11 outubro 2019

Cuscuz com atum e alcaparras

Só agora que cresci percebo tão bem quando a minha mãe exemplificava tudo com provérbios. Essas frases sábias que resumiam em poucas palavras as grandes questões da vida, e que nos ajudariam sempre com os dilemas do nosso caminho. Deveria ter-lhe dado ouvidos e hoje colheria os frutos.
Agora sou eu que repito ao meu "piolho encardido" os provérbios e frases que para mim fazem sentido, e muitas mais vezes que a minha mãe, "trabalha o teu presente que o futuro faz-se sozinho" e ponto final.
É ter em conta que os mais velhos são bem mais experientes e merecem todo o nosso respeito. Bom fim de semana!

(já trago a receita)


08 outubro 2019

Ceviche de salmão

O ceviche está na moda e lá em casa gostamos muito, eu em especial, porque é só cortar coisas e está feito. Escolher a combinação de ingredientes para além do peixe, temperar e pronto a servir rapidamente, para que o limão não "coza" demasiado o salmão para além do ponto que apreciamos por aqui.


07 outubro 2019

Sumo de limão e romã

O fim de semana serve para passear, descansar, arrumar a casa, fazer compras, praticar a nossa atividade física e comer bem. Cá em casa eles esperam sempre um miminho à mesa, mesmo que não seja nada de especial, acaba sempre por ser quando o fazemos com carinho. Então lá saiu uma espécie de limonada cor-de-rosa com as romãs que chegaram de oferta. Simples, colorido e bom!


04 outubro 2019

Salada simples de peito de pato com molho de laranja e mel

A maioria das vezes a vida vai-se resolvendo sozinha, e para isso basta colocar uma pitada de amor em tudo. Amor ao próximo, amor à natureza, amor próprio... É a lei do retorno, a única coisa em que acredito com "unhas e dentes". 

Esta introdução só para vos falar como tem sido giro ser mãe de um adolescente, acho até que é a melhor fase como mãe que passei até agora. A que me tem dado mais prazer, mais luta e mais retorno por saber como lidar com esse "bicho cabeludo". 

É só olhar para trás, olhar para mim e lembrar com orgulho o que os meus pais fizeram comigo, pois assumo, foi preciso serem gigantes para aturarem a minha adolescência. Agora sou uma boa filha e acho que eles sabiam que estarem à altura deste acontecimento tão importante no crescimento, lhes traria benefícios no futuro (lei do retorno, lá está!).

Aplico várias regras e no meio de um turbilhão pergunto-me sempre: queres ter razão, ou queres ter paz? Eu escolho sempre a paz. Vou-me lembrando também do título de um livro: "Ama-me quando menos mereço, porque é quando mais preciso" e tudo se vai compondo para o lugar certo. E o lugar certo é quando nunca perdemos a calma e sabemos dar a volta à questão.

Isto ainda nem sequer começou, ainda vai no início este processo no crescimento do meu "piolho encardido", mas acredito que estou no bom caminho para ajudá-lo a crescer sempre com a minha ajuda, e com o meu sentido de humor vamos superando os três todas estas etapas que nos testam a paciência.

E onde entra a comida? Entra sempre diariamente, porque nela encontro uma forma de me expressar e em silêncio mostrar o meu amor. Eles derretem-se... (fica entre nós). Um peito de frango grandinho deu para uma entrada fresca para nós os três e assim aprimorar o início da refeição com alegria extra. Bom fim-de-semana!

01 outubro 2019

Coelho no tacho com cerveja preta e alecrim

Cá em casa consumimos mais carne de frango que outras. Confesso que me apetece muito contrariar esta tendência, porque variar a alimentação é o meu lema para que ela seja equilibrada, havendo assim espaço para todos os alimentos frescos.

No âmbito da Campanha Europeia de Incentivo ao Consumo de Carne de Coelho“Carne de Coelho Hoje"fui desafiada a preparar uma receita com coelho, uma carne branca com pouca gordura, rica em nutrientes e que se presta também a inúmeras receitas.

Podemos encontrar coelho dividido em várias partes, pernas, coxas, lombos, lombinhos, costeletas, hambúrgueres, etc, o que nos facilita muito a vida na hora de preparar certas receitas.

Quando penso em coelho, ainda penso na peça inteira, penso em pratos quentes e aconchegantes, bem aromáticos e para partilhar com a família à mesa. Para hoje trago-vos um coelho bem saboroso que preparei com cerveja preta e alecrim. Ficou uma delícia!