28 julho 2014

Cuscuz Com Sabor a Marrocos (E Não Só)


Assim se passou um fim de semana a preços muito convidativos e uma forma diferente de mostrar à criançada como passávamos as mini férias na nossa juventude. Recordar os dias de campismo foi muito engraçado. A malta desenrascou-se bem e aproveitámos cada minuto como se fosse acabar depressa. As tendas estão agora bem guardadas, num sítio que não fiquem esquecidas, sem cheiro a mofo e com a promessa de voltarmos a abri-las dentro em breve. Porque a vida é para se aproveitar, mesmo que o presente não nos dê grande margem para luxos, eu cá troquei-lhe as voltas, e arranjámos em tom de brincadeira, a nossa nova casa de férias de família. Parque de campismo da Praia da Galé, se não conhecem ainda, vale a pena investigar, foi lá onde estive.
A receita de hoje tem cheirinho a Marrocos com os Segredos do Mundo da Margão e a Itália com as pequenas bolas de mozzarella fresca. Cuscuz vale sempre a pena quando a vontade de cozinhar é pequena e não só...

Ingredientes para 3 pessoas:
- 200g de cuscuz
- 250ml de infusão de hortelã a ferver (ou o suficiente para cobrir cerca de 1 cm o cuscuz, pois depende da marca)
- 1 colher de sobremesa da mistura Segredos do Mundo Marrocos da Margão
- sal fino q.b.
- moinho 5 pimentas q.b
- azeite q.b.
- sumo de limão q.b.
- 2 cenouras sem casca
- 1 pequeno molho de salsa fresca
- 125g de bacon em tiras
- 1 embalagem de mini bolas de mozzarella fresca
- uma mão cheia de tomate cereja 

Preparação:
Colocar o cuscuz numa taça juntamente com uma pitada de sal, pimenta, a mistura Segredos do Mundo de Marrocos e um fio de azeite. Verter a infusão de hortelã. Quando a água estiver toda absorvida separar os grãos com um garfo. Regar com sumo de limão a gosto. Triturar as cenouras e a salsa no robot de cozinha. Adicionar ao cuscuz e misturar bem. Retificar os temperos se necessário. Servir com o bacon previamente tostado numa frigideira sem qualquer gordura e deixar escorrer em papel absorvente, as mini bolas de mozzarela fresca e os tomates cereja inteiros. Boa semana!

25 julho 2014

Bola De Pato



Esta bola de  pato já foi feita em Junho, mas achei piada partilha-la agora, pois estou neste preciso momento (18:30) a preparar uma igual para levar comigo amanhã, para um fim de semana bem diferente. Pois é, amanhã partimos para o campismo, ao fim de muitos anos. A decisão final estava nas minhas mãos e foi ouvir aquelas alminhas: oh mãe, oh tia, oh mulher, oh irmã, vamos lá! Até à exaustão... Como quem diz, até me convencerem a dizer, o sim final. E lá vou acampar para um sítio que me trás boas recordações. Agora é esperar que a criançada torne o simples num caos, que no fundo eu adoro! 
Esta bola tem ligeiras alterações que me agradaram bastante em relação à bola de perú. Visto o caldo de cozer o pato ter bastante gordura adicionei-o em substituição do leite e cortei a manteiga na massa. Estou a poupar nos ingredientes e também na gordura adicionada.

Ingredientes:
Recheio:
- 2 pernas de pato grandes

- 1 dente de alho 
- 1 cebola 

- 1/2 de chouriço 
- 1 fatia grossa de bacon (com cerca de 1,5cm)
- sal q.b.
- grãos de pimenta q.b.

