30 janeiro 2013

Salada São Francisco Com Infusão Hortelã Menta

Todas as donas de casa têm momentos de falta de inspiração. São muitas refeições multiplicadas por anos de cozinha. Para além de que temos de variar, agradar, equilibrar, reaproveitar, encolher, esticar, mas nunca deixar de alimentar a família. Depois de alguns dias sem inspiração estou neste momento a adorar experimentar os chás e infusões da It-by Jugais nas minhas receitas. É novidade na minha cozinha e estou entusiasmada. Agarrei numa das saladas do Jamie Oliver, dei-lhe o meu toque e ficou surpreendentemente aromática. As alterações foram porque não consegui encontrar abacate, esqueci o queijo feta, mais uma vez o queijo da ilha salvou-me, troquei a quinoa por cuscuz, a pimenta da Jamaica por pimenta preta e outros pequenos detalhes que presumo que cada pessoa dá o seu toque e o seu tempero, e eu não fujo à regra, dei-lhe o meu tempero sem ficar desesperada por não ter os ingredientes todos. Tenho a certeza que o Jamie ficaria orgulhoso de mim por ter-me desenrascado bem.

Ingredientes para 2 pessoas:
- 1 peito de frango
- 1 colher de chá de paprika
- 1 colher de chá de pimenta preta
- 1/2 pimento vermelho
- 1/2 pimento laranja
- 150g de cuscuz
- 200ml de infusão Hortelã Menta
- 1/2 molho de coentros (deixar uma parte para decorar)
- 1 malagueta vermelha
- 100g de folhas de espinafres
- 1 manga
- 50g agrião folhas baby
- 50g de queijo da ilha
- sal q.b.
- azeite q.b

Preparação:
Temperar o peito de frango com paprika, pimenta e sal. Bater ligeiramente com o rolo da massa para ficar mais fino. Fritar numa frigideira grande com um fio de azeite e a meio da fritura juntar os pedaços dos pimentos. Fatiar o peito de frango. Colocar o cuscuz numa taça. Fazer uma infusão com uma colher de chá de hortelã menta e água a ferver e deixar repousar 5 minutos. Verter sobre o cuscuz até absorver todo o líquido. Separar os grãos com um garfo. No robot de cozinha triturar os coentros, a malagueta e os espinafres. Descascar a manga e cortar aos cubos. 
Empratar colocando o cuscuz numa travessa grande, por cima o preparado triturado e temperar com azeite. Dispor o agrião, os pimentos, a manga, o frango, a restante parte dos coentros e o queijo aos cubos pequenos. Temperar com azeite. Uma delícia. Bjs a todos

29 janeiro 2013

Salada De Cuscuz Com Rúcula, Mozzarella, Morangos, Tomate Seco E Molho Verde

Os raios de sol deram ar de sua graça no início da semana. E eu dei um ar da minha a fazer saladas. Mais uma vez uma refeição simples, delicada, comida com muito prazer e com a minha típica ansiedade pela chegada da Primavera. Está quase, quase, quase.

Ingredientes para 2 pessoas:
- 150g de cuscuz
- 200ml de água a ferver
- 1 bola de mozzarella de búfala
- 4 tomates secos 
- 8 morangos
- 1 chávena de rúcula

Molho Verde
- 1 dente de alho
- 1/2 molho de coentros 
- 1 colher de sopa de vinagre balsâmico
- 1 colher de café de sal grosso
- 100ml de azeite

Preparação:
Numa taça colocar o cuscuz e deitar água a ferver (200ml) ou o suficiente para ficar submerso. Esperar até toda a água ser absorvida e separar os grãos com um garfo. Numa travessa espalhar o cuscuz, a rúcula por cima, os morangos inteiros, a mozzarella às rodelas e o tomate seco às tiras. Temperar com molho verde e para isso basta colocar no liquidificador todos os ingredientes e triturar bem. Bjs a todos.

Rigatoni Com Mini Almôndegas e Tomate





















Gosto de ter massas de várias qualidades na minha dispensa. Em poucos minutos ultrapasso a indecisão do que fazer para um jantar rápido e preguiçoso, mas nem por isso menos saboroso. Gosto de lhes dar cor com qualquer erva aromática e decidi já algum tempo que não é só o queijo parmesão o rei da massa, o queijo da ilha também tem um lugar privilegiado no meu tempero.

