30 junho 2013

Bolo De Limão Com Cobertura De Glacé Real

E assim termino hoje duas semanas de férias. Com chuva, vento, frio, calor, saídas à noite, exposições, caminhadas, piqueniques, praias, piscinas, arraiais, almoços e jantares no terraço, arrufos e amuos, muita confusão e muito cansaço acima de tudo. Estou de rastos! Mas que seria das minhas férias por casa se não fossem estes percalços. Mãe que é mãe pega o touro pelos cornos e enquanto escrevo frito uns nuggets caseiros e experimento um molho agridoce. Para não variar torci um pé a jogar raquetes. E finalmente dei umas banhocas na praia, coisa bastante rara, pois que acabaram as desculpas possíveis e imaginárias ao longo dos anos para não mergulhar. Entre elas: acabei de por protetor e não é à prova de água, estou naqueles dias difíceis, o nadador salvador foi almoçar, estou a fazer a digestão, acabei de fazer a depilação e a água salgada arde, não posso molhar o cabelo porque pus um produto para as pontas espigadas, fico na toalha a guardar os nossos pertences, tenho de ir fazer uma chamada telefónica... Enfim, coisas da vida. 

Ingredientes:
- 5 ovos separados
- 30g de manteiga amolecida
- 1/2 limão
- 150g de açúcar refinado
- 150g de farinha fina de trigo com fermento

Para a cobertura:
- 1 limão
- 100g de açúcar refinado
- 1 clara de ovo

Preparação:
Bater as gemas com a manteiga, o sumo de meio limão e o açúcar, até ficar um creme esbranquiçado. Envolver a farinha peneirada com uma colher. Bater as claras em castelo e envolver cuidadosamente no preparado anterior. Verter para uma forma quadrada (usei de louça de 23cm) untada, forrada com papel vegetal e untado com manteiga também. Levar ao forno pré-aquecido a 180º aproximadamente 30 minutos. Deixar arrefecer. Para a cobertura e na falta de açúcar em pó, dissolver numa pequena caçarola o sumo de limão e o açúcar e levar ao lume até dissolver bem. Deixar arrefecer e reservar. À parte bater a clara em castelo e a meio misturar a calda do açúcar e limão. Verter para o bolo e decorar com raspas de limão. Uma delícia. Bjs a todos e bom Domingo!

27 junho 2013

Pizza De Pimentos, Bacon E Tomate Cereja

O "piolho encardido" está a crescer. Dei por mim a pensar nisto e nas frases dele que fui apanhando aqui e ali. Deixou de me chamar mamã para me chamar mãe. Para isto precisei de 3 meses até ambientar-me. Parecia quando me chamava nem era para mim. Ainda tentei negociar tratar-me por tia pois que tia soava-me melhor e mais adequado ao meu ouvido. Ainda combinei chamar-me mamã só em casa, mas não pegou. Depois começou a escolher a própria roupa e a demorar mais tempo a pentear-se que eu, que tem dias que saio de casa e nem me lembro disso. Depois pediu para não lhe comprar roupa interior, nem de ursinhos ou piratas que isso já não era para ele e que só queria boxers, pois ficava bem mais sexy. E sim uma mãe não aguenta isto e precisa comer uma boa pizza para recompor-se. Ele está a crescer... Oh se está.

Ingredientes para 1 pizza grande:
Massa:
- 200g de farinha de trigo tipo 65
- 100g de água morna
- 25g de azeite
- 1 saqueta de fermento padeiro seco (4,6g)
- 1 pitada de sal

Recheio:
- polpa de tomate (ou ketchup) q.b.
- queijo ralado q.b.
- 1/2 pimento verde (assado e cortado às tiras)
- 1/2 pimento vermelho (assado e cortado às tiras)
- 75g de bacon aos cubinhos
- 1 mão cheia de tomate cereja (cortado ao meio)
- folhas de manjericão frescas

Preparação:
Na balança digital coloca-se uma taça grande, mistura-se a água, o azeite e o sal. A minha balança tem uma função que basta carregar na "tara" e volta ao zero, por isso é muito simples ir pesando todos os ingredientes e só se suja uma taça. Depois acrescenta-se a farinha e o fermento. Amassa-se até se despegar das mãos e formar uma bola. Tapa-se a taça com película aderente ou um pano grande e deixa-se levedar em local seco e quente, até duplicar o volume.
Polvilha-se a bancada de trabalho com farinha. Se necessário polvilhar um pouco a massa com farinha e ir amassando com o rolo da massa, tão fina quanto o desejarem.
Deixa-se repousar a massa mais uns minutos, já no tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal, antes de colocarem o recheio. 
Para rechear basta pincelar com a polpa de tomate (ou ketchup), o queijo ralado, os pimentos e o bacon. Vai ao forno pré-aquecido a 220º, aproximadamente 20/25 minutos. A meio da cozedura acrescentar o tomate cereja.  Servir com as folhas de manjericão frescas. Bjs a todas/os.

