Paginas

28 julho 2020

Argolas do mar com molho de iogurte e ervas aromáticas

O Meu Tempero

Com um filho na adolescência (adora comer) e pouco inspirada para cozinhar, é preciso voltar ao básico e fazer os pratos de sempre, mas que nos sabem tão bem. 
Fazer petiscos em casa é essencial nesta fase que vivemos, não só por razões de saúde, mas também económicas, porque é preciso pensar no futuro e tempos mais difíceis podem ainda chegar. 
Argolas do mar (potas) fritas num polme bem simples e que fazem pandant com o molho de iogurte habitual cá por casa. Bem bom! 

27 julho 2020

Bacalhau e pescada com béchamel e queijo Emmental

O Meu Tempero

Continuo a fazer maldades e a esconder a pescada ao meu rapaz, e mal sabia ele que este prato inocente não era só bacalhau. Um prato de forno mas que também sabe bem no verão com uma salada. Estava bem saboroso com o toque do queijo Emmental ralado da Santiago.

17 julho 2020

Pataniscas de salmão e abacate

O Meu Tempero

Podemos fazer pataniscas de quase tudo, de atum, de bacalhau, de frango, de beterraba com filetes de cavala em conserva, só de cavala fresca, de tentáculos de potas, etc. As de hoje são de salmão e abacate e foram fritas em pouco azeite. Quando quero as pataniscas mais gordinhas e com aqueles bicos estaladiços frito-as em óleo abundante. E depende da textura que pretendo adiciono mais ovos, mais água, ou mais farinha se quiser que rendam mais. Estas levaram só ovos e menos farinha que o habitual. Espremer um pouco de limão na altura de comer dá um toque delicioso, palavra de honra!

09 julho 2020

Bolo de coco (textura quase pudim)

O Meu Tempero

Os dias estão quentes e bonitos, perfeitos para me encaixar na parte boa de todas as coisas. É assim que tenho digerido o lado menos bom desta pandemia. Aos poucos vou-me recompondo da desilusão e do aproveitamento que me foi feito durante largos anos, e sair de mãos a abanar para começar do zero é coisa que não me assusta. Sou mulher e isso basta-me para ter nascido com aquela força extra que o universo nos deu. De uma coisa tenho a certeza, aprendi a lição e sei bem o que quero para o meu futuro profissional e pessoal.
Um destes dia fiz um bolinho de coco quase, quase a fazer lembrar pudim, se não me tivesse distraído com o forno. A receita deu-me a minha mãe emprestada que tirou da internet, fez e deu-me a provar e eu achei uma maravilha, e claro que fui fazer a minha versão e mexi nas quantidades do açúcar e do óleo para me sentir menos culpada. Ficou bem bom!

06 julho 2020

Molho de queijo quark com ervas aromáticas

O Meu Tempero

Os dias difíceis não duram para sempre e aos poucos vou-me reconstruindo, e peça a peça o puzzle vai-se compondo e a vida quase que se resolve sozinha. Nos dias melhores aproveito e vou para a cozinha, faço imensas coisas para irmos comendo nos dias seguintes, nada pensado, nem pré-preparações, que eu gosto mesmo é de ir ao sabor do vento. Num desses dias preparei um almoço leve e fresco. Uma salada com o que havia no frigorifico, queijos frescos meio gordo Santiago e o molho que eles adoram, desta vez sem o iogurte e com o queijo Quark. Fica delicioso e como tem um toque ácido não o tempero nem com sumo de limão ou vinagre para quem prefere. Fica a ideia. Boa semana! #PUB