02 março 2015

Pargo Mulato Ao Sal Com Alecrim

Apesar de gostar de passear e passar os fins de semana numa correria, também anseio pelo contrário. Este foi um desses, que até pude dormir uma sesta no domingo e me soube tão bem. É claro que a cozinha também ficou a meio gás, porque as limpezas da casa eram necessárias. Enfim, no fundo dividi o mal pelas aldeias e fiz um pouco de tudo. A receita é simples e desafio a experimentarem esta maneira de cozinhar e que trás muitas vantagens. Além de saboroso, o forno fica limpo e é super rápido de fazer. Palavra de honra!


Ingredientes 3 pessoas:
- 1 pargo mulato com 800g (sem tripa, e com as escamas para criar uma proteção da absorção do sal)
- 1 pequeno molho de salsa fresca
- 1 lima cortada às rodelas
- 2 kg de sal grosso (aproximadamente)
- 1 colher de sopa cheia de alecrim seco
- 2 claras de ovo

Preparação:
Secar o peixe com papel absorvente. Colocar no seu interior o molho de salsa e a lima às rodelas.
Numa taça grande misturar o sal, o alecrim e as claras de ovo. Colocar uma parte do sal no tabuleiro de ir ao forno, o peixe por cima, e cobrir bem com o restante sal sem deixar espaços abertos, pressionando bem. Levar ao forno pré-aquecido a 180º, durante 25 minutos. Retirar do forno e deixar repousar alguns minutos para que o peixe continue a cozinhar. Partir o sal  que facilmente sai aos pedaços grandes. Servir quente e acompanhado de batatas e legumes cozidos ou assados com molho de azeite, salsa picada e lima. Bom apetite!

9 comentários:

  1. Gosto tanto do peixe cozinhado assim fica tão bom!!
    Ainda só fiz com dourada, esse parece-me muito bom
    Boa semana
    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gostei muito com pargo mulato. E podemos brincar com os temperos. Se bem que aqui aquela máxima do "menos é mais" aqui serve na perfeição. bjs e boa semana.

      Eliminar
  2. magnifico esse pargo , ainda não fiz assim nenhuma receita mas vou ter que fazer sempre que vejo os peixes ficam com muito bom aspeto.

    www.ocantinhodosgulosos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Fica ótimo e super simples. E claro, faz o tal figurão à mesa que eu tanto gosto ;). bjs

    ResponderEliminar
  4. Às vezes o fim-de-semana exige receitas mais simples e descontraídas. Bolas, tudo bem que adoramos cozinhar mas também precisamos de um descanso! E um peixinho assim é mesmo uma maravilha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E mesmo fazendo coisas simples, o tempo nunca me chega aos fins de semana. Vida de mulher é assim mesmo. beijocas

      Eliminar
  5. Após 30 minutos de cosedura e deixando mais 10 de repouso, a parte de cima do peixe neste caso, pargo mulato, não foi o suficiente para ter um peixe cosido. Como não gosto de peixe cru, digamos que a minha avaliação desta receita, não duvidando que seja boa, para mim, não foi a mais feliz, no entanto agradeço o que me foi informado. Obrigado por isso.

    No entanto agradeço as dicas que me foram prestadas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh que pena :(. Será que o seu peixe pesava mais de 800g? Será que 180º no seu forno diverge do meu? Normalmente há regras para "x" peso de peixe "x" tempo de cozedura ao sal. Será que pré-aqueceu o forno como digo na receita, antes de colocar o peixe? bem, só tenho a lamentar a sua experiência e espero que para a próxima corra bem melhor, pois peixe ao sal é uma maravilha. Simples claro, mas não deixa de ser saboroso.

      Eliminar
    2. Ou será que não ligou as duas "resistências" do forno?

      Eliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...