21 junho 2013

Salada De Figos Com Rúcula E Mozzarella

Há toda uma vantagem em ter um "mais-que-tudo" alto. Mais que não seja para o levar à "chinchada" e ele apanhar-me aqueles figos maduros, mesmo lá no cimo da figueira. Depois terá a sua recompensa. Uma salada simples, crocante e diferente do habitual, ou não fosse ele o rei das saladas.


Ingredientes para 2 pessoas:
- 4 figos cortados em quartos
- 50g de rúcula
- 1 bola de mozzarella de búfala às fatias
- 1 colher de sopa de sementes de sésamo torradas
- 1 colher de amêndoas laminadas torradas
- 1 colher de sementes de abóbora
Para o molho:
- 1 colher de chá de mostarda
- azeite
- sal fino

Preparação:
Numa travessa dispor a rúcula, a mozzarella e os figos. Polvilhar com as sementes de sésamo, as sementes de abóbora e as amêndoas. À parte misturar a mostarda, o sal e com a ajuda de uma vara de arames ir emulsionando o azeite. Regar a salada com o molho e servir. 

Bjs e bom fim-de-semana a todos e um obrigada pelas visitas diárias, miminhos e as vossas opiniões.

20 junho 2013

Feijocas Com Camarão


Há uns tempos para cá decidi deixar para trás na lista de compras habitual, as latas de feijão e grão, trocando-as por feijão e grão secos. Além de ocupar menos espaço na dispensa, tenho menos latas para reciclar e posso aproveitar a água da cozedura, ao contrário dos enlatados que passo sempre por água corrente, perdendo assim algum sabor. Foi um prato simples para os últimos dias de frio que se fez sentir. 

Ingredientes para 4 pessoas:
- 400g de feijocas secas
- 600g de camarão (tamanho 20/30)
- 1 cebola
- 1 dente de alho
- 1 folha de louro
- 3 tomates
- 3 colheres de sopa de polpa de tomate
- 3 conchas de sopa da água da cozedura das feijocas
- sal q.b.
- coentros frescos picados q.b.

Preparação:
Deixar as feijocas de molho em água de um dia para o outro. Escorrer. Cozer na panela de pressão aproximadamente 25 minutos após o "pipo" começar a dar "sinal" e baixar o lume. Num tacho grande com um fio de azeite refogar a cebola e o alho picado, juntamente com a folha de louro. Adicionar o tomate picado livre de pele e sementes e a polpa de tomate. Deixar apurar uns minutos. Adicionar os camarões e cozinhar até ficarem com uma cor compacta. Acrescentar as feijocas e a água da cozedura (3 conchas de sopa). Temperar de sal e aquecer bem. Servir com coentros frescos picados e acompanhar com arroz branco. Bjs a todas/os.

18 junho 2013

Francesinhas


Todos nós temos pratos que associamos a esta ou aquela pessoa. Pratos que nos trazem um conjunto de boas memórias. Da minha mãe tenho as sardinhas limadas, os carapaus albardados, a dobrada com grão que chamamos desde sempre de "granada", as sopas de entulho, e tantos outros, do meu irmão como a melhor sopa da pedra, da sogra o empadão de carne, o bacalhau com natas e a feijoada de gambas. E com estes dias cinzentos e chuvosos não há refeição melhor que as francesinhas feitas pela minha irmã. Até hoje são as melhores francesinhas que comi!

