20 novembro 2013

Lascas De Bacalhau Confitado Com Migas De Broa De Milho E Nabiças




Mais uma receita de bacalhau.

Ingredientes para 2 pessoas:
Para o bacalhau confitado:
- 2 postas de bacalhau demolhadas e escorridas
- 1 garrafa de azeite virgem (ou o suficiente para cobrir as postas)
- 1 colher de sopa de grãos de coentros
- 4 grãos de pimenta da Jamaica
- 1 folha de louro
- 2 dentes de alho esmagados com a casca
- 3 hastes de tomilho fresco
Para as migas:
- 1 molho de nabiças
- 2 dentes de alho esmagados com a casca
- 4 colheres de sopa de azeite
- 2 fatias de broa de milho
- sal q.b.
- pimenta moída q.b.

Preparação:
Colocar as postas de bacalhau num tacho pequeno. Cobrir com o azeite e adicionar os restantes ingredientes. Levar ao lume baixo e destapado. Deixar cozer a baixa temperatura, aproximadamente 20 minutos (dependendo do tamanho das postas). Sempre que o azeite fervilhar retirar o tacho do lume por alguns segundos e voltar a colocar no lume. Escorrer, lascar e reservar. Depois de bem lavadas e arranjadas, cozer as nabiças em água a ferver e temperada de sal. Escorrer bem e reservar. Cortar a broa de milho aos cubos pequenos (retirar a côdea). Numa frigideira grande colocar o azeite a aquecer com os dentes de alho e deixar dourar a broa de milho. Adicionar as nabiças e envolver. Temperar de sal e pimenta. Servir as lascas com as migas e regar com o azeite da cozedura. Bom apetite!

17 novembro 2013

Sopa De Feijão Encarnado Com Espinafres E Massa Cotovelinhos



Já sabe bem saborear sopas quentinhas. Se bem que eu não sou o exemplo perfeito para dizer isto, visto que passei o verão a comer sopa da pedra e outras do género. Sou muito rebelde no que toca a tradições ou épocas certas para tudo e mais alguma coisa. Eu sou assim, não há nada a fazer. Sou mãe para deixar o miúdo mascarar-se no Ano Novo ou deixa-lo comer uma pizza ao pequeno almoço (deixando a ressalva que não sou permissiva em tudo e tem de haver um equilíbrio).
Já aqui referi que deixei as latas de feijão de lado, por agora, pois nada é eterno. Gosto de cozer as leguminosas em casa na panela de pressão e depois aproveitar todo o caldo. Caldo esse que faz a diferença numa sopa. De 500 g de feijão seco, depois de cozido, pode-se congelar uma parte e aproveitar todo o caldo, que é o que faço sempre.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 500g de feijão encarnado cozido (pesei depois de cozido e escorrido)
- 2 litros do caldo de cozer o feijão
- 1 cebola cortadas aos bocados
- 1 batata grande cortada aos bocados
- 50g de massa cotovelinhos
- 100g de folhas de espinafres
- azeite q.b.
- sal q.b.

Preparação:
Colocar a batata e a cebola a cozer no caldo da cozedura do feijão. Depois de cozido, adicionar o feijão, guardar uma pequena parte para pôr na sopa no final, e triturar bem com a varinha mágica. Voltar a colocar no lume, temperar de sal e deixar ferver. Adicionar a massa e os espinafres até estarem cozidos. Adicionar um fio de azeite e mexer. Servir quente e com boa companhia. Bom Domingo!

12 novembro 2013

Risotto De Bacalhau Com Coentros

Por aqui continuo com a difícil tarefa de fazer com que lá por casa o fã n.º 1 do bacalhau se enjoe depressa. Desta vez saiu um risotto de bacalhau que não é novidade por aqui. Apenas troquei alguns ingredientes e  a forma como confecionei o bacalhau para assim aproveitar a sua água da cozedura para o caldo do risotto. 