Ingredientes para 3/4 pessoas:
- 300g de massa rigatoni
- 300g de carne picada (vaca e porco)
- 1 colher de sopa de manjericão seco
- 1 colher de café de sal fino
- 1 colher de café de pimenta
- 3 colheres de sopa de pão ralado
- 1 cebola
- 3 colheres de sopa de azeite
- 100ml de vinho branco seco
- 210g de polpa de tomate
- queijo da ilha q.b.
- salsa fresca q.b.

Preparação:
Numa taça coloca-se a carne picada, tempera-se de sal e pimenta, manjericão seco, pão ralado e mistura-se bem. Molda-se pequenas bolinhas (30 bolinhas) e reserva-se. Num tacho com 3 colheres de sopa de azeite, refoga-se a cebola picada até ficar macia. Acrescenta-se o vinho, a polpa de tomate e deixa-se apurar uns minutos. Coloca-se as mini almôndegas e deixa-se cozinhar tapado. Se necessário acrescentar um pouco de água. À parte coze-se a massa em água fervente e temperada com sal. Escorre-se e junta-se à carne que entretanto já cozinhou. Envolve-se bem e se necessário acrescentar um pouco de água da cozedura e assim a massa não seca. Serve-se quente, polvilhado com salsa fresca picada e queijo da ilha em lascas. Uma delícia. Bjs a todos.

27 janeiro 2013

Creme De Morangos Com Chá Rooibos Aromatizado Com Frutos Do Bosque



O desafio foi proposto pela Quinta de Jugais que me ofertou alguns dos seus produtos e de grande qualidade. Para comemorar o Dia de São Valentim idealizei uma sobremesa simples com um dos seus chás que ficou na perfeição nesta receita.

O Amor é simples, natural, descomprometido, doce ou salgado.
O Amor celebra-se, dividi-se e multiplica-se.
O Amor não dorme descansado, se o seu Amor não dorme também.
O Amor ri e chora. O Amor saboreia-se todos os dias.
Feliz Dia de São Valentim!

Ingredientes para 2 pessoas:
- 300g de morangos (2 para decorar)
- 70g de açúcar amarelo
- 200ml de água
- 1 colher de chá Rooibos Aromatizado Com Frutos do Bosque
- 1 colher de sopa de amido de milho
- 2 colheres de sopa de raspas de chocolate

Preparação:
Lavar os morangos e corta-los. Colocar no liquidificador com o açúcar e deixar uns minutos a macerar para criar algum líquido. Triturar bem e reservar. Ferver a água. Colocar o chá e deixar 5 minutos. Coar e deixar arrefecer. Misturar bem o amido de milho com o chá. Numa caçarola pequena colocar os morangos e a mistura do chá com o amido. Levar ao lume brando e mexer sempre com uma vara de arames até engrossar. Deixar arrefecer. Colocar em taças individuais e levar ao frigorífico duas horas. Na hora de servir decorar com os morangos e as raspas de chocolate.

24 janeiro 2013

Bacalhau Com Broa Rápido

Qualquer boa dona de casa sabe fazer render o seu peixe. E eu sou perita nisso. Eu e mais uns milhões de mulheres. Portanto passei uma boa rasteira ao Senhor mês de Janeiro e moral da história de hoje: - Não há fome que não dê em fartura. Para tornar esta receita mais simples e saudável não fritei as batatas.

Ingredientes para 3 pessoas:
- 550g de batatas
- 2 postas de bacalhau
- 2 dentes de alho
- 1 fatia grossa de broa de milho
- sal q.b
- 1 colher de chá de colorau
- 1 colher de sopa de salsa seca
- azeite q.b.

Preparação:
Coze-se as batatas com pele (é importante serem de boa qualidade e não farinhentas), escorre-se, retira-se a pele e corta-se aos cubos pequenos. Coze-se o bacalhau e lasca-se. Numa frigideira grande coloca-se um fio de azeite (1 colher de sopa) e salteia-se as batatas até ficarem douradinhas. Acrescenta-se os alhos bem picados e o bacalhau. Envolve-se bem. Verte-se para uma travessa de ir ao forno. Tritura-se a broa no robot de cozinha juntamente com a salsa seca, o colorau e uma pitada de sal. Eu por norma quando faço este pratos numa ponho sal na água das batatas, pois o bacalhau pode estar um pouco mais salgado. Por fim distribuí-se a broa pela travessa e um fio de azeite por cima. Vai ao forno pré-aquecido a 180º até a broa ficar dourada. Acompanha-se com uma salada verde. Bjs a todos.