Ingredientes para 4 pessoas:
- 8 fatias de pão de forma
- 4 bifanas (bem fininhas temperadas de véspera (sal, pimenta, alho)
- 1 lata de salsichas de 8 unidades (2/cada)
- 16 fatias (bem fininhas) de chourição (4/cada)
- 8 fatias (bem fininhas) de mortadela de azeitonas (2/cada)
- 16 fatias (bem fininhas) de paio fininhas (4/cada)
- 16 fatias de queijo tipo flamengo (4/cada)

Para o molho:
- 1 cebola grande
- azeite q.b.
- 200 ml de polpa de tomate
- 1 copo de água (200ml)
- 1 cubo de caldo de carne
- 1 cerveja (200ml)
- 1 cálice pequeno de whisky
- 1/2 copo de vinho rosé (100ml)
- 2 fatias de chourição
- 2 fatias de paio
- 2 fatias de mortadela
- 1 colher de sopa de amido de milho

Preparação:
Temperar as bifanas com antecedência com sal, pimenta, alho laminado e fritar com um fio de azeite ou manteiga. Num tachinho com um fio de azeite fazer o refogado com a cebola picada. Adicionar a polpa de tomate, a água e deixar aproximadamente 15 minutos em lume moderado. Acrescentar o cubo de caldo, a cerveja, o whisky, o vinho rosé e as fatias de chourição, paio e mortadela e deixar cozinhar mais 15 minutos. Retirar do lume e coar. À parte misturar o amido de milho com um pouco de água e acrescentar ao preparado anterior. Levar ao lume novamente e mexer até o molho engrossar. Empratar colocando em cada prato uma fatia de pão, a bifana, as salsichas (cortadas no sentido longitudinal), o chourição, a mortadela, o paio e a outra fatia de pão por cima. Depois colocar 4 fatias de queijo em cada e levar ao mircro-ondas até derreter o queijo. Acrescentar o molho quente e servir acompanhado de batatas fritas e uma cerveja bem gelada. Bjs a todas/os. 

13 junho 2013

Barrinhas De Cereais Caseiras (Sem Forno)

Não há nada melhor que fazermos as nossas barrinhas de cereais. Tendo em casa flocos de aveia, sementes disto e daquilo e o frasco de mel sempre pronto para usar, é tão rápido, tão bom e tão saudável... Isto antes de almoçar umas boas favas... Bad girl! 

Ingredientes para 12 barrinhas:
- 150g de flocos de aveia integrais
- 50g de sementes de sésamo
- 50g de sementes de abóbora
- 50g de pêssego desidratado (partido em pedacinhos)
- 50g de amêndoas laminadas
- 200ml de mel

Preparação:
Torrar (numa pequena frigideira e sem qualquer gordura adicionada) as amêndoas e picar grosseiramente. Aquecer bem o mel numa frigideira. Juntar todos os outros ingredientes ao mel e misturar bem. Colocar o preparado num tabuleiro pequeno ou numa travessa forrada com papel vegetal. Colocar também papel vegetal em cima e prensar bem. Levar ao frigorífico algumas horas para endurecer. Cortar em partes iguais e  embrulhar em papel vegetal ou papel de alumínio. Guardar no frigorífico. Uma delicia! Bjs a todas/os.

11 junho 2013

Brigadeiros (Com Cacau)

Está na altura de fazer brigadeiros quando: O nosso pé direito não acompanha o Dancing Queen dos ABBA; quando choram copiosamente ao som de Vida tão Estranha do Rodrigo Leão; quando já devoraram metade de um molotof e precisam variar de doce; quando descobrem que afinal já se paga parquímetro na Costa da Caparica; quando acordam e percebem que o mês de Junho mais parece o de Fevereiro; quando se sentem um bicho do mato solitário mas de livre vontade ou quando a realidade das nossas vidas se conforma com a indiferença. Se reúnem mais de dois desses sintomas, então está na hora!


Ingredientes para 13 brigadeiros:
- 1 lata de leite condensado
- 3 colheres de sopa de cacau em pó (ou chocolate)
- 3 colheres de sopa de leite
- 2 colheres de sopa de manteiga
- chocolate granulado para a cobertura
- óleo para untar

Preparação:
Numa caçarola misturar o leite condensado com o cacau. Adicionar o leite e a manteiga. Levar ao lume brando até fazer o ponto de estrada (sensivelmente 20 minutos) mexendo sempre. O preparado reduz  e engrossa um pouco. Verter para um prato untado com óleo e deixar arrefecer. Por fim, untar as mãos com óleo e com a ajuda de uma colher de sopa retirar pequenas quantidades, fazer bolinhas com as mãos e passar pelo chocolate granulado. Repetir a operação. Guardar no frigorífico e comer com moderação. Bjs do coração.