Massa:
- 500g de farinha de trigo (peneirar a farinha ajuda a que fique mais leve e arejada)
- 1/2 saqueta de fermento padeiro seco (usei Fermipan)
- 250ml de caldo de cozer o pato morno
- 1 ovo à temperatura ambiente (tamanho M)
- 2 gemas à temperatura ambiente (tamanho M)
- 1 colher de café de sal fino
- 1 gema batida para pincelar no final

Preparação:

Colocar as pernas do pato numa panela, com a cebola, o alho, o chouriço e o bacon, tudo inteiro. Temperar de sal e alguns grãos de pimenta a gosto e cobrir com água. Deixar a cozer até ficar bem tenro. Coar 250 ml de caldo e reservar para a massa. Desfiar o pato, cortar o bacon e o chouriço aos cubos pequenos e reservar para o recheio. A cebola e o alho também poderão ser usados esmagando-os com um garfo e misturados com a carne. 
Numa taça grande colocar todos os ingredientes da massa (exceto a gema para pincelar no final). Misturar bem. Polvilhar a bancada da cozinha com farinha e amassar durante 10 minutos (poderá parecer que a massa está um pouco mole, mas depois de ser colocada na bancada da cozinha polvilhada com farinha vai compensar). Formar uma bola com a massa e deixar levedar numa taça untada com azeite, tapar com um pano ou película aderente e deixar num local seco, quente e livre de correntes de ar, cerca de duas horas ou até dobrar de volume. Depois de levedada pôr a massa na bancada da cozinha já polvilhada com um pouco de farinha. Dividir em três parte iguais e com o rolo da massa estender círculos ou retângulos da medida da forma que utilizarem (usei uma forma redonda com fundo amovível de 23cm diâmetro). Forrar a forma com papel vegetal. Dispor uma placa de massa, metade do recheio, outra placa de massa, o restante recheio e terminar com a terceira placa de massa. Unir as extremidades à medida que se vai fazendo as camadas. Pincelar com gema de ovoLevar ao forno pré-aquecido a 180º,  aproximadamente 40/45 minutos. Servir frio morno ou frio! Bom fim de semana!

Nota: Ter atenção ao sal. Se colocarem muito na água de cozer o pato, devem reduzir no sal que acrescentam à massa. Se usarem ovos maiores, é ir acrescentando farinha até despejar das mãos. Se a forma for anti-aderente só coloco papel vegetal no fundo amovível.  

23 julho 2014

Salada De Pêra Abacate Com Tâmaras E Pesto De Coentros



Idealizar saladas é coisa fácil, desde que tentemos combinar os ingredientes, o molho, ou mais simples ainda, utilizarmos as nossas combinações preferidas. Eu tenho a minha preferida, mas com a mente aberta para provar outras. Abre-se o frigorífico, a dispensa e compõe-se a salada.

Ingredientes para 2 pessoas:
- 1 pêra abacate madura
- 6 folhas de alface roxa
- 6 folhas de alface frisada
- 1 mão cheia de rúcula
- 6 tâmaras 
- 2 colheres de sopa de amêndoas palitadas
- 1 limão (reservar 2 gomos para servir)
- sal fino q.b.
- pimenta moída q.b. (moinho 5 pimentas)
Pesto de coentros:
- 1 pequeno molho de coentros
- 1 dente de alho
- 2 colheres de sopa de  amêndoas palitadas
- azeite q.b.
- sal fino q.b.

Preparação:
Cortar o abacate ao meio no sentido horizontal, rodar, forçar uma das partes e abrir. Retirar o caroço fazendo um golpe com uma faca que este vem atrás. Cortar o abacate às fatias e temperar de sal, pimenta e sumo de limão para não oxidar. Retirar o caroço das tâmaras e cortar às tiras finas. Torrar as amêndoas numa frigideira quente e sem qualquer gordura. Lavar as folhas de alface, escorrer e cortar com as mãos grosseiramente, rejeitando os talos rijos. Para o pesto triturar todos os ingredientes no robot de cozinha e ir adicionando azeite conforme a textura desejada (para a salada fica melhor mais líquido). Empratar colocando as alfaces, a rúcula (que comprei já lavada), o abacate, as tâmaras, as amêndoas, dois gomos de limão para temperar a gosto e o pesto de coentros. Bom apetite!

