Paginas

Acordo Ortográfico

Estou a adaptar-me ao novo acordo ortográfico, pelo que poderá ainda ser escrita alguma palavra de forma errada, ao qual agradeço a vossa compreensão e colaboração.
Uma das ferramentas que utilizo em caso de dúvida poderá ser encontrada aqui ou  aqui.

Carla Sousa

11 comentários:

  1. Estou na mesma, Carla.
    Este acordo foi um disparate, mas se não o seguirmos ficamos a dar erros... e isso não é bom! Além disso tenho 7 netos e não quero que me digam que a avó dá erros!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi exatamente por isso que decidi de uma vez por todas aceitar este acordo, para poder ajudar o miúdo na escola e "modernizar-me". Agora começo a pensar que este acordo faz sentido. beijinhos

      Eliminar
  2. O acordo ortográfico, vai ser anulado.
    Votamos à nossa ortografia, porque é nossa, e é a verdadeira língua de Camões... 😀

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai vão? Não fazia a mínima ideia. A ver vamos. Fico a aguardar a decisão.

      Eliminar
  3. O acordo não foi para a frente nem vai. Quiseram que os portugueses o aceitassem mas não tiveram sorte nenhuma. Portanto, escreve como aprendeste e sê o que és: Portuguesa!Bjns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto na escola ensinarem com o novo acordo, como mãe tenho o dever de o aplicar, para poder estar lado a lado com o meu filho a ajudá.lo. Para a frente é que é o caminho, e cada um escolhe se prefere seguir em frente ou ficar lá para trás. A escolha é de cada um, como foi sua escolha comentar anonimamente e tratar-me por tu. Cumps. e volte sempre.

      Eliminar
  4. Quanto ao acordo, e como professora de Português, muita coisa poderia dizer. A primeira delas é que não alinho em negociatas. Não o utilizo e com muito orgulho e respeito pela minha língua. São inenarráveis os erros que o acordo ( a que chamo Aborto Ortográfico) encerra. Que pena dos meus alunos e de quem é "obrigado" a usar essa obscenidade. Respeito, mas com muita tristeza, quem o usa sem ser obrigado a fazê-lo. Não respeito quem o quer usar , só porque sim,. para mostrar que sabe, quando afinal não sabe e ainda dá mais erros do que antes do dito. Se lhe apetece, ou se se sente mais confortável não usando, não use. Basta Indicar isso no blog, e toda a gente vai ficar a saber que não o está a usar. Mereceia toda a minha admiração se o fizesse. Se precisa acompanhar o filho, só tem de inteirar-se daquilo que mudou. Pbres crianças e pobres professores primários. Não sei como vão explicar tanta incongruência aos alunos!
    Quanto ao resto, parabéns pelo "blog". Nem sei como vim aqui parar. Cumprimentos e muita sorte para si e filhote bom aluno!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clarinda obrigada pelo seu conselho, mas tive tanto tempo para me habituar, que agora sinto que já não conseguia voltar para trás. Provavelmente também já cometi erros, e volta e meia quando ando a rever as minhas receitas descubro um erro ou outro e fico danada, porque gosto sempre que me alertem. Há tantas palavras que não escrevemos todos os dias que por vezes acontece já nem nos lembrarmos como se escrevem, quanto mais com novo acordo. Faço o melhor que posso para escrever sempre bem, mas posso errar... Obrigada pelo elogio ao blogue e volte sempre, seja para ver receitas ou corrigir-me, pois todas as correções serão sempre bem recebidas. Tudo de bom para si e para os seus!

      Eliminar
  5. Como não consigo editar vou passar` à correcção dos "erros" motivados pela pressa na escrita: * Merecia ; Pobres
    "só porque sim" tem um ponto final a mais.

    ResponderEliminar