06 junho 2013

Medalhões De Lombinho De Porco Com Cuscuz


Todos nós temos dias difíceis e tantas vezes nos apetece enfiar a cabeça na areia e não ouvir nada nem ninguém. Num desses dias difíceis uma bela refeição faz a diferença. O cuscuz faz milagres!

Ingredientes para 4 pessoas:
- 1 lombinho de porco
- 1/2 pimento verde 
- 1/2 pimento vermelho
- 1 laranja
- 100g de folhas de espinafres
- uma mão cheia de ervas aromáticas frescas (hortelã, coentros e salsa)
- 150g de cuscuz
- 200ml de água quente
- sal q.b.
- pimenta (moinho 5 pimentas) q.b.
- pimentão doce q.b.
- azeite q.b.

Preparação:
Cortar o lombinho às fatias (mais ou menos 1cm). Colocar em cima de papel vegetal. Temperar com sal, pimenta e pimentão doce. Dobrar a folha de papel vegetal por cima dos medalhões e bater com o rolo da massa (certamente já viram o Jamie Oliver fazer isso). Aquecer uma frigideira. Adicionar um fio de azeite e fritar de ambos os lados. A meio acrescentar os pimentos cortados aos cubos. Tapar com o papel vegetal para criar molho. À parte colocar o cuscuz numa tigela e verter água a ferver, juntamente com uma pitada de sal e um fio de azeite. Quando a água estiver toda absorvida separar os grãos com um garfo. Para terminar, colocar no robot de cozinha, os espinafres crús e as ervas aromáticas e triturar. Empratar numa travessa grande misturando o cuscuz com os espinafres, os medalhões por cima, os pimentos, a laranja aos gomos sem a pele, e o molho que se formou na frigideira. Bom apetite! Bjs a todas/os.

04 junho 2013

Salsichas De Aves Enroladas Em Couve Lombarda


Há pratos inesquecíveis para mim. Pratos que me fazem fechar os olhos quando os saboreio. Talvez seja saudades de casa, da infância feliz e da ausência de preocupações que ganhamos quando nos tornamos adultos. Este foi o meu momento "zen" que faz "padan" com as iscas de vitela de cebolada. Para repetir muitas e muitas e muitas vezes, até que me doa as mãos de tanto enrolar couve.

Ingredientes para 3/4 pessoas:
- 10 salsichas frescas de aves
- 10 folhas de couve lombarda
- 1 cebola
- 1 folha de louro
- 2 tomates maduros
- 2 colheres de sopa de polpa de tomate
- 100ml de água ou caldo de galinha
- sal q.b.
- azeite q.b.

Preparação:
Lavar as folhas de couve e cortar o veio duro. Escaldar em água a ferver temperada de sal e escorrer. Colocar as folhas de couve na tábua de trabalho uma a uma e enrolar cuidadosamente nas salsichas. Prender com palitos. Num tacho grande com um fio de azeite, refogar a cebola picada com a folha de louro. Acrescentar o tomate picado (deixei a pele e sementes desta vez) e a polpa de tomate e deixar refogar mais um pouco. Acrescentar as salsichas e temperar de sal. Tapar e cozinhar em lume moderado. Acrescentar a água ou o caldo conforme for necessário. Servir quente com puré de batata caseiro. Bjs a todas/os.

01 junho 2013

Para Todas As Crianças Da Minha Vida E Do Planeta Terra


Só se sente verdadeiramente amor por todas as crianças, depois de termos as nossas. Tudo começou pelo primeiro sobrinho, e após o seu nascimento comecei a perceber o quanto as crianças são importantes. Depois nasceu a segunda sobrinha e o amor aumentou. Já amava quase todas as crianças de Portugal. À terceira e última sobrinha, já não cabia no meu peito, o amor que tanto tinha para lhes dar. A eles e a todas as outras. Depois a cereja em cima do bolo foi quando fui mãe, e aí percebi que amo verdadeiramente qualquer criança do Planeta Terra. O meu desejo é que todas as crianças sejam felizes e tenham uma vida decente e recheada de amor. Por isso não perdoo a nenhum pai que abandona os seus filhos, seja em que circunstâncias for. 

Feliz dia a todas as crianças! 
Hoje é permitido fazer traquinices!

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...