21 julho 2014

Cupcakes De Chocolate Com Cobertura De Chocolate



O "piolho encardido" estava entediado em casa. E eu arranjei o que de melhor sei fazer para o distrair. Mandei-o para a cozinha e ele preparou com a minha ajuda estes cupcakes tão rápidos e fáceis de fazer. Não necessita balança, nem batedeira (a não ser na cobertura) e com um pouco de sorte pouca sujidade na bancada da cozinha. Desta vez experimentei a farinha de arroz e o açúcar moreno e fiquei muito satisfeita com o resultado. As formas usadas foram as típicas para empadas, pois prefiro uns cupcakes mais pequenos. A Dulcis deu-me uma mãozinha na cobertura, com a sua dulcipasta de chocolate. Se ficaram bons? Ficaram pois!

Ingredientes para 14 cupcakes:
- 1 chávena de chá de farinha de arroz (peneirada)
- 1 chávena de chá de chocolate em pó (peneirado)
- 1 chávena de chá de açúcar moreno
- 1 colher de sopa fermento em pó
- 1 pitada de sal fino
- 1 chávena de chá de leite (à temperatura ambiente)
- 1 ovo tamanho L (à temperatura ambiente)
- ¼ chávena de chá de óleo
- 1 colher de chá essência de baunilha

Cobertura:
- 50g de Dulcipasta de chocolate
- 100g de creme vegetal (margarina vegetal sabor a manteiga)

- manteiga para untar q.b.
- farinha para polvilhar q.b.

Preparação:
Untar bem as formas com manteiga e polvilhar com farinha. Aquecer o forno nos 180º.
Numa taça misturar a farinha, o chocolate, o açúcar e o sal. Noutra à parte, misturar o  leite, o óleo, o ovo e a essência de baunilha. Juntar este preparado ao preparado da farinha e mexer bem com uma vara de arames. Verter a massa nas formas a ¾ da altura. Levar ao forno aproximadamente 25/30 minutos ou até que estejam cozidos. Cada forno exige temperaturas diferentes. Fazer o teste do palito, se sair limpo está cozido. Deixar arrefecer um pouco e desenformar. Para a cobertura basta bater a dulcipasta de chocolate com o creme vegetal, até ficar bem consistente. Colocar  no saco de pasteleiro e decorar cada cupcake, que devem estar completamente arrefecidos, a gosto, variando, se desejar, no bico do saco de pasteleiro. Deliciem-se!  

18 julho 2014

Pêras Escalfadas Com Licor Beirão E Especiarias



Há sobremesas que podemos fazer num ápice e juntar o útil ao agradável. Fruta a precisar ser consumida, um licor que vai ficando no fundo da prateleira e duas especiarias que adoro. 

Ingredientes para 6 pêras:
- 6 pêras descascadas (usei pêra rocha)
- 500ml de água
- 2 paus de canela
- 2 estrelas de anis
- 1 colher de sobremesa de essência de baunilha
- 4 colheres de sopa de açúcar amarelo
- 4 colheres de sopa de Licor Beirão

Preparação:
Juntar num tachinho todos os ingredientes, à exceção das pêras. Levar ao lume médio, deixar até começar a fervilhar e mexer o açúcar até estar dissolvido. Acrescentar as pêras e deixar cozer até ficarem bem macias. Ir regando com o molho. Servir mornas ou frias, simples ou com uma bola de gelado de baunilha. Sirvam-se!

16 julho 2014

Mexilhões Com Tomate



Apesar de adorar cozinhar, estes dias quentes chamam por mim noutros lados que não a cozinha.  Por isso tem saído daqui petiscos rápidos e ao alcance de todos. Quem é que queria agora ir comprar mexilhão fresco, tratar de raspar cada um, retirar as "barbas" e deixar os mexilhões impecáveis para por na panela? Pois, eu também não! Por isso no meu congelador há sempre pequenas pérolas que me salvam nestes dias.

