25 fevereiro 2016

Sopa de courgette com espinafres e cenoura.

As sopas do dia-a-dia tendem a ser despachadas. Não há cá refogados ligeiros, nem outras mariquices para aromatizar o caldo. Estas sopas têm espaço na minha cozinha diariamente e depois destes anos todos a aperfeiçoar as combinações de legumes que gosto e como fazer sopas perfeitas, não há  margem para grandes erros. E é mesmo disso que quero falar hoje, mais do que partilhar esta tonta receita. Na minha opinião e por experiência própria as sopas para ficarem perfeitas, os legumes do caldo base têm de ficar bem cozidos e por conseguinte bem triturados, a diferença é substancialmente notória se não o fizerem. Já ouvi falar também que pôr o sal no início na água com os legumes vai fazer com que demore mais tempo a levantar fervura. E um dos grandes problemas é quando trituramos o caldo base da sopa percebemos que colocámos demasiada água e ficou muito líquido. Bem, eu acho que há solução para tudo, portanto não é um drama, e olhem que se há "drama queen" lá em casa sou eu. Primeiro jogamos pelo seguro que morreu de velho, como diz a minha mãe. Legumes cortados todos do mesmo tamanho e quanto mais pequenos mais depressa cozem, depois é cobrir com água apenas até ficarem submersos, pois é mais fácil adicionar mais água depois de triturados, do que engrossar novamente a sopa. Mas estávamos distraídas nesse dia, tanta coisa para fazer em casa e somos só uma para tantas tarefas, e vai de pôr mais água na panela. Não tem problema vamos resolver. Há arroz cozido simples de ontem no frigorífico? Então juntem ao caldo base e triturem bem. Não há arroz mas há batatas cozidas que ninguém comeu com a pescada ontem? Então embora lá pôr na sopa e triturar bem. Não há nenhum destes dois? Então retirem um pouco da sopa para uma tacinha, deixem arrefecer um pouco e misturem bem com uma colher de sopa de amido de milho, voltem a juntar à panela e liguem o lume para voltar a ferver e vão mexendo até engrossar. Não há amido de milho? Não faz mal, há farinha de trigo. Não há nenhum destes dois? Porra... Ah, ainda não está nada perdido, vão lá à despensa e vejam se encontram um pacote de fécula de batata. Não há fécula mas há uma lata de grão ou feijão branco? Então malta não há desculpa para não tentarem resolver. O que interessa no fundo é não deitarmos a perder o trabalho que tivemos, a juntar a "milhentas" tarefas que temos todos os dias.
E para que não arranjemos mais problemas com a sopa, nada de exagerar no sal! Senão temos mais um drama para resolver :)

Ingredientes 4 pessoas:
- 2 courgettes grandes (sem a casca) e cortadas aos cubos do mesmo tamanho
- 1 cebola grande picada grosseiramente
- 1 dente de alho
- cerca de 1 litro de água (ou mais no final se necessário)
- sal grosso q.b.
- 1 cenoura grande cortada ao meio e depois às rodelas finas
- 130g de folhas de espinafres baby
- azeite q.b.

Preparação:
Numa panela juntar a courgette, a cebola e o alho. Cobrir com água e levar a ferver até estarem bem cozidos. Juntar o sal e triturar bem até ficar um creme bem aveludado. Se ficou muito espesso acrescentar mais um pouco de água. Voltar a levar panela ao lume. Assim que levantar fervura, adicionar as cenouras primeiro e um ou dois minutos depois os espinafres que cozem muito rapidamente (deixar destapado para os espinafres não perderem muito a sua cor verde). Desligar o lume, retificar o tempero de sal e adicionar um fio de azeite. Servir quente. Bom apetite!

4 comentários:

  1. Há muito tempo que cá em casa não há refogados para a sopa! Bem sabemos que em termos de sabor faz uma grande diferença, mas desde que tive filhos habituei-me a meter tudo para dentro do tacho. Depois quando iniciei a minha dieta já não me custou nada ter de me adaptar a este tipo de sopas, para mim é normalíssimo! Há sempre maneira de dar a volta às coisas! Como diria a minha mãe: para tudo há solução, para a morte é que não! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de um refogado ligeiro em algumas sopas, mas é claro que nas sopas diárias nem ponho essa hipótese, por várias razões. a minha mãe também diz muito essa frase, aliás engraçado, era para ter escrito isso no texto. beijocas e boa dieta. Que consigas atingir a tua meta.

      Eliminar
  2. Eu não sou muito de sopas mas existem algumas que me convencem e esta está bem apetitosa :)
    Beijinhos, se quiseres vem visitar-me em
    Gulosoqb.blogspot.pt
    Facebook.com/gulosoqb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então Carla? Tens de comer sopinha! bjs e bom fim-de-semana.

      Eliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...