19 setembro 2016

Açorda de pimentos e tomate com carapaus fritos

A vida dá realmente muitas voltas e só nos surpreendemos quando nos tornamos adultos. A comida tem muito destas coisas. Quem me dizia a mim que um dia eu ia crescer e comer açorda como se fosse um prato muito especial. Já não falando dos carapaus, porque esses eu não os troco, desde miúda, nem por lagosta. Sempre que vou visitar os meus pais sinto o cheiro de carapaus fritos. Abro o frigorífico como se ainda pertencesse àquela casa que me encheu de tão boas memórias. Se houver carapaus no frigorífico lá vai a minha mãe buscar um prato e o meu pai o pão. Mas tem de ser pão duro pai, quero pão duro! Explico sempre o mesmo, tem de ser duro. Como se explica esta química que se dá em mim, combinando carapaus fritos do dia anterior e frios, comidos com as mãos e "depenicando" o pão duro entre as "polpas" do peixe? Como se explica isto? Como se explica as sensações que tenho com certos pratos? Haverá resposta para o facto de me apetecer um prato de Nestum com mel sempre que as noites arrefecem? Haverá resposta para sentir o cheirinho do peixe frito sempre que o elevador chega ao 5º andar do n.º 13? E tantas vezes foi um cheiro que só a minha imaginação sentia. Terei 20, 40, 50 ou 60 anos, que destaparei sempre todos os tachos que borbulham ao lume do fogão da minha mãe para espreitar o que ela está a cozinhar. Parece-me sempre tudo tão bom, tão familiar, tão reconfortante. E sim, matei saudades da açorda e dos carapaus fritos, desta vez feitos por mim. No fundo estou na fase da "confort food", depois desta se seguirão outras, agora quero mesmo saborear estes pratos. São servidos?

Ingredientes para 3 pessoas:
- 2 bolas de mistura grandes do dia anterior (ou mais)
- 1 cebola picada
- 1/2 pimento verde pequeno cortado aos cubinhos
- 1/2 pimento amarelo pequeno cortado aos cubinhos
- 1/2 lata de tomate pelado aos pedaços (incluindo o suco)
- 1 dente de alho grande picado
- 1 folha de louro
- 1 pequeno molho de coentros frescos picados
- sal grosso q.b.
- pimenta moída q.b.
- azeite q.b.
- 15 carapaus pequenos/médios
- farinha de trigo q.b.
- óleo para fritar q.b.

Preparação:
Colocar o pão numa taça e encher de água tépida para ir amolecendo.

Levar um tacho ao lume a aquecer com um fio de azeite e a folha de louro. Adicionar a cebola e deixar a refogar um pouco. Juntar os pimentos ao refogado até amolecerem, para de seguida acrescentar o tomate. Temperar de sal e pimenta e tapar uns minutos para cozinhar bem. 

Escorrer o pão e juntar ao tacho. Mexer para que o pão se misture com os restantes sabores. Retificar o tempero se necessário. Deixar destapado em lume moderado para secar um pouco. Desligar o lume, acrescentar os coentros e mexer.

Enquanto se prepara a açorda, arranjar os carapaus retirando a tripa. Temperar generosamente com sal grosso e deixá-los a escorrer. Levar o óleo a aquecer.

Colocar um pouco de farinha num saco de plástico e aos poucos ir enfarinhando os carapaus diretamente no saco. Sacudir o excesso de farinha e quando o óleo estiver bem quente fritar até ficarem bem crocantes. Deixar escorrer o excesso de óleo em papel absorvente. 

Servir a açorda polvilhada com mais coentros e com os carapaus. Bom apetite!

6 comentários:

  1. Querida! Todos temos os nossos devaneios! Tu com os carapaus fritos e pão duro, eu com as sopas de leite (pão de trigo "velho" regado com leite quente)! Mas não interessa, são coisas banais e quade absurdas mas que nos fazem felizes! Hoje também fiz uma receita da minha mãe, torresmos de entrecosto! É algo tão fácil, tão bom e tão tradicional daqui, que eu nunca tinha feito sozinha! Mas por casmurrice minha! Porque sempre achei que não ficariam como os dela! Mas hoje aventurei-me, tenho de saber fazê-los pois as mães não duram sempre. Não ficaram iguais, mas andaram lá perto! Acho que agora é só aperfeiçoar! Também tenho saudades de carapaus fritos! Costumamos acompanhar com batata cozida e molho cru. Mas acho a açorda uma opção simpática! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Havias era de ser minha vizinha Elisabete, para eu provar as tuas iguarias açoreanas. beijocas e bons cozinhados.

      Eliminar
  2. Tirando os carapaus, este prato está bem do meu agrado :D
    Blog: Guloso qb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então os carapaus ficam todos para mim ;). bjs

      Eliminar
  3. Sou pois servida. Aceito. Hummm... que delicia!!!! ;)
    Beijinhos

    Bimby & Sabores da vida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então cá vai um pratinho para ti ;). bjs

      Eliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...