Ingredientes para 2 pessoas:
- 300g de miolo de mexilhão congelado
- 1 cebola às rodelas finas
- 1 dente de alho laminado 
- 1 colher de café de pimentão doce em pó
- 4 colheres de sopa de polpa de tomate
- 2 a 3 colheres de água
- azeite q.b.
- sal q.b.
- pimenta moída q.b.
- salsa fresca picada para polvilhar no final
- gomos de limão 

Preparação:
Descongelar os mexilhões de um dia para o outro na parte de baixo do frigorífico e escorrer. Fazer um refogado leve com um fio de azeite, a cebola e o alho. Adicionar o pimentão doce e envolver bem. De seguida acrescentar o tomate e a água. Deixar fervilhar e acrescentar o mexilhão. Cozinhar apenas alguns minutos e tapado para criar molho. Se necessário acrescentar mais um pouco de água. Temperar de sal e pimenta. Servir polvilhado com salsa e gomos de limão. Bom apetite!

15 julho 2014

Gelado De Framboesa Com Pedaços De Bolacha




Há qualquer coisa de muito prazeiroso fazer os nossos gelados em casa. Apesar de haver semanas que os compramos a preços muito competitivos em relação ao trabalho que temos. Eu cá acho que vale sempre a pena, pois tenho a certeza que no supermercado não encontro um gelado igual a este, pois leva as bolachas caseiras que a minha irmã faz todas as semanas e me oferece sempre uma caixa cheias delas. A juntar às bolachas, o preparado da Dulcis, a Dulcipasta de framboesa foi uma combinação perfeita.

Ingredientes:
- 1 embalagem de 200g de Dulcipasta de Framboesa
- 200ml de natas (M.G. 35%)
- 3 claras de ovo tamanho L
- 3 bolachas a gosto partidas aos pedacinhos
Cobertura:
- topping de morango 
- raspas de chocolate branco

Preparação:
Bater as natas, que devem estar bem frias, até ficarem bem volumosas. Adicionar a Dulcipasta de framboesa e bater novamente até ficar bem misturado. Bater as claras em castelo e adicionar aos poucos ao preparado anterior, com a colher de fora para dentro, de forma que as claras não percam muito ar. Acrescentar as bolachas e voltar a mexer cuidadosamente. Levar o gelado ao congelador de um dia para o outro ou até estar solidificado. Servir com topping de morango e raspas de chocolate branco. Inspirem-se!

Nota:  Não é necessário bater o gelado entre a congelação, pois as natas e as claras em castelo ajudam a deixar o gelado bem cremoso e sem cristais de gelo. Gelados sem natas e com frutas que tenham mais quantidade de água é necessário fazê-lo, pois criam os cristais de gelo.



14 julho 2014

Potas Grelhadas


Eu raramente me atrapalho na cozinha. Se não tenho cão caço com gato. O desejo de comer lulas grelhadas era grande, mas a vontade de ter de ir compra-las era pequena. Lembrei-me que tinha potas no congelador e lá fui eu tratar de realizar o meu desejo e a minha vontade. A verdade é que dá um certo trabalho a arranjar, mas depois de se apanhar o jeito, quase que serve como terapia, um momento de relaxe na cozinha, em que podemos por os nossos pensamentos em dia.