21 janeiro 2013

Sericaia



Todos nós temos momentos da nossa vida que sabemos que as peças não estão bem encaixadas. 
Eu sei que sou distraída, trapalhona, desastrada e vivo no mundo da Lua. Mas também sei que o tempo nunca há-de apagar isso. Sou assim, é a minha essência. Apesar disso consigo rir de mim própria com tanta trapalhice. E acredito que quem ri comigo é porque tem uma cópia da chave de mim. Os outros não me abrem a porta, lamento meus caros, têm a chave errada.
Andei aqui a vasculhar os meus pensamentos desta semana e ora vejamos... Perdi as chaves de casa durante a semana. Quase dois dias depois achei as chaves pousadas num muro, cheias de ferrugem e abandonadas propositadamente naquele sítio para que eu as encontrasse (coincidências). Sábado cortei a ponta do polegar lavando as peças da máquina de café, que por estranho que pareça, não bebo café expresso. E desde o Natal deixei de beber café solúvel durante o dia, porque descobri que me fazia mal. E claro, vingança dos Deuses, cortei-me da maneira mais improvável (coincidências). Tudo parece estranho. Hoje acordei e pensei que apetecia-me ver o arco-íris. Saio de casa e lá está ele (coincidências). Estou com a sensação que alguém ou alguma "coisa" está a dar-me sinais, mas para variar estou noutro planeta. Moral desta história confusa:
- Fiz uma sericaia pá! E comia-a toda porque me apeteceu!

Ingredientes:
- 500ml de leite
- 2 tiras de casca de limão
- 1 pau de canela
- 6 ovos separados
- 250g de açúcar branco
- 6 colheres de sopa de farinha de trigo
- canela em pó q.b

Preparação:
Ferve-se o leite com a casca de limão e o pau de canela. Numa taça coloca-se as gemas e mistura-se   gradualmente o açúcar com a vara de arames até formar um creme esbranquiçado. Acrescenta-se uma colher de farinha e envolve-se bem, depois a segunda, envolvendo novamente e depois a terceira. Depois de bem envolvido é mais fácil acrescentar as outras 3 colheres que faltam todas de uma vez. Bate-se as claras em castelo e a pouco e pouco envolve-se cuidadosamente com uma espátula no preparado das gemas. Verte-se o leite ao único preparado que ficou, mexendo bem. Volta ao lume brando até engrossar ou formar uma espécie de creme inglês e sempre sem parar de mexer. Verte-se para uma travessa de barro untada com manteiga e polvilha-se generosamente por cima com canela em pó. Vai ao forno pré-aquecido a 180º,  aproximadamente 30 minutos, dependendo do forno de cada um. Se dividirem em taças individuais o tempo diminuiu. Bjs a todos

Receita do Chefe José Avillez com excepção do uso das Ameixas de Elvas.



16 janeiro 2013

Salada De Frango Com Croutons

Janeiro é o mês em que tentamos recuperar de todos os gastos financeiros da época de festas. Portanto eu não fujo à regra. Direi que apenas tenho um mês para recuperar, pois que em Fevereiro é a loucura outra vez. Além de três aniversários, é o mês do meu automóvel. Todos estamos em crise e eu não sou diferente. Há que tomar novas medidas nas nossas vidas, nunca nos esquecendo que há solução para tudo, menos para a morte, como diz a minha mãe. Portanto, no dia em que o "mais-que-tudo" trouxe frango no churrasco para o jantar, discretamente retirei um dos peitos e sabia que ia-lhe dar um bom destino, uma salada bem crocante.

Ingredientes para 2 pessoas:
- 1 peito de frango
- 3 fatias finas de bacon
- 1 alface pequena
- 8 a 10 tomates cereja
- 1 pão chapata rústico
- 2 colheres de sopa de sementes de sésamo 
- 1 colher de chá de manjericão seco
- sal
- pimenta
- azeite

Preparação:
Depois de lavada a alface e o tomate e o peito de frango desfiado, dispõe-se numa travessa. Cortando o tomate ao meio e a alface em pedaços grosseiros com a mão.  Numa frigideira coloca-se o bacon em tiras e deixa-se até ficar crocante. Retira-se e escorre-se em papel absorvente. Na mesma frigideira coloca-se as sementes de sésamo e deixa-se tostar. Acrescenta-se o pão em cubos pequenos, um fio de azeite e salteia-se até ficar bem estaladiço. A meio tempera-se de sal, pimenta e manjericão.  Por fim, basta dispor os restantes ingredientes na travessa e temperar com um vinagrete de sal, vinagre e azeite ou outro molho da vossa preferência. E assim ganhei pontos nesta corrida louca da poupança no mês de Janeiro. Bjs a todos.

