21 agosto 2015

Tarte tatin de maçã

Um destes dias, eles saíram os dois com a promessa de voltarem com um saco cheio de amoras silvestres. Todos os anos gostamos de ir à aventura colher frutos a lugares que não pertencem a ninguém e a outros assim numa espécie de "caça autorizada". O "piolho" chegou a casa todo satisfeito e arranhado, porque trazia para a mãe coisinhas tão boas para além de amoras, como figos e maçãs, que só trazidas assim têm um gostinho mais especial. O "mais-que-tudo" exigiu logo uma tarte de maçã, e no dia a seguir tinha na mesa uma tarte Tatin. Como sempre ele troca-me as voltas e no momento que olhou para a tarte perguntou logo: então a tarte não tem tampa? Bem, o que ele queria era uma tarte americana, e apesar de eu ter tentado explicar-lhe a história das famosas tartes francesas Tatin ele continuava a insistir na tampa. Eu não sou de me gabar, mas morri de amores por esta tarte, fiquei tão enamorada por ela, que tive dias que não me saia da cabeça. O certo é que dias depois fiz novas tartes ao estilo americano, mas ficam bem atrás desta. A combinação das raspas de limão, da vagem de baunilha, do açúcar mascavado para o caramelo e das maçãs colhidas por eles, foi perfeita.

Ingredientes:
Massa:
- 150g de farinha de trigo (usei Tipo 55)
- 1 colher de café de sal fino
- 1 colher de sopa de açúcar refinado
- 75g de manteiga aos cubinhos e bem gelada
- 30ml de água gelada
Recheio:
- 4 maçãs vermelhas médias (que sejam bem firmes e nada farinhentas)
- 6 colheres de sopa de açúcar mascavado
- 2 colheres de sopa de manteiga
- 1 vagem de baunilha aberta ao meio no sentido longitudinal, e com as costas da faca raspar para retirar as sementes
- raspa e sumo de 1 limão pequeno
- canela em pó q.b.

Preparação:
Para a massa, colocar numa taça a farinha, o sal, o açúcar e misturar. Adicionar a manteiga e com as pontas dos dedos misturar com a farinha até ficar com uma textura de migalhas. Acrescentar a água e amassar sem trabalhar muito a massa, apenas o suficiente para unir tudo e formar uma bola. Levar a massa ao frigorífico enrolada em película aderente, pelos menos 30 minutos.

Descascar as maçãs, cortar aos quartos e cada quarto ao meio, e regar com o sumo de limão para que não oxidem.

Numa frigideira* (ou em algo que possa ir ao fogão e de seguida ao forno), juntar o açúcar e a manteiga. Deixar em lume médio até que a manteiga derreta e comece a dissolver-se no açúcar, e de seguida acrescentar a baunilha e as raspas de limão. Juntar as maçãs alinhadas, dando-lhes a forma com que vão ficar depois de desenformar. Deixar ao lume até ficarem bem caramelizadas, mas ainda firmes. Ir regando as maçãs cuidadosamente com o caramelo que se vai formando. Apagar o lume e polvilhar as maçãs com canela em pó a gosto. Reservar.

Retirar a massa do frigorífico. Polvilhar a bancada da cozinha com farinha e estender a massa cuidadosamente com o rolo, num circulo um pouco maior que a frigideira. Colocar a massa por cima das maçãs e aconchegar bem.

Levar ao forno pré-aquecido a 180º, aproximadamente 30 minutos, ou até a massa estar crocante e dourada. Retirar imediatamente do forno e desenformar antes que o caramelo solidifique, virando-a sobre o prato ao contrário para que as maçãs fiquem viradas para cima. Servir morna ou fria, com uma bola de gelado de nata ou natas frescas. Bom apetite!

* Usei  uma frigideira velha de 28 cm de diâmetro que a pega enferrugou e retirei-a para caber no meu mini-forno.

8 comentários:

  1. Que bonita está a tua tarte, bem apetitosa!
    Excelente sugestão para o final de semana que se aproxima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Luísa. Bom fim de semana também para ti com muitas receitas à mistura. bjs

      Eliminar
  2. Olá Carlinha, li a tua receita com tanta atenção como se estivesse a ler um romance entusiasmante!!!!
    És perfeita, em cada palavra, em cada pormenor, fantástico!!! Com a tua receita só não faz uma Tatin excelente quem não quiser. Bjs. Com saudades.
    Paula

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paula tu estragas-me com mimos. Fico sempre tão contente quando te vejo por aqui. Sinto-me lisonjeada com as tuas palavras. Tento fazer o melhor que posso nas descrições das receitas e às vezes tenho a sensação que me baralho toda a escrever, fruto desta minha veia poética. Beijocas e obrigada mesmo do coração. Espero que estejas bem e a tua família também.

      Eliminar
  3. É das tartes tatin mais bonitas que ja vi! Estou neste momento a gozar das minhas benditas ferias mas mesmo assim nao podia deixar de passar por aqui para apreciar as tuas deliciosas iguarias! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até que enfim, ufa, férias finalmente. Fico muito satisfeita pelo teu carinho, mesmo de férias vires espreitar as minhas receitas. Obrigada, por me fazeres sempre companhia, mesmo que virtual, todos os dias! És cinco estrelas! beijocas grandes e umas férias bem divertidas e loucas para ti e para a tua família.

      Eliminar
  4. Bela tarte, adorava comer uma ou duas fatias.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    PS - ando mais caladinha por bons motivos mas sempre que posso venho cá espreitar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Clara. Não te preocupes, volta sempre que puderes ou quiseres, pois por aqui gosto que sejam todos livres. E se é por um bom motivo, então melhor ainda :). Boa sorte!

      Eliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...