24 janeiro 2012

Arepas Com Recheio de Carne Picada e Pimentos

Ontem foi dia de negociações. Ou seja, apenas foram precisos uns escassos minutos para decidirmos que à segunda-feira é dia do "meu mais que tudo" fazer o jantar. Ele era um bom cozinheiro e fazia-me boas surpresas à mesa. Mas às vezes nós mulheres não sabemos reconhecer... Eu preocupava-me mais com o estado caótico em que ele me deixava a cozinha, do que com as iguarias que ele me fazia com amor. Eu não soube dar valor, e puf... Ele foi deixando grandualmente de ir para a cozinha e acabou por achar que já não sabia cozinhar. Ontem cheguei a casa e tinha uma massada de peixe brutal e a cozinha arrumada. Afinal, ele ainda cozinha bem, e o que mais me comove, é que continuou a estar atento ao modo como cozinho. Aquela massada poderia bem ser a minha. Marido adoro-te! És uma delícia! Quer dizer, a massada estava uma delícia. Perdoas-me? Sim?
Bem, posto os pontos nos "i´s", vamos à receita de hoje. As famosas arepas da Venezuela. Cheguei até elas através de  um casal simpático Venezuelano, que conheci na passagem do ano. A textura é diferente do que estamos habituados, mas apreciei cada dentada. O recheio foi por minha conta e risco.

Ingredientes para 6 arepas:
- 500 ml de água morna

Recheio:
- 200 g de carne picada mista (vaca e porco)
- 100 g de pimento vermelho
- 100 g de pimento amarelo
- 100 g de alho francês
- 2 malaguetas secas (piripiri)
- 2 colheres de molho de soja
- 1 colher de sobremesa de salsa seca
- 1 colher de sobremesa de cebolinho seco
- azeite

Preparação:
A preparação é extremamente simples. Basta adicionar lentamente a farinha à água morna, até ir dissolvendo. É identico à preparação de um puré de batata instantâneo. No início ficamos com a sensação que a massa fica muito líquida, mas é mesmo assim. Num abrir e fechar de olhos ela terá a consistência necessária, para moldarem 6 arepas em forma de hamburguer. Vão ao forno pré-aquecido a 200º, sensivelmente 30/35 minutos. Poderão também frita-las num pouco de óleo vegetal. Entretanto numa frigideira ou num wok, coloca-se um fio de azeite e frita-se a carne. Acrescenta-se os pimentos, o alho francês (apenas a parte branca) e as malaguetas secas. Antes de apagar o lume, rega-se com o molho de soja, e envolve-se a salsa e o cebolinho. Abre-se as arepas delicadamente ao meio e recheia-se com o preparado. Serve-se quente.

15 comentários:

  1. Cucu,

    Parece bom, acreditas que conheço esse casal simpático Venezuelano e ainda nao provei esse prato?

    Um dia... :)
    Beijokas

    ResponderEliminar
  2. Cucu,

    Parece bom, acreditas que conheço esse casal simpático Venezuelano e ainda nao provei esse prato?

    Um dia... :)
    Beijokas

    ResponderEliminar
  3. Ainda não fiz mas já fiquei fã!! A receita é simples e pelo aspecto Carla, é deliciosa e super versátil!! Já podia bem ser o meu almocinho! Gosto muito de experimentar comidas de outros países, obrigada pela partilha!!
    Gostei muito deste post, bem romântico e carinhoso! :))
    Beijinho!

    ResponderEliminar
  4. Olá!

    Com umas palavras destas o maridinho até se vai derreter e perdoar! Por vezes somos um pouco injustas! Também sinto isso e tento sempre melhorar!

    Que linda receita! Obrigada por partilhares uma receita de outro país! Um dia destes vou experimentar.

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Já ouvi falar muito das arepas, por uma amiga minha cuja família é da Venezuela, mas nunca experimentei, vou anotar a receita!
    Parece ser uma verdadeira delicia! :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Tem óptimo aspecto.
    Deve ter ficado muito saboroso.


    http://asvezescozinheira.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Carla, que menina tão má para com o marido!!!! Também passei por essa fase de adaptação ao ceder a minha cozinha, mas foi tudo uma questão de nos ajustarmos: hoje em dia o Marco cozinha tantas vezes como eu e, apesar de ser mais relaxado no que toca a limpezas, no fim fica tudo limpo e bem arrumadinho. Claro que de vez em quando eu lá stresso com as pingas no chão durante a culinarice, mas tenho que aprender a ser mais relaxada pois ele ajuda imenso ao preparar uma boa parte das refeições. Portanto, "faxabor" de deixar espaço para o maridão cozinhar e limpar, até porque a prática faz a perfeição, como dizem os camones :D

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia a receita das arepas, obrigada.
    Eu acho que eles deviam cozinhar mais vezes, eu adoro quando ele o faz (espero que ele leia isto lol).
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Amiga Carla não deves facilitar nessas coisas:), mesmo que a cozinha fique com massa ou arroz até no tecto devemos deixar os homens cozinhar quando lhe apetece que é raro eheheh
    A massada de peixe não sei como ficou, mas estas arepas estão uma delícia :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Carla, tens de relaxar mais e deixar que ele te surpreenda! E com estas palavras ele vai derreter-se :) É tão bom quando eles cozinham para nós, mesmo que à volta se crie o caos :)
    Adorei as arepas, tão atrevidas!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  11. Não tenho a minima sorte nesse campo Carla. Sabes, o meu Sarinho sempre disse que não sabia cozinhar e depois há essa parte da bagunça.
    Sabe fazer uns belos grelhados e de vez em quando dá uma ajuda.
    Mas como trabalha por turnos muitas vezes está ausente. No entanto ele tem um jeito enorme para desenformar coisas! :)
    Acho que os homens deviam cozinhar mais hehe.
    Olha as tuas arepas estão de babar. Hei-de tentar fazer. Obrigado pela receita. Beijocas querida.

    ResponderEliminar
  12. Temos que dar valor aquilo que temos. ;)
    Essas arepas parecem-me bem... sempre a aprender.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  13. As arepas são mesmo deliciosas. Devido à emigração madeirense para a Venezuela. muitos foram, qd voltaram à terra, que abriram negócios onde vendem as famosas arepas e realmente vale a pena provar pq são uma delícia.

    ResponderEliminar
  14. Que belas arepas :) Tenho uma amiga com família na Venezuela que fazia várias vezes arepas :) Uma´sugestão diferente mas muito boa :) Adorei o recheio ( apesar de não gostar muito de pimentos)

    ResponderEliminar
  15. Amiga, não conhecia esta especialidade e não sei porquê acho que vou gostar! Tens cá umas ideias...;) Gostei.

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...