Ingredientes:
- 1kg de potas congeladas
- sal q.b.
- pimenta moída q.b. (usei moinho 5 pimentas)
- sumo de limão q.b.
- azeite q.b.
- 1 pequeno molho de salsa picada
- 1/2 cebola picada
- 1/2 malagueta vermelha sem sementes e às rodelas finas
- batata cozida 

Preparação:
Arranjar as potas depois de naturalmente descongeladas. Separar os tentáculos e retirar o "olho" que está no meio. Retirar todo o interior e a pele "fina" que reveste a pota, basta puxar que sai facilmente. Cortar aos pedaços e os tentáculos ao meio. Temperar de sal, pimenta e sumo de limão a gosto. Pincelar cada pedaço com azeite. Aquecer um grelhador de fogão ou elétrico e grelhar de ambos os lado. Não é necessário ficar muito tempo, para não ficar rijo. Servir quente, polvilhado com a salsa, a cebola e a malagueta. Acompanhar com batata cozida com casca e polvilhada com salsa seca. Boa semana!

12 julho 2014

Chá Gelado De Manga/Laranja Com Especiarias



A It by Jugais desafiou-me a preparar uma bebida/refresco com os seus chás ou infusões. Embora já fora da data, fiz questão de fazer na mesma, pois foi com a It by Jugais que aprendi a gostar de chá quente ou frio e a utiliza-lo também nos pratos. Este chá gelado em conjunto com as especiarias fica com um sabor muito especial.

Ingredientes:
- 2 colheres de sopa rasasde chá preto
- 1 l de água
- 1 estrela de anis
- 1 pau de canela
- 1 vagem de cardamomo
- 3 colheres de sopa de açúcar amarelo
- 100 ml de polpa de manga (usei de lata)
- sumo de 2 laranjas grandes
- cubos de gelo q.b.

Preparação:
Colocar a água com a estrela de anis, o pau de canela, o cardamomo ligeiramente esmagado, o açúcar e deixar ferver. Desligar o lume e juntar o chá preto. Deixar arrefecer. Coar para o jarro de servir, adicionar a polpa de manga, o sumo das laranjas, mexer bem e encher com muito gelo. Refresquem-se!



10 julho 2014

Hambúrgueres Caseiros Com Bacon E Cebola Roxa


Com a minha rotina a entrar nos eixos, volta a vontade de vir partilhar receitas simples, como se quer nesta época do ano, pois há tantas outras coisas para fazer lá fora onde o mundo nos aguarda. No dia que fiz estes hambúrgueres chamei o grupo do costume para se juntar a mim, pois que não há nada melhor que poder partilhar o nosso tempero.

Ingredientes para 10 hambúrgueres:
Para os hambúrgueres:
- 1 kg de carne picada mista (porco e vaca)
- 2 dentes de alho espremidos ou bem picados
- 1 colher de sopa bem cheia de tomilho seco
- pimenta moída q.b. (moinho 5 pimentas)
- sal q.b.
- azeite q.b. para pincelar
Para as cebolas:
- 4 cebolas roxas laminadas
- 1 colher de chá de açúcar amarelo
- 1 colher de chá de vinagre balsâmico
- sal q.b
- pimenta moída q.b. (moinho 5 pimentas)
- azeite q.b.

- 10 fatias de bacon 
- 10 pães de hambúrguer 
- ketchup q.b.

Preparação:
Para os hambúrgueres misturar bem todos os ingredientes, à exceção do azeite. Dividir a carne em 10 pedaços iguais e dar-lhes a forma de hambúrguer. Pincelar todos com azeite e levar a grelhar numa "chapa" ou frigideira bem quente, de ambos os lados.
Levar as cebolas a refogar num fio de azeite, até ficarem bem macias e reduzirem. Adicionar a meio, o açúcar, o vinagre, temperar de sal e pimenta a gosto e envolver bem.
Tostar as fatias de bacon numa frigideira sem adicionar qualquer gordura. Barrar cada um dos lados dos pães com ketchup, colocar o hambúrguer, a cebola, o bacon e servir de imediato. Bom apetite!

