31 dezembro 2013

Gelatina De Tangerina

Esta humidade é a inimiga n.º 1 da minha asma. Os dias têm de ser passados com calma, muito descanso e um pouco isolada do mundo para evitar qualquer recaída. Mesmo a propósito, ontem recebi uma das novas gelatinas das Fábricas Lusitana, e se faltava a sobremesa na ementa da passagem de ano, rapidamente resolvi o problema. Uma sobremesa rápida que podemos juntar fruta fresta, só para não dizerem que não me esmerei. 

Ingredientes para 4 pessoas:
- 1 embalagem de gelatina de tangerina "Branca de Neve"
- 500ml de água a ferver
- gomos de 3 tangerinas

Preparação:
Misturar o conteúdo da embalagem em 500ml de água a ferver até dissolver completamente. Dividir em 4 taças juntamente com os gomos da tangerina (com a tangerina inteira, cortar os gomos com uma faca bem afiada de forma que se retire a pele dos lados). Deixar arrefecer e levar ao frigorífico até solidificar. Simples e muito prático de fazer. Até porque já estamos todos cansados de sobremesas muito calóricas e difíceis de fazer.

Feliz Ano Novo! 
Que a entrada em 2014 vos traga muitas surpresas boas e não se esqueçam de temperar bem a vossa vida.

Carla Sousa

30 dezembro 2013

Hambúrguer Familiar

Um dia destes fomos os três comer um hambúrguer gigante a um café aqui perto. A experiência tornou-se bastante cómica. O desafio foi lançado pelo "mais-que-tudo" e pelo "piolho encardido" e cá está um hambúrguer bem caseiro para dividir com toda a família.








Ingredientes para 3 a 4 pessoas:
- 500g de carne picada (vaca e porco)
- sal fino q.b.
- 1 colher de sopa de tomilho fresco picado
- 1 colher de chá de alho seco moído
- pimenta moída q.b.
- 2 cebolas médias às rodelas finas
- azeite q.b.
- 4 fatias de queijo
- 4 fatias de fiambre
- 1 mão cheia de rúcula
- 1 cenoura ralada no crivo mais largo do ralador
- 1 tomate às rodelas
- maionese e ketchup misturados q.b.

Preparação:
Temperar a carne de sal, tomilho, alho seco, pimenta e envolver bem. Dar a forma de um hambúrguer (o tamanho de uma frigideira grande, pois a carne ainda encolhe um pouco quando cozinhada). Numa frigideira grande com um fio de azeite, refogar a cebola até ficar bem macia. Retirar e reservar. Na mesma frigideira e sem mais nenhuma gordura adicionada, fritar a carne de ambos os lados. Por fim, abrir o pão ao meio, regar ambas as fatias de pão com o molho que se formou da carne, colocar a cebola, o hambúrguer, o queijo, o fiambre, a rúcula, a cenoura, o tomate, o molho de maionese e ketchup e dividir como irmãos! 

O pão foi uma experiência que fiz com a massa habitual que faço para as pizzas. Dobrei a dose e pus 2 ovos inteiros e um pouco mais de farinha para compensar. Antes de levar ao forno pincelei com gema de ovo e polvilhei com sementes de papoila. Fica a promessa da receita com as dosagens certas em breve. Poderão usar um pão caseiro vulgar.

Bjs a todas/os!

27 dezembro 2013

Bolachas de Manteiga

Depois de todos os exageros cometidos nesta época festiva, umas bolachas de manteiga a acompanhar uma bebida bem quente, certamente não irá fazer mal. A receita é bem simples, vi-a há um par de anos no blogue da Joana Roque e nunca mais a esqueci. Gosto de fazê-las finas e deixá-las bem estaladiças. 

