28 julho 2016

Folhados de salsicha com queijo

Volta e meia zango-me porque quero fazer determinado prato e não tenho massa folhada em casa. Apesar de gostar de fazer massas, as folhadas compro feitas, pois que a vida é demasiado curta para eu perder tanto tempo com estas massas. Um dia destes lá comprei a massa e fiquei à espera daquelas alturas que preciso dela. Mas o diabo é torto, agora que a tinha em casa não me surgiu inspiração nenhuma, e pronto aconteceu o mesmo de sempre, deixei a validade perto do fim. Salsichas de lata também não são um habitué cá de casa, mas às vezes lá compro para o miúdo que gosta de cachorros e eu gosto de matar saudades dos tempos de criança em que na despensa havia sempre muitos enlatados. Folhados de salsichas, queijo, um toque de mostarda e uns pozinhos de sementes, foram rápidos e perfeitos para levar na sacola para a nossa ida ao cinema a dois, eu e o "piolho encardido".

26 julho 2016

Sandwich de frango com panceta, mozzarella Galbani e pasta de azeitonas

Nos dias mais calmos das férias há que arranjar coisas para fazer e distrair o "piolho". Uma boa maneira é levá-lo para a cozinha e fazê-lo meu aprendiz. Adoro "armar-me" em mandona e dar-lhe ordens, ao mesmo tempo que lhe passo informações preciosas sobre o que já aprendi sobre comida. Ele absorve todos os pormenores. Foi com ele que idealizei esta "sandocha". O mote estava lançado, mozzarella Galbani, um dos primeiros queijos, a par do queijo fresco, que ele começou a gostar. Reunimos os ingredientes escolhidos e fizemos uma sandwich divinal, aliás foram duas, que davam perfeitamente para 4 pessoas, na companhia de uma sopa leve. Um almoço divinal, ou ilegal como ele disse. Mãe esta sandes devia ser ilegal de tão boa que ficou. E eu claro, fiquei toda orgulhosa por poder partilhar a cozinha com ele. Vê-lo ali de boxers e de avental posto com o pano de lado preso e com a minha faca de cozinha afiada, é lindo... 


25 julho 2016

Salada de polvo (para entrada)

Para mim as férias são para fazer tudo o que não faço, ou não posso fazer, nos dias normais de trabalho. Esquecer-me dos horários, nada de pressas nem pressões. Esquecer a roupa, a maquilhagem, o cabelo penteado e as tarefas da casa por alguns dias. Apesar de ainda de férias não resisto a voltar ao sítio que me trás sempre boas recordações e que faz a minha vida mais feliz," O Meu Tempero". E como o "piolho encardido" adora um bom petisco, hoje temos uma entrada simples de polvo com um molho que ele adora praticamente afogar o polvo, por isso nada como fazer em casa, porque no restaurante o molho não é assim tanto. Bom verão a todos!

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...