Ingredientes para 2 pessoas:
Para o bacalhau:
- 1 posta grande de bacalhau ou 2 pequenas
- sal q.b.
- 1 colher de chá de azeite
- 1 colher de chá de grãos de coentros
- 1 colher de chá de grãos de pimenta (usei branca)
- 4 pés de coentros frescos inteiros
Para o arroz:
- 200g de arroz arbóreo
- 1 lt de água da cozedura do bacalhau
- 100 ml vinho branco seco
- 50 ml de azeite
- 1 cebola picada
- 1 dente de alho picado
- 2 colheres de sopa de coentros frescos picados
- 1 colher de chá de manteiga
- 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

Preparação:
Cozer o bacalhau em 1,5 l de água, com sal, os grãos de coentros e pimenta, os coentros frescos e o azeite. Retirar o bacalhau, limpar de pele e espinhas e desfiar. Guardar cerca de 1 litro de água (passada pelo passador para retirar os grãos de coentros e de pimenta) da cozedura e manter quente.
Refogar a cebola com o azeite, até ficar transparente. Junta-se o arroz e mexe-se durante 1 minuto. Junta-se o alho picado, o vinho e mexe-se até que este evapore. Acrescentar a água da cozedura aos poucos, até evaporar. Repetir esta operação até o arroz estar cozido. Poderá não ser necessário usar a água toda. A meio da cozedura acrescentar o bacalhau e os coentros. Depois de cozido retirar do lume e adicionar a manteiga e o queijo parmesão. Envolver e servir de imediato. Bom apetite!

11 novembro 2013

Castanhas Assadas Em Casa Para a Comemoração do S. Martinho

As castanhas assadas são sempre da responsabilidade do "mais-que-tudo". Pois ninguém quer ver uma desajeitada com facas a cortar as castanhas (esta foi sempre uma boa desculpa para ser ele a corta-las, pois que não é de todo um trabalho fácil). Em todas as casas há a sua técnica para confeciona-las. Depois de alguns anos e várias experiências ele chegou à seguinte conclusão:
  1. Fazer um corte em todas as castanhas como se vê na foto
  2. Colocar as castanhas no tabuleiro do forno elétrico (usei um mini-forno), a 220º e com as 2 resistências ligadas, aproximadamente 35 minutos
  3. Colocar o cabo da colher de pau a prender a porta do forno durante a cozedura
  4. Depois de assadas polvilhar com sal grosso
As regras são dele, mas o que é certo é que resulta!
E vocês também quebram as regras com as castanhas?

Feliz São Martinho!

Pizza Com Tomate Cherry, Espinafres E Salmão Fumado



Já tinha saudades de fazer uma pizza. Adoro combinar vegetais ou legumes. O que parecia ser uma pizza simples, tornou-se de um sabor inconfundível com a combinação do queijo da ilha, uma das minhas paixões, e o salmão fumado.

Ingredientes para 1 pizza:
Massa:
- 200g de farinha de trigo tipo 65
- 100g de água morna
- 25g de azeite
- 1 saqueta de fermento padeiro seco (4,6g)
- 1 pitada de sal
Recheio:
- 100g de queijo ralado da ilha
- 12 tomates cherry 
- 1 mão cheia de folhas de espinafres baby 
- 100g de salmão fumado

Preparação:
Colocar a farinha numa taça grande com uma pitada de sal. Abrir um buraco ao meio e adicionar o fermento. Verter a água e o azeite e mexer para dissolver bem o fermento. Amassar um pouco até a massa despegar das mãos. Tapar a taça com película aderente ou um pano grande e deixar levedar em local seco e quente, até duplicar o volume. Polvilhar a bancada de trabalho com farinha e amassar uns minutos. Estender a massa com a espessura desejada. Polvilhar com o queijo ralado e dispor o tomate por cima. Deixar repousar a massa mais uns minutos, já no tabuleiro de ir ao forno, forrado com papel vegetal. Levar ao forno pré-aquecido a 220º, aproximadamente 20/25 minutos. Retirar do forno e adicionar os espinafres e o salmão fumado. Servir de imediato. Bjs a todas/os e bom São Martinho!

08 novembro 2013

Bacalhau Confitado Com Batatinhas A Murro

Vivo "paredes meias" com o fã n.º 1 do bacalhau. Este fã chega a ser chato de tanto que o ouço dizer que nunca confeciono bacalhau. Passo a vida a explicar-lhe que enjoei de tanto ele falar. Um dia destes trouxe-me um presente. Não, não foi um ramo de rosas, foi um bacalhau. Lá tive de tratar o bacalhau como se fosse um filho e sempre com a sua supervisão. Para iniciar esta longa caminhada, comecei com bacalhau confitado que me surpreendeu pela positiva, pois não sou grande apreciadora de bacalhau cozido. Será sem dúvida uma receita a repetir, pois podemos guardar todo o azeite usado e voltar a usar. Não é de todo uma receita económica, mas podemos fazer umas excentricidades uma vez por outra, ou não? 