Ingredientes para 56 bolachas:
- 300g de farinha de trigo
- 200g de manteiga à temperatura ambiente
- 100g de açúcar refinado

Preparação:
Poderá fazer-se manualmente, mas para facilitar a preparação, juntar a farinha e a manteiga aos pedaços no robot de cozinha e triturar até parecer migalhas. Colocar numa taça e acrescentar o açúcar. Amassar até ficar uma massa bem unida e maleável. Poderá levar algum tempo, não se assustem. É continuar a amassar. Polvilhar a bancada de cozinha com farinha e estender a massa (com cerca de 3mm de espessura, se desejarem mais finas que o habitual). Usei um molde em forma de coração. Colocar as bolachas no tabuleiro de ir ao forno e com papel vegetal. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 5 a 6 minutos dependendo da espessura das bolachas e do vosso forno. Assim que começarem a ficar douradas retirar e deixar arrefecer antes de guardar. É uma receita fácil de memorizar e depois de praticar vezes e vezes sem conta é deliciosamente fácil fazer. Bjs do coração a todos!

24 dezembro 2013

A Receita Do Natal

Por esta altura meio mundo prepara-se para a consoada. Entre iguarias, doces, presentes e o mais importante, estarmos rodeados das pessoas que amamos. 
Da minha parte desejo a todas/os meus leitores e amigos, um Natal cheio de tudo o que é bom, não esquecendo que temperar a vida é importante!

Beijinhos,
Carla

22 dezembro 2013

Sopa de Peixe (Económica) Com Ovo Escalfado E Croutons

O mês de Dezembro é um mês de muitos gastos. Entre o natal e passagem de ano, ainda tenho a festa de aniversário do "piolho encardido" que se lembrou de nascer no mesmo dia que o menino Jesus. Portanto, há que poupar e fazer refeições saborosas e ligeiras. No dia anterior fiz três douradas assadas no forno, e retirei-lhes as cabeças para que coubessem melhor na travessa. Aqui nada se desperdiça e com as cabeças e o meu tempero fiz uma sopa leve de peixe bastante agradável.  Duvidam? Até o piolho gostou!

Ingredientes para 2 pessoas:
- cabeças de peixe (usei 3 cabeças de douradas médias)
- 1,5 litro de água
- 1 colher de sopa de coentros em grão
- 1 colher de café de pimenta em grão
- sal q.b.
- azeite q.b.
- 1 cebola picada
- 1 dente alho picado
- 1/2 lata de tomate pelado aos pedaços
- 1 mão cheia de massa cotovelinhos
- 2 ovos escalfados
- croutons caseiros
- coentros frescos picados q.b.

Preparação:
Cozer as cabeças de peixe com água temperada de sal, os coentros em grão, a pimenta e um fio de azeite. Coar e reservar um litro do caldo. Retirar das cabeças do peixe toda a carne e desfiar. Fazer um refogado com a cebola, o alho e um fio de azeite. Adicionar o tomate e deixar cozinhar com tampa até o tomate ficar bem macio. Acrescentar o caldo e triturar bem. Levar ao lume novamente e quando levantar fervura adicionar a massa e cozer até ficar "al dente". Acrescentar o peixe desfiado que mesmo que seja pouco dá muito sabor. Retificar o tempero. Servir quente com ovo escalfado e croutons caseiros. Beijinhos a todas/os.

19 dezembro 2013

Visita A Évora E Um Virar De Página

Não é à toa que Évora é Património Mundial, por isso a família Sousa decidiu voltar lá depois de alguns anos. Partimos rumo a ela num fim de semana a três, para nos despedirmos em grande, deste ano tão conturbado. Foram dois dias bem saboreados a gozar de um verão de S. Martinho em Dezembro. Passámos a cidade a pente fino para que ficassem poucos lugares por visitar. Visitei o mercado, como não podia deixar de ser e fiquei encantada com tanto aprumo. De Évora trouxe uma faca de cozinha, para de uma vez por todas deixar para trás a faca que me acompanha há tantos anos e já com grande esforço a uso. Eu mudei e ela já não me dá aquilo que eu preciso. Mas vamos com calma até passar para uma verdadeira faca de chefe. Foi comprada a uma velhota na rua que me fez lembrar uma das minhas avós. O "mais-que-tudo" regateou o preço como sempre, mas a senhora levou a melhor, porque no fundo era mesmo isso que nós queríamos. Fiquei muito contente por esta pequena mudança e para melhor. É bom deixarmos para trás as coisas que já não nos interessam. Aproveitei também para almoçar uma açorda de bacalhau e aperfeiçoar a minha, para que os meus leitores alentejanos não fiquem zangados comigo. Do Alentejo trago sempre boas recordações.

