01 dezembro 2015

Cachaço de porco no forno, com mostarda, legumes e maçãs

O frio está instalado, não há nada a fazer. Nada de lamúrias, vamos é aproveitar as coisas boas desta estação do ano tão odiada por todos. Não é a minha preferida, é um facto, mas há tanta coisa boa que gosto de fazer no tempo frio. A comida de forno que nos trás tanto conforto, os fins de semana mais caseiros, as saídas para ver exposições, cinemas, as idas a Lisboa à noite bem agasalhados para vermos as luzes de natal, os petiscos em casa, as sestas depois do almoço, e mesmo o mais importante, agradecer ao destino mais um ano de "piolho encardido". Isso sim, é o meu maior presente. Enquanto anda tudo às avessas com o natal, eu só quero mesmo é pensar na festa do meu amor pequeno que faz anos no dia 25. Dez anos! Já passaram quase 10 anos que trouxe ao mundo este puto tão especial, que me faz rir como ninguém. Foi um caminho difícil enquanto esperei por ele, mas valeu a pena tudo, pois no fim tive esta grande recompensa. 
Bem, agora a receita de um belo cachaço de porco que custou 4 euros e qualquer coisa em promoção e que deu para muitas refeições para nós os três. Faz-se quase sozinho no forno e fica tão bom e económico.

Ingredientes:
- 1 cachaço de porco sem osso com 2kg
- 6 dentes de alho
- 3 colheres de sopa de mostarda
- 3 colheres de sopa de azeite
- pimenta preta moída q.b.
- 1 colher de sobremesa de sal grosso
- 2 folhas de louro
- 2 cebolas grandes
- 1 alho francês médio (só a parte branca)
- 1 cenoura grande
- 2 maçãs grandes (usei vermelhas)

Preparação:
Misturar os alhos espremidos com utensílio próprio ou bem picados com a faca ou com almofariz, com a mostarda, o azeite, o sal e a pimenta, de forma a que fique uma pasta. Massajar toda a peça de carne com esta pasta.

No tabuleiro de ir ao forno, colocar as cebolas, o alho francês, a cenoura e as maçãs, tudo cortado às fatias grossas. Para as maçãs deixar a casca e retirar só o caroço.

Colocar o cachaço no tabuleiro e as folhas de louro. Cortar um pedaço de papel vegetal  um pouco maior que o tabuleiro, molhar com água e espremer para que fique maleável. Colocar o papel vegetal a cobrir a carne e por cima papel alumínio bem aconchegado nas extremidades do tabuleiro, para que não saia vapor.

Levar ao forno a 180º, aproximadamente 2h30m a 3 horas. Quando passarem as 2 horas retirar os papéis e deixar dourar na parte de cima, regando com o molho que se formou. Servir quente, desfiado ou fatiado finamente. Acompanhar com massa, arroz, batatas cozidas, purés variados, legumes cozidos ou salteados, saladas, ou em sandes. Bom apetite!

10 comentários:

  1. Isso é o que mais gosto, comidinhas de forno! Do mais prático e reconfortante que há! Ai o teu piolho faz anos no dia de Natal! Isso sim foi uma belíssima prenda para vocês! Ele acha piada ter nascido nesse dia?! O meu marido nasceu no dia 22 e durante anos não gostou nada da ideia pois os aniversário dele era sempre confundidos com o natal!!! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto a carne ficou no forno fiquei com tempo de sobra para as minhas coisas. O miúdo ainda não se questionou na data, mas claro que já percebe que o aniversário calhou numa data chata para ao amigos virem à festa dele. Agora que já está mais crescido vamos começar a trocar as voltas ao calendário e fazer a festa uns dias depois e assim todos os amigos não têm desculpas para não virem. Agora as prendas tem sempre a dobrar e o dia 25 é a comemoração dos anos e o natal fica esquecido. beijocas

      Eliminar
  2. Bem, ao contrário de ti, eu adoro o inverno, o frio, a manta embrulhada enquanto se vê um filme, ... E esse cachaço deve ser mais uma das coisas óptimas deste inverno, delicioso :)

    Gulosoqb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto dessa parte da mantinha e do filme :), sabe tão bem. beijocas

      Eliminar
  3. que aspecto... a cerne nota-se bem que se desfaz! que delícia!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficou muito boa, embora a fotografia tenha ficado desastrosa. A minha pequena máquina adora luz natural e quando o sol se vai embora, é tão difícil... E mesmo que tenha feito a carne tão cedo só para comer ao jantar, já não fui a tempo da luz natural. bjs

      Eliminar
  4. Olá Carla!!
    Por aqui o calor que se instalou por completo! Já ando com saudades do inverno!!
    Esse prato parece realmente suculento!
    Beijos!!! =)
    www.deliciasdavodeo.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sempre assim, nunca estamos satisfeitas ;). A minha estação preferida é a primavera, gosto mesmo muito. Mas pronto, agora é aproveitar as coisas boas do inverno. beijocas

      Eliminar
  5. Olá! Sou eu :) ainda te lembras de mim?!
    Não desapareci, apenas ando afastada , mas um dia regressarei! Não tenho seguido blogues, porque p meu tempo não me permite, mas depois te conto. Vi a tua receita por acaso, no bloglovin (às vezes deito o olho) e não resisti! Fiquei deliciada com as tuas palavras e saudosa dos tempos do meu filho, aprovei bem porque passa depressa.
    Não preciso dizer que gostei da receita, pois não!?

    Beijos com saudades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Susana claro que me lembro de ti. Ainda um dia destes pensei em escrever-te mas depois achei que poderia estar a ser chata e tal com esta minha mania de me preocupar com todos, e o mais certo era tu quereres estar no teu canto. Espero com sinceridade que estejas bem, isso é o que interessa. beijinhos grandes e tudo de bom para ti.

      Eliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...