16 setembro 2016

Arroz de galinha rápido

Depois de tudo organizado para as novas etapas cá por casa, nada como vir partilhar mais uma receita. Um arroz ultra rápido de fazer com a galinha caseira que veio parar ao meu frigorífico, já depenada, partida aos pedaços e livre das peles e gorduras maiores. Como era para sobrar utilizei um arroz branqueado, agulha que era o que tinha em casa, que no dia seguinte continua bem soltinho, mas se não fosse, teria escolhido o arroz carolino normal. A escolha é vossa. Eu acho que fica uma refeição bem simpática e rende muito, especialmente tempo, pois no dia seguinte podemos ir passear e quando chegarmos a casa é só aquecer e está pronto o almoço.

Ingredientes 5/6 pessoas:
Para cozer a galinha:
- 1 galinha caseira já limpa e partida aos pedaços
- 1 cebola cortada ao meio
- 2 dentes de alho inteiros
- 1 folha de louro
- 2 colheres de sopa de vinagre bâlsamico
- sal grosso q.b.
Para o restante:
- 350g de arroz agulha branqueado (cerca de 1 chávena almoçadeira)
- 3 chávenas almoçadeiras do caldo da cozedura
- tiras de bacon q.b.
- azeitonas pretas q.b.

Preparação:
Colocar a galinha na panela de pressão com os restantes ingredientes, fechar bem e deixar cozer cerca de uma hora ou até a galinha estar tenra. Retirar a galinha após sair toda a pressão da panela, deixar arrefecer um pouco e desfiar. Coar e reservar a água da cozedura.
Levar a água da cozedura (as 3 chávenas) ao lume até ferver e adicionar o arroz para cozer. Se necessário acrescentar mais caldo. Juntar a galinha desfiada, mexer e retificar o tempero de sal. 
Colocar o arroz numa travessa de ir ao forno, decorar com tiras de bacon e azeitonas pretas a gosto. Levar ao forno a aquecer e dourar. Bom apetite!

10 comentários:

  1. Eu gosto bastante! Já o meu marido não aprecia! Prefere a galinha inteira e o arroz à parte! Tal tolice! Se não é muito mais fácil meter à boca sem estar a escolher ossos! Enfim! Eu já me servia dessa travessa! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que sim, e ele não é parvo nenhum, mas nós temos de fazer render o peixe, neste caso, a carne, e assim tornar uma refeição económica, e no fim, quem somos espertas, somos nós! bjs

      Eliminar
  2. Gosto muito de um arrozinho assim, esta perfeito
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. No outro dia continua soltinho, já contanto que fosse sobrar claro. beijocas

    ResponderEliminar
  4. Mas que bom aspeto :)
    Tenho lá em casa uma galinha "velha", o marido diz que não gosta muito, até tem uma cor avermelhada. Já estou a ver o que lhe vou fazer para se comer ;) Já vai para a lista :) E tal como gosto, fácil e rápido :D :D
    Obrigado pela partilha :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nos tempos difíceis que correm até as galinhas velhas são boas. A minha levou uma eternidade a cozer mesmo na panela de pressão, mas o que interessa é que foi aproveitada e ninguém reclamou, soube a pato como se costuma dizer ;). Obrigada eu pelo simpático comentário.

      Eliminar
    2. Vai ser o que vai acontecer à minha :D :D :D

      Eliminar
    3. Oh oh bem temperada e tal ninguém vai pedir o livro de reclamações de certeza.

      Eliminar
  5. Já experimentei e ficou uma delícia :) Aprovado ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem :). Nada como um arroz bem simples com galinha caseira. Bem que podia ser o meu jantar hoje. Ainda sobrou por aí? ;)

      Eliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...