07 julho 2014

Fish And Chips (À Minha Maneira)






Durante as férias de Junho procurei fazer refeições apetitosas, rápidas e outras mais despreocupadas de calorias. O "piolho encardido" adorou esta refeição e já para nem falar do molho de iogurte que mergulhou cada pedacinho de peixe como se o quisesse afogar. Gosto do atrevimento de experimentar novas texturas nos fritos, apesar de evitar fazê-los. Desta vez atrevi-me na sêmola de milho que anda lá por casa há meses sem ter uso. Achei que ficou com um resultado interessante, mas fiquem de olho porque frita muito rapidamente e os primeiros medalhões escaparam por um triz.

Ingredientes 3 pessoas:
Batatas:
- 4 batatas grandes roxas
- sal q.b.
- pimenta moída q.b. (usei moinho 5 pimentas)
- 1 colher de chá de cominhos em pó
- 1 colher de chá de pimentão doce
- azeite q.b.
Peixe:
- 1 embalagem de medalhões de pescada congelados (usei Pingo Doce)
- sal fino q.b.
- pimenta moída q.b. (usei moinho 5 pimentas)
- sumo de limão q.b.
- sêmola de milho q.b.
- 1 ovo
- pão ralado q.b.
Molho de iogurte:
- 1 iogurte natural
- sal fino q.b.
- pimenta moída q.b. (usei moinho 5 pimentas)
- 10 azeitonas pretas picadas
- azeite q.b.

Preparação:
Lavar bem as batatas e seca-las com papel absorvente ou um pano de cozinha. Cortar aos gomos com a casca. Temperar de sal, pimenta, cominhos, pimentão doce e envolver bem. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, num tabuleiro coberto com papel vegetal e untado com azeite, cerca de 45/50 minutos, dependendo do forno e da espessura da batata. A meio da cozedura pincelar as batatas com azeite.
Descongelar naturalmente os medalhões e corta-los ao meio no sentido longitudinal, para assim ficarem mais finos. Temperar de sal, pimenta, sumo de limão e deixar uns minutos a tomar o gosto. Passar os medalhões pela sêmola de milho, depois pelo ovo batido e por fim pelo pão ralado. Fritar em óleo quente até ficarem dourados. Escorrer o excesso de óleo em papel absorvente. 
Para o molho de iogurte basta misturar todos os ingredientes. Servir o peixe acompanhado das batatas, do molho de iogurte e gomos de limão. Bom apetite!

04 julho 2014

Gelado De Lemon Curd


Ontem e hoje  foram dias complicados. Às vezes temos de estar em sítios que odiamos e vemos coisas que os nossos olhos não estão habituados. Dei o meu melhor na promessa que fiz em acompanhar uma pessoa que me é muito especial numa ida às urgências para uma cirurgia. Passei horas à espera, mas estando lá, fui tendo notícias sempre em primeira mão e servi de meio de comunicação para os outros que esperavam também notícias, já para não falar que discretamente quebrei algumas regras para poder estar junto dela uns minutos fora dos horários estipulados. As pessoas importantes revezaram-se entre tomar conta da criançada, refeições, telefonemas e o apoio principal, que é estarmos unidos quando temos de estar unidos, quando alguém precisa de nós. O dia ainda não acabou e sinto-me cansada, mas sinto que dei o meu melhor e fico de coração tranquilo. Cuidem das vossas pessoas importantes, porque um dia elas podem já cá não estar, e nesse dia não há arrependimentos que valham para aquilo que não se fez. Hoje a receita é tão simples como a anterior, pois no meio de algumas receitas em lista de espera que já mostrei no facebook, esta foi a mais preguiçosa para escrever e assim ainda vir a tempo de vos desejar bom fim de semana. Esta receita rendeu a forma inglês da foto e outra de gelado normal que usei de um de compra.

Ingredientes:
- 400 ml de natas (bem geladas)
- 5 claras médias
- 100 g de açúcar (usei refinado)
- lemon curd* q.b.