Bjs a todas/os.

17 dezembro 2013

Preparado De Especiarias Para Caril

Mexer em tantas especiarias é engraçado. Dá-nos um certo poder. Parecia eu uma expert na minha cozinha, ali a mistura-las com o objetivo de criar magia. É simples podermos mimar quem gostamos com pequenos pedacinhos de nós, do nosso tempo, da nossa energia ou da nossa criatividade. Nestes pequenos frascos está um pedaço de mim misturado com notas de música que cantarolei enquanto desajeitadamente punha colheradas de pó mágico nos frascos. E sim, fui muito feliz enquanto preparei estes e outros mimos caseiros para oferecer este Natal. E sim também já experimentei ontem um caril de peixe com camarão e aprovaram o meu tempero.

Ingredientes para cada frasquinho:
- 1 colher de chá de coentros em pó
- 1 colher de chá de salsa seca
- 1 colher de chá de alho em pó
- 1 colher de chá de cominhos em pó
- 1  1/2 colher de chá de açafrão das Indias
- 1 colher de café de pimenta preta em pó
- 1 colher de chá de sementes de funcho
- 1 colher de chá de grãos de coentros

16 dezembro 2013

Brownie De Chocolate E Avelãs E O Sentido Da Visão

Ele estava amuado e eu tal Diva arrastei-me pela minha maldade e elaborei um Plano B. Aproveitei a sua saída de casa, e planeei um casamento quase perfeito, chocolate e avelãs, o seu fruto seco preferido. As ameixas secas fariam "jus" ao meu terrível plano, mas ele comeu a caixinha toda, antes que eu salvasse algumas. Preparei delicadamente um brownie de chocolate e avelãs e com perfume a baunilha. Contei o tempo do forno, para que ele saísse quente e que fosse proibido come-lo assim que ele abrisse a porta de casa. Ele entrou e direto à cozinha vislumbrou aquele mimo e disse: "Fizeste o bolo que eu tanto gosto com as avelãs para mim?" E eu tal Diva novamente, respondi: "Era só o que faltava! E também não podes comer que ainda está quente e tenho de fotografar". Ele enrijeceu mais o seu coração e prometeu que jamais iria comer uma fatia que fosse deste bolo, pois que se enciumou com o meu blogue. O bolo arrefeceu, fotografei e guardei a fatia do meio para ele, aquela que ele anseia sempre, que quase o chocolate derrete por entre as garfadas. Mas ele não comeu de imediato. Tapou a fatia com papel prata e saiu triunfante naquele minuto. Esperou que eu virasse costas e em segredo deliciou-se para que eu não visse. Ele é um homem da imagem, não fosse ele fotógrafo e eu sou apenas uma mulher em frente a um homem implorando que a ame, sou apenas uma rata velha que decidiu usar o sentido da visão para amolecer o seu coração, ainda mesmo que secretamente.

E assim participo no passatempo do blogue "Limited-edition" com o sentido da visão o meu eleito.


Ingredientes:
- 200g de chocolate culinário partido aos pedacinhos
- 125g de manteiga amolecida
- 200g de açúcar refinado
- um "pitada" de sal
- 6 colheres de sopa de cacau em pó
- 1 colher de sobremesa de essência de baunilha
- 4 colheres de sopa de farinha com fermento
- 4 ovos (tamanho médio)
- 100g de avelãs torradas e já sem a pele

Preparação:
No robot de cozinha colocar o chocolate e triturar. Adicionar a manteiga, o açúcar, uma pitada de sal, o cacau em pó, a essência de baunilha, a farinha e voltar a bater até estar tudo bem misturado. Por fim ir acrescentando os ovos um de cada vez e ir batendo. Untar uma forma com manteiga, colocar papel vegetal e voltar a untar (eu usei a minha habitual forma de louça quadrada de 23 cm). Torrar as avelãs numa frigideira e com a ajuda de um pano de cozinha, friccionar as avelãs para que a pele saia com mais facilidade. Distribuir as avelãs, umas inteiras outras picadas pela massa. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 20/25 minutos. Ter atenção para que o brownie fique com aquela textura húmida e não demasiado cozido. É só estarem atentos ao vosso forno. Se utilizarem uma forma retangular e maior, o tempo de cozedura reduz. Bjs a todas/todas e boa semana!

