o regresso às aulas, e a escola devolve-me o filho doente.  Cá por casa quando o "piolho encardido" está doente, nós também ficamos "doentes" e também queremos comer canja na cama, também queremos pedidos especiais, como batatas fritas a acompanhar, etc. Acho que sou uma mãe privilegiada, pois que este puto com 39º de febre nunca perde a compostura e o seu sentido de humor que tanto o caracteriza. Agora para variar da canja sai um creme de camarão bem económico, bem simples e acima de tudo bem caseiro.

Ingredientes para 6 pessoas:
- 1 kg de camarão (usei um tamanho grande)
- 2 lt de água da cozedura 
- casca de uma cebola
- 1 colher de sobremesa de pimentão doce
- 2 colheres cheias de sopa de farinha de trigo ou amido de milho
- sal q.b
- molho picante q.b.

Preparação:
Cozer o camarão em água temperada de sal e a casca de cebola. Quando começar a ganhar uma cor opaca e rosada estão cozidos. Retirar os camarões e deixar arrefecer um pouco. Coar 2 litros da água da cozedura e reservar. Retirar as cabeças e a casca a todos os camarões. Triturar no robot de cozinha ou no liquidificador com um pouco do caldo reservado e coar.
Misturar a farinha numa taça à parte com um pouco do caldo reservado e mexer até dissolver bem. Levar o caldo reservado ao lume juntamente com a farinha dissolvida. Deixar ferver e ir mexendo até engrossar. Acrescentar o pimentão doce, molho picante e retificar de sal. Acompanhar com mini tostas ou croutons caseiros. Os camarões servirão para outra refeição. Bom Domingo!

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...