Preparação:
Bater as natas que devem estar bem frias, com metade do açúcar, até ficarem volumosas (ajuda adicionar uns pingos de limão, tanto nas natas como nas claras).Bater as claras em espuma, acrescentar o restante açúcar e bater até ficar em castelo firme.  Envolver as claras cuidadosamente nas natas até estar tudo bem ligado. Adicionar cerca de 4 colheres de sopa de lemon curd ou a gosto e envolver bem. Colocar o preparado num tuperware, caixa, ou forma e adicionar algumas colheradas de lemon curd por cima sem mexer muito. Decorar com raspas de limão. Levar o gelado ao congelador de um dia para o outro, não sendo necessário bater entre a congelação. Se forem gulosos, sirvam o vosso gelado com chantilly, bolacha e pepitas decorativas. Bom fim de semana!

*Não é necessário a receita inteira, pelo que poderão reduzir a receita usando apenas 2 ovos e 2 limões pequenos, seguido de metade do açúcar e manteiga da receita e ainda sobra, dependendo como gostam do vosso gelado de sabor a limão.

02 julho 2014

Gelatina Caseira De Laranja



Nunca fui muito gulosa, raramente fazia sobremesas, e não passavam de mousse de chocolate ou arroz doce e era em dias de festa. Pois é, isso é coisa do passado, ando mesmo muito gulosa. Para disfarçar a minha gulosice, uma gelatina cai sempre bem e até parece que sou bem comportada.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 500ml de sumo de laranjas 
- 5 folhas de gelatina incolor
- 1 colher de sopa de açúcar ou a gosto (usei açúcar amarelo)

Preparação:
Hidratar as folhas de gelatina em água (tépida). Levar o sumo das laranjas (coar o sumo se preferirem) ao lume juntamente com o açúcar. Quando começar a ferver desligar o lume. Escorrer as folhas de gelatina e adiciona-las ao sumo. Mexer até ficarem bem dissolvidas. Distribuir por taças individuais e levar ao frigorífico cerca de 6 horas ou até solidificar. Bom apetite!

01 julho 2014

Gaspacho "Como Eu Gosto"


Regresso das primeiras férias. Umas férias estranhas com alguns contratempos que fui superando. O S. Pedro não ajudou, mas como sempre, troquei-lhe as voltas. Gaspacho, ora aqui está uma receita que já me fez chorar e vomitar também. Lembro-me em miúda, a minha mãe obrigar-me a comer e eu odiava. Ela fazia o gaspacho de outra maneira. Punha gelo, pedaços de pão num caldo à base de água, não triturava os legumes... Eu já descobri há algum tempo como gosto do gaspacho. Não me interessa se tem toque de gaspacho andaluz, alentejano ou algarvio. O que me importa mesmo, é que é assim que eu gosto.

Ingredientes:
- 3 tomates grandes sem pele, sementes e cortado aos cubinhos
- 1 cebola cortada grosseiramente
- 1 dente de alho
- 100ml de polpa de tomate
- 500ml de água bem gelada
- 1/2 pimento vermelho sem sementes e cortado aos cubinhos
- 1/2 pimento verde sem sementes e cortado aos cubinhos
- 1 pepino sem casca (podem deixar um pouco da casca), sementes e cortado aos cubinhos
- 1 colher de sobremesa de açúcar
- 1 colher de sobremesa de vinagre de vinho tinto
- 1 fio de azeite
- sal e pimenta moída q.b.
- croutons q.b. (caseiros e temperados a gosto) 

Preparação:
Triturar 2 tomates junto com a cebola, o alho, metade do pepino, um pouco do pimento vermelho, a polpa de tomate e cerca de 500ml de água gelada (ou mais dependendo da consistente que desejarem). Acrescentar o açúcar, o vinagre, um fio de azeite, temperar de sal e pimenta a gosto. Servir bem fresco, e à vontade de cada um com o restante tomate, pimentos, pepino e os croutons. Boa semana a todas/os!

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...