Receita inspirado no Jamie Oliver.

12 dezembro 2013

Risotto De Abóbora Com Salmão E Tomate Cereja

Quando era miúda, embirrava com o bacalhau cozido na noite da consoada e lembro-me que o preferia comer cru e desfiado. A minha mãe fazia-me sempre a vontade. Acho que essa embirração era mais fruto da minha  irreverência do que outra coisa. Sempre fui arisca a cumprir estas regras. Por isso, para participar no passatempo do "Pratos que falam", decidi mais uma vez ser uma menina má comportada e fazer um prato fora do contexto, mas que para mim poderá ser um ensaio da minha consoada. Um prato delicioso e colorido com os tons do natal. 


Ingredientes para 2 pessoas:
Para o risotto:
- 200g de arroz arbório
- 300g de abóbora (pesada sem casca e sementes e cozida com o caldo de legumes)
- 1 cebola picada
- 1 dente de alho picado
- 1 folha de louro
- 1 litro de caldo de legumes
- 100 ml de vinho branco
- 3 hastes de tomilho fresco
- 1 colher de sopa de concentrado de tomate
- 1 noz de manteiga
- 2 colheres de sopa de parmesão ralado
- azeite q.b
- sal q.b.
- 2 gomos de limão para servir

Para o salmão:
- 2 postas de salmão
- sal q.b.
- pimenta moída q.b.
- azeite q.b.
- 1 dente de alho com casca ligeiramente esmagado
- 1 colher de chá de coentros em grão
- 1 colher de chá de endro seco
- 3 hastes de tomilho fresco
- 10 tomate cereja

Caldo de Legumes:
- 1 cenoura
- 1 alho francês (só a parte branca)
- 1 talhada de abóbora (300g)
- 1 molho de coentros
- 1 talo de aipo com as folhas
- sal q.b.

Preparação:
Para o caldo de legumes, colocar uma panela com água temperada de sal e adicionar todos os legumes (coloquei todos inteiros). Deixar ao lume até ficarem bem cozidos. Retirar a abóbora e 1 litro do caldo. Triturar no liquidificador e reservar.

Temperar o salmão com sal e pimenta moída. Aquecer uma frigideira grande com um fio de azeite, o dente de alho, os grãos de coentros, o endro e as hastes de tomilho e deixar libertar os seus aromas no azeite. Fritar as postas de salmão de ambos os lados e a meio da cozedura adicionar o tomate cereja. Ter atenção para não cozinhar demasiado o salmão pois ficará seco.

Para o risotto, levar ao lume um tacho de fundo grosso com um fio de azeite, a cebola, a folha de louro e as hastes de tomilho. Deixar refogar até ficar transparente. Adicionar o concentrado de tomate e mexer. Juntar o arroz e mexer durante 1 minuto. De seguida o alho picado, o vinho e mexer até que este evapore. A partir daqui ir vertendo conchas do caldo da abóbora até evaporar. Repetir esta operação até o arroz estar cozido. Poderá não ser necessário usar o caldo todo. Depois de cozido retirar do lume, adicionar a manteiga e o queijo parmesão. Envolver e servir de imediato, acompanhado do salmão, o tomate cereja e um gomo de limão. Bom apetite!



11 dezembro 2013

Perninhas De Frango Com Especiarias No Forno


Esta época lembra-me sempre a família com que cresci e até hoje mantenho laços fortes, tal como antes. Apesar de parecer uma mulher forte, sou uma menina insegura a quem o colo da mãe e do pai sabe tão bem como quando tinha 5 anos. É bom crescer assim num lar tão equilibrado. Apesar de 2013 ter-se manifestado um ano pouco auspicioso, hoje passei o dia apenas a recordar os momentos bons que passei na companhia de todos, nos almoços prolongados, nos passeios com a marmita atrás, e tanta, tanta coisa boa que fiz para passar uma boa rasteira à crise e ao futuro incerto. A vida resume-se a momentos, tudo são momentos, momentos de alegria e de boas gargalhadas. Apesar dos maus momentos terem pesado mais na balança, hoje só quero pensar nos bons. É por isso que nunca ver-me-ão ansiar por coisas materiais.