15 janeiro 2013

Quiche De Espinafres, Atum E Cogumelos

Está aberta a época oficial da preguiça. Um dia destes dei comigo a pensar, em como estou preguiçosa e só apetece-me cozinhar coisas rápidas. Ainda recordo os almoços requintados que levavam a manhã inteira a preparar. Neste momento, estou noutra fase, e como em tudo na vida, há que aproveitar cada fase no seu melhor. Assim, sobra-me tempo para outras coisas igualmente boas. Esta receita veio da casa da Tia Graça. A massa foi preparada em casa, embora possamos utilizar as massas de compra que muito jeito dão. As quiches são muito versáteis, junta-se uma salada como acompanhamento, uma sopa e já está. Melhor é impossível!

Ingredientes:
Para a massa quebrada*:
- 300g de farinha de trigo sem fermento
- 130g de manteiga
- 70g de água
- 1 colher de café de sal fino
- 1 colher de café de açúcar

Para o recheio:
- 1 lata de cogumelos laminados (185g)
- 1 lata de atum
- uma mão cheia de espinafres
- 3 ovos
- 1 pacote de natas (200ml)
- sal e pimenta

Preparação:
Na bancada da cozinha coloca-se a farinha e faz-se um buraco no meio. Acrescenta-se a água e a manteiga derretida e já arrefecida, o sal e o açúcar. Vai-se misturando do meio para a extremidade. Amassa-se até se despegar das mãos. Se necessário acrescentar um pouco mais de farinha. Polvilha-se a bancada com farinha e com a ajuda de um rolo estende-se massa. Coloca-se a massa numa tarteira de fundo removível, com a ajuda do rolo. Enrolando a massa sobre o rolo e depois desenrolando na tarteira. Para o recheio, basta bater os ovos, acrescentar as natas e misturar bem. De seguida acrescentar os restantes ingredientes e temperar de sal e pimenta. Verter este preparado por cima da massa. Levar ao forno pré-aquecido a 180º aproximadamente 30 minutos. Bjs a todos

* Receita retirada e adaptada do Livro da Bimby.

11 janeiro 2013

Pudim De Coco Com Papaia E Quiwi

Ontem foi dia de sobremesa. Assim, aproveitei o coco ralado que tinha na dispensa e umas frutas a pedirem algo mais doce. Isto a propósito dos meus livros de culinária. Conheço-os tão bem que assim que vi o coco ralado soube exactamente a que livro tirar inspiração.

Ingredientes para 4 pessoas:
- 2 1/2 chávenas de leite
- 1/2 chávena de coco ralado
- 1/2 chávena de açúcar
- 3 colheres de sopa de amido de milho
- 1 pitada de sal fino
- 1 ovo
- 1 colher de café de essência de baunilha
- 1/2 papaia
- 2 quiwis

Preparação:
Coloca-se o leite numa caçarola a ferver. Depois de fervido junta-se o coco ralado, tapa-se e deixa-se a tomar o gosto durante 30 minutos. Coa-se e torna-se a colocar o leite na caçarola. À parte mistura-se o açúcar, o amido de milho, o sal e mistura-se no leite. Acrescenta-se o ovo batido e a essência de baunilha. Liga-se o lume e vai-se mexendo sempre com uma vara de arames até engrossar. Deixa-se arrefecer bem e distribui-se pelas taças alternando com a fruta cortada aos pedaços pequenos. Vai ao frigorífico para refrescar. Bjs a todas/os.

08 janeiro 2013

Salame De Chocolate

E há quanto tempo não fazem salame de chocolate? Pois, e não temos razões para tal desleixo. É fácil, rápido e económico pôr os filhos e os sobrinhos a sorrir. Garanto-vos que farão sucesso. Muito salame a minha mãe fazia e não havia cá dramas. Se as bolachas não chegavam, acrescentava pedacinhos de miolo de pão duro e ficava igualmente bom. Para o tornar gourmet basta acrescentar nozes, passas de uvas, avelãs ou mesmo um cálice do vosso licor ou bebida preferida. Mas eu gosto mesmo, é dele simples.

