23 janeiro 2014

Pita Shoarma (com carne de porco)


Não há nada como chamar a rapaziada cá a casa e partilhar uma refeição bem diferente do usual. Já fiz muitas vezes o pão pita, mas nunca tinha feito esta mistura de especiarias tão especial que vi no blogue da Joana Roque. Foi caso para ter ouvido muitas vezes: Isto está mesmo bom pá!

Ingredientes para 11 Pitas Shoarma:
Para a Carne:
- 1kg de febras de porco cortadas às tiras finas no sentido horizontal
1 colher de chá de:
- cominhos em pó
- coentros em pó
- alho em pó
- açafrão das Índias (curcuma)
- gengibre em pó
- pimenta preta em pó
- paprica em pó
- cravinho em pó
- canela em pó
- sumo de 1 limão pequeno
- 2 colheres de sopa de azeite (podem usar óleo) + 2 colheres para fritar
- sal q.b.

Para o Molho:
- 6 colheres de sopa de maionese (usei de compra)
- 6 colheres de sopa de água
- 2 alhos picados ou espremidos com utensílio próprio 
- 2 colheres de sopa de salsa fresca picada
- sal e pimenta moída q.b.

Para o Pão Pita:
- 500g de farinha de trigo sem fermento
- 1 colher de chá de sal fino
- 2 colheres de chá de açúcar refinado
- 2 saquetas de fermento padeiro seco
- 50ml de azeite
- 250ml de água morna

 Para servir com a Pita Shoarma:
- 1 alface pequena cortada em juliana
- Batatas fritas em palitos

Preparação:
Temperar a carne com todos os ingredientes e deixar a marinar de um dia para o outro.
Aquecer o wok (ou uma frigideira bem grande) com o azeite e fritar a carne.

Preparar o molho no próprio dia juntando todos os ingredientes e misturar bem.

Para o pão pita, misturar numa taça grande, a farinha, o sal, o açúcar e o fermento padeiro. Adicionar o azeite, a água e mexer com a ajuda do garfo. Polvilhar a bancada da cozinha com farinha e amassar a massa durante cerca de 3 a 5 minutos até deixar de ficar pegajosa. Se necessário polvilhar com um pouco mais de farinha. Voltar a colocar a massa na taça, tapar com película aderente ou um pano de cozinha. Deixar levedar em local quente e livre de correntes de ar, até dobrar de volume. Depois de levedada voltar a polvilhar a bancada com farinha e a massa. Dividir em 11 pedaços iguais (ou menos, dependendo do tamanho que querem a vossa Pita Shoarma. Bolear cada pedaço de massa com a palma da mão, até formar uma bola bem firme (vejam aqui onde aprendi a fazer). Deixar descansar uns 15 minutos. Estender cada bola com o rolo da massa em forma de círculo. Levar ao forno pré-aquecido a 200º, aproximadamente 5 a 6 minutos dependendo do tamanho que lhe deram.

Servir os pães pita recheados com a carne e a alface, e terminar com um pouco do molho. Acompanhar com batatas fritas e boa companhia. Bom apetite!

8 comentários:

  1. Adorei! Fiquei com vontade de experimentar.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha, Carla! Adoro estas refeições descontraídas! Tenho de experimentar a receita em breve. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. a receita parece boa....mas fazer um prato tipico árabe com carne de porco????? isso é forçar um pouco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebo-o perfeitamente, mas aqui é assim, ando sempre a quebrar as regras e a usar o que tenho por casa ;. Acho que podemos sempre ter uma mente mais aberta quando estamos fora dos locais que nos inspiramos para cozinhar. Até porque estou em Portugal, e por aqui come-se muito porco e não temos qualquer tipo de apego às religiões que não o comem. Não se admire se encontrar por aqui um caril indiano com carne de vaca. Mas agradeço o seu comentário, pois sou da opinião que todos temos um, seja ele qual for e até o percebo perfeitamente, mas não posso seguir esse rigor, sou demasiado rebelde na culinária.

      Eliminar
  4. A receita parece boa...mas fazer um prato típico árabe com carne de porco, é forçar um pouco.!

    ResponderEliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...