Ingredientes para 10 perninhas:
- 10 perninhas de frango médias
- sal q.b.
- pimenta moída q.b
- raspa e sumo de 1 limão
- 1 colher de sopa de salsa seca
- 1 colher de chá de endro seco
- 1 colher de chá de pimentão doce
- 2 dentes de alho espremidos (com utensílio manual próprio ou picado com a faca)
- 3 colheres de sopa de vinho branco
- 2 colheres de sopa de azeite
- 1 colher de sopa de concentrado de tomate

Preparação:
Temperar o frango com todos os ingredientes. Envolver bem e de preferência deixar a marinar durante a noite. Levar ao forno a 200º, aproximadamente 45/50 minutos (dependente do seu tamanho) ou até estarem bem douradas e cozinhadas por dentro. Ir regando com a marinada. Servir quente acompanhado do vosso arroz preferido e uma salada de alface. Bom apetite!

09 dezembro 2013

Sal Aromatizado Com Orégãos e Piri-Piri


A blogosfera está repleta de boas ideias para presentes caseiros e económicos. Sal aromatizado não é novidade para ninguém, mas fica a ideia se estão sem saber o que fazer. Basta passar o ano a guardar todos os frascos, ter sempre em casa saquinhos, fitas, papel craft, cartão e outros adornos que poderemos ir juntando. Depois é só comprar o sal, os orégãos secos e o piri-piri (que triturei), misturar tudo e oferecer com muito amor. Boa Semana!

03 dezembro 2013

Cuscuz De Rúcula Com Potas E Legumes


Os dias frios deixam-me sempre com menos vontade de partilhar as minhas receitas, fruto de muita preguiça. O sol põe-se mais cedo e nunca vou a tempo de fotografar com a luz natural que tanto aprecio. Nesses dias o que me vale é ser casada com um fotógrafo e há sempre uma máquina melhor que a minha para fotografar dentro de casa e que eu saiba mexer claro. Não é segredo nenhum que tenho uma paixão secreta por cuscuz e desta vez combinei com potas, uma variação às lulas bem mais económica. É certo que dá algum trabalho a arranjar, mas com amor tudo se faz.

Ingredientes para 3 pessoas:
- 1 kg de potas congeladas
- 1/2 pimento verde
- 1/2 pimento vermelho

- 1/2 alho francês (só a parte branca)
- 1 mão cheia de rosetas de bróculos
- 1 cenoura
- 12 tomates cereja
150g de cuscuz
- 200ml de água a ferver
- 100g de rúcula
- sal q.b.
- molho de soja q.b.
- molho picante q.b.
- azeite virgem q.b.

Preparação:

Arranjar as potas, retirando todo o interior e a membrana fina do "corpo". Cortar às tiras e os tentáculos ao meio. Temperar com sal, molho de soja e molho picante a gosto.
Aquecer uma frigideira com um fio de azeite. Adicionar os pimentos cortados aos quadrados pequenos, o alho francês às rodelas largas e depois às tiras finas e deixar cozinhar até ficarem bem macios. Acrescentar as potas e cozinhar até ficarem tenras. Acrescentar por fim as rosetas de bróculos, a cenoura cortada (com o descascador das batatas) às tiras finas no sentido longitudinal e os tomates cereja inteiros. Cozinhar apenas uns minutos, para os legumes ficarem crocantes.
No robot de cozinha triturar a rúcula. Colocar o cuscuz numa tigela e verter água a ferver, juntamente com uma pitada de sal e um fio de azeite. Quando a água estiver toda absorvida separar os grãos com um garfo e misturar com a rúcula. Servir o cuscuz quente e com as potas por cima. Boa Semana a todas/os!

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...