28 novembro 2019

Doce de abóbora com nozes (presentes caseiros)

Dos presentes caseiros, os doces e compotas não podem faltar, desde às mais vulgares às mais elaboradas, é um mimo muito simpático. Claro que comprar um frasco de doce num hipermercado qualquer era muito mais fácil e barato, mas feito por nós tem um valor inestimável, é por isso que fui para o fogão fazer um doce de abóbora com nozes.

25 novembro 2019

Sopa juliana

É bom aproveitarmos as coisas boas da vida, e são por vezes as mais simples, e que estão ao alcance de todos, que nos fazem mais felizes. Mesmo no inverno com frio e alguma chuva os fins-de-semana podem ser aproveitados ao máximo. Assim que o sol espreita vamos todos a correr passear para o parque.  O Scott vai sempre conosco e o puto que já se aborrece, até se entusiasma se perceber que andam Pokémons por lá. Se não chover vamos até à praia, e que bom que é passear na praia sem ninguém, ficarmos por ali sentados a apanhar o sol de inverno e a olhar para o mar, e o Scott esse cão doido varrido é a cereja no topo do bolo. Depois sofá, manta quente e netflix sabe-nos tão bem. O pior é cabermos os quatro. No fim acabamos todos em cima do pai, pernas e cão, e ele nunca reclama apesar de ser o maior e o que precisa de mais espaço. Depois há os petiscos e uma sopa para nos confortar e mais netflix a seguir.
E é assim que começo a semana por aqui, com uma sopa bem cremosa, com batata, que raramente utilizo. Ficou tão boa e quentinha, e ninguém ficou com pés frio. Boa semana!

21 novembro 2019

Sal aromatizado com orégãos (presentes caseiros)

Por aqui continuo entretida com os presentes caseiros, e depois da mistura de caril, estava na altura de preparar o sal com os orégãos (com piri-piri também fica bom) e assim ter um sal aromático pronto para temperar peixe, carne ou até uma salada. É importante a escolha de bons produtos, ter os frascos bem limpos e bem secos.
Papel kraft, elásticos para prender o papel, depois a fita, colheres de madeira que encontrei nas lojas "Espaço Casa" a um preço muito simpático, e a etiqueta desta vez colada no papel e sem plastificar, mas que vai ao encontro da decoração que escolhi para os meus presentes caseiros. Tenho fitas de várias larguras e da mesma cor, umas para os frascos mais pequenos e outras para os maiores. Acho que fica bem, apesar de, continuo a dizer, não tenho grande jeito, mas tenho muita vontade :)


20 novembro 2019

Mini quiches de queijo de cabra e linguiça

Idealizar refeições todos os dias não é fácil, é preciso variar nas ementas, equilibrar a dieta e simplificar nos dias em que merecemos um pouco mais de descanso. Nesses dias conto com várias ajudas, sopa sempre feita e queijos Saloio no frigorífico. O queijo de Cabra Palhais Original foi essencial para dar sabor a estas mini quiches tão fáceis de preparar e levar ao forno (também com a ajuda da massa de compra). Obrigada Saloio!


18 novembro 2019

Mistura para caril (presentes caseiros)

Os presentes de comer caseiros dão obviamente mais trabalho e também não ficam mais baratos, mas fazê-los chega a ser relaxante para mim, muito mais do que me enfiar num shopping qualquer à procura de presentes originais e que realmente sejam úteis para quem os recebe.
Não faço todos os anos como se fosse uma regra a cumprir, faço quando me apetece, e este ano apetece-me.

Antes de por mãos à obra é preciso organizar ideias para que no final tudo fique bonito, e comestível até à hora de o entregarmos em mão.
Primeiro faço uma lista das pessoas a quem quero oferecer, depois reúno as receitas que quero, granolas, bolachas e bolinhos, sal e azeites aromatizados, etc. Há muitas ideias pela internet, tantas que o melhor é começarem primeiro pelo vosso gosto pessoal, assim tornamos os presentes mais à nossa imagem.

Depois é pensar em como decorar tudo. Fazer as etiquetas, escolher as fitas a condizer e comprar os frascos. Mesmo não tendo grande jeito para os trabalhos manuais, gosto que no fim tudo fique harmonioso e todos os frasquinhos e saquinhos combinem entre si. Gosto da simplicidade, nada muito elaborado.

Ao longo do ano podemos ir comprando várias fitas e frasquinhos, com tempo fazemos melhores compras. Os frascos usados também são uma opção, mas para mim têm de estar irrepreensivelmente limpos de colas e nada de tampas com ferrugem, lá por serem presentes caseiros não tem de ser feitos com desprimor.

Reunida a lista das pessoas, as receitas, os frascos, as etiquetas e as fitas, é hora de reunir os ingredientes e para tal também é preciso reunir o melhor, porque afinal estamos a oferecer um pouco de nós.

Começo sempre pelos mais fáceis e com maior validade, depois faço as compotas, e dias antes  de oferecer faço as granolas, as bolachas, os bombons, etc. 
Quando tudo estiver reunido, é só embalar e escolher um saco ou caixa de tamanho adequado. Esta parte ainda não decidi, ainda tenho tempo para fazer a melhor escolha.

Esta mistura de caril já anda pelo blogue, só dobrei a dose para fazer frascos maiores. Gosto de fazer por camadas independentemente da ordem, depois é só misturar e usar como um pó de caril normal.

15 novembro 2019

Feijoca com bacalhau e ovos

Nos últimos anos o natal não tem tido grande significado para mim, até porque não pertenço a religião nenhuma, mas fui sempre na onda, a onda de onde cresci e aprendi os melhores valores. Destes dias guardo apenas os momentos em paz com as minhas pessoas, mesa farta e muita alegria. É assim que quero, não só para o natal como para o ano inteiro. 
Este ano finalmente decidi contrariar-me e trocar as voltas a mim própria, e olhem que sou de ideias fixas atualmente, mas se o assunto mete "cozinha" então nem preciso de andar às voltas e à guerra comigo. E sim, este ano estou feliz a preparar novamente os miminhos caseiros para oferecer, e isto faz-me mesmo feliz, mesmo que ainda só seja 15 de novembro... Nem eu acredito 😊.
A receita de hoje é de conforto e bem picante (se quiserem), feita na frigideira e apurada devagarinho. Bom fim-se-semana!

Outras receitas com feijoca aqui.


11 novembro 2019

Tortilha de batata e salmão (no forno)

O Universo parece conspirar contra mim há muito tempo, demasiado tempo, tanto tempo que dou por mim a pensar que talvez tenha de lhe trocar as voltas. É preciso dar a volta sempre por cima e com educação, mas se for preciso uma pitada de ironia também se arranja, que isto da idade não nos trás só cabelos brancos. E assim foi, abri uma garrafa de um bom vinho e pus a tortilha no forno, enquanto o vinho respira ela estará pronta. Pronta e deliciosa para tornar o meu dia bem mais feliz, porque o resto tornou-se só ruído na minha vida. Boa semana a todos!

05 novembro 2019