Ingredientes para 2 pessoas:
- 2 postas de bacalhau demolhadas e escorridas
- 1 garrafa de azeite virgem (ou o suficiente para      cobrir as postas)
- 1 colher de sopa de grãos de coentros
- 4 grãos de pimenta da jamaica
- 1 folha de louro
- 2 dentes de alho com a casca
- 3 hastes de tomilho fresco

Preparação:
Colocar as postas de bacalhau num tacho pequeno. Cobrir com o azeite e adicionar os restantes ingredientes. Levar ao lume baixo e destapado. Deixar cozer a baixa temperatura, aproximadamente 20 minutos (dependendo do tamanho das postas). Sempre que o azeite fervilhar retirar o tacho do lume por alguns segundos e voltar a colocar no lume. Servir quente, acompanhado de batatinhas "a murro" e regado com o azeite da cozedura. Bom apetite!

05 novembro 2013

Bolo De Ananás Invertido


Tenho feito alguns bolos, mais do que é costume na minha casa. Pois bem sei que o "mais-que-tudo" come mais do que devia e eu evito faze-los ou então faço-os pequenos e assim contorno mais um obstáculo. A forma (quadrada e de louça) que uso é a da fotografia que também foi mais um ajuste que tive de fazer para poder usar o meu mini-forno, pois quando faço bolos muito grandes tenho de ficar de vigia. Este bolo revelou-se uma pequena tentação, fica húmido por dentro e bem guloso, pelo que poderão reduzir a quantidade do açúcar.

Ingredientes:
- 4 ovos separados (tamanho L)
- 30g de manteiga amolecida
- 100ml da calda do ananás
- 150g de açúcar refinado
- 200g de farinha fina de trigo com fermento
- 5 rodelas de ananás em conserva

Para a caramelo:
- 100g de açúcar refinado
- 4 colheres de sopa de água

Preparação:
Para o caramelo colocar o açúcar e a água numa caçarola de fundo grosso e em lume médio. Ir agitando a caçarola até o açúcar estar derretido e apresentar uma cor dourada.
Untar uma forma (usei quadrada de louça de 23 cm), forrar com papel vegetal e untar o papel vegetal com manteiga também.
Bater as gemas com a manteiga e o açúcar, até ficar um creme esbranquiçado. Envolver a farinha peneirada com uma colher e alternar com a calda do ananás, até ficar bem misturado. Bater as claras em castelo e envolver cuidadosamente no preparado anterior.
Colocar o caramelo na forma, as rodelas de ananás e verter a massa. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 30 minutos. Deixar arrefecer, desenformar e deixar o ananás virado para cima. Saborear com moderação! Bjs a todas/os.

04 novembro 2013

Asas De Frango Fritas e Molho Branco



Uma das minhas melhores companhias para os petiscos é o "piolho encardido". Apanhei o "mais-que-tudo" fora, e lá fui fazer asas de frango, pois que ele acha que não têm nada para comer, mas eu e o piolho adoramos.

Ingredientes para 1 kg de asas de frango:
- sal q.b.
- pimenta preta moída q.b.
- 1 colher de sopa de coentros frescos picados
- 1 colher de sopa de tomilho fresco picado
- 1 colher de sobremesa de pimentão doce
- 2 alhos espremidos (com utensílio manual próprio)
- 1 limão (raspa e sumo)
- farinha de milho (ou de trigo) q.b.
- 2 a 3 colheres de sopa de azeite

Para o molho:
- 1 colher de sopa de farinha de trigo
- 200 ml de leite (usei magro)
- sal q.b

Preparação:
Temperar as asas com sal e pimenta a gosto. Adicionar os coentros, o tomilho, o pimentão doce, os alhos, a raspa e sumo do limão e envolver bem. Deixar a marinar um pouco para tomar o gosto. Escorrer as asas e polvilhar com a farinha (não é necessário muita). Aquecer uma frigideira grande com o azeite e fritar as asas em lume médio. É natural o azeite "espirrar", e para prevenir usar uma tampa ou papel vegetal molhado e escorrido ou até mesmo papel de alumínio. Depois de fritar manter as asas quentes e reservar. Para o molho basta colocar a farinha na mesma frigideira e aproveitar todos os sucos que ficaram. Mexer bem e acrescentar o leite. Mexer até engrossar. Retificar os temperos. Servir as asas com o molho e acompanhar com arroz basmati de açafrão ou outro a gosto. Boa semana!

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...