Ingredientes:
- 400g de bolachas tipo Maria
- 200g de açúcar branco
- 200g de manteiga vegetal 
- 125g de chocolate em pó
- 2 ovos pequenos

Preparação:
Chamem a criançada para fazer o trabalho duro e vá, tudo a partir as bolachas em pedacinhos para dentro de uma tigela grande. Acrescenta-se o chocolate, o açúcar e mistura-se. De seguida os ovos e torna-se a misturar. Por fim a manteiga derretida e arrefecida. Nada de colocar a manteiga quente. Depois é pôr as mãos na massa, envolver muito bem e formar uma bola. Colocar em cima de papel vegetal e ir formando uma espécie de rolo compactando bem. Enrola-se no papel vegetal e vai ao frigorífico até endurecer. Fatiar e voltar a chamar a criançada. Bjs a todas/os.


07 janeiro 2013

Pudim De Abóbora E Coco

Ultimamente apetece-me "descomplicar". Não vale a pena seguir o caminho mais difícil quando a vida até pode ser simples. Para situações de emergência, estes pudins que faço na panela de pressão e havendo tantas variantes possíveis de sabores, estão no top das minhas receitas. Além de os poder transportar na própria forma para todo o lado. E quem é que a sabe toda, quem é?

Ingredientes:
- 500g de abóbora (sem casca e sementes)
- 300g de açúcar
- 50g de margarina
- 50g de coco ralado
- 4 ovos (tamanho L)
- 1 colher de sopa de amido de milho
- 1 colher de café de canela em pó
- caramelo líquido para untar a forma (usei de compra)

Preparação:
Coze-se a abóbora com a canela. Escorre-se e reduz-se a puré. Mistura-se o amido de milho, o açúcar e o coco e verte-se este preparado à abóbora envolvendo bem.  Por fim acrescenta-se os ovos ligeiramente batidos e a margarina derretida e já arrefecida. Mexe-se muito bem e coloca-se numa forma com tampa e  untada com caramelo. Coze-se na panela de pressão com água até meio, aproximadamente 30/35 minutos. Deixa-se arrefecer por completo na própria forma. Serve-se frio. Bjs a todas/os.

04 janeiro 2013

Carapaus Com Tomatada E Carapaus Alimados


Cometi os habituais excessos alimentares em época de festas, fruto de uma consoada, um aniversário e a passagem de ano. Mas o que realmente me faz feliz, são estes mimos alimentares que hoje trago, que me recordam a simplicidade da minha infância e as receitas da minha mãe. E não os troco nem por camarões gigantes. Para o festim estar completo só faltou os carapaus albardados e aí sim, seria um trio perfeito.

Ingredientes:
- 1 kg de carapaus pequenos 
- 1 cebola grande
- 1 folha de louro
- 50ml de vinho branco
- 210g de polpa de tomate
- farinha
- óleo para fritar
- azeite
- sal grosso
- 2 dentes de alho
- vinagre de vinho branco

Preparação:
Arranjei os carapaus retirando as tripas e a cabeça. Dividi em duas partes. 
Carapaus com tomatada - Tempera-se com sal grosso. Passa-se por farinha e frita-se em óleo vegetal bem quente. Coloca-se em papel absorvente. Numa frigideira grande com um fio de azeite refoga-se a cebola com a folha de louro. A meio refresca-se com o vinho branco e acrescenta-se a polpa de tomate e deixa-se apurar bem. Coloca-se em cima dos carapaus. 
Carapaus alimados - Tempera-se com  bastante sal grosso e deixa-se alguns minutos a salgar. Num tacho coloca-se água e quando estiver a ferver, coze-se os carapaus durante cinco minutos. Desliga-se o lume e deixa-se estar uns minutos. Escorre-se e retira-se cuidadosamente a pele. Eu também retiro as espinhas laterais. Tempera-se com alho laminado, vinagre e azeite a gosto. Há tantas outras formas de temperar, mas esta é a que gosto e aprendi com a minha mãe. Dispenso o acompanhamento desde que me conheço como gente. Mas batata cozida e salada fica sempre bem. Para mim basta pão e um copo de vinho. Bjs a todas/os.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...