07 junho 2017

Semifrio de cerejas e vinho do porto

Hoje não sei do que falar, portanto vou falar do que senti ontem no regresso a casa do trabalho, acho que ainda está válido, porque hoje sinto exatamente o mesmo. Lisboa. O assunto é sobre ela. Adoro Lisboa mas sinceramente começo a cansar-me desta barulheira diária de carros, de pessoas, turistas e mais turistas, caos, filas para tudo, etc. Acho que me apetecia arranjar um trabalhinho à beira-mar, perto de onde moro, é que ia ser tão mais feliz. Começo mesmo a ponderar mudanças. Carro, mais dois transportes, mais andar a pé até chegar ao sítio, todos os dias, à ida e à vinda para casa. São mais de duas horas perdidas todos os dias só no caminho. Duas horas que podiam ser tão mais bem aproveitadas. Tenho de pensar bem sobre isto, acho que estou cansada de andar sempre a correr, e eu sou bem rija que não é isto que me mói. O que me mói são outras coisas. A ver vamos.
Agora vamos à receita, uma espécie de semifrio gelado. Gelado porque o levei ao congelador para ficar mais fresquinho. À primeira fatia espreitou uma cereja, nas seguintes muitas mais apareceram. Acho que ficou bom.


Ingredientes:
- 100g de bolachas digestivas
- 30g de manteiga derretida e arrefecida
- 1 trago de vinho do Porto
- 250g de cerejas + algumas para decorar
- 150g de açúcar amarelo
- 50ml de vinho de Porto
- 300ml de natas gordas bem geladas
- 3 folhas de gelatina incolor

Preparação:
Forrar uma forma tipo "bolo inglês" com papel vegetal. 

Triturar as bolachas no robot de cozinha até ficar em migalhas. Juntar a manteiga, o vinho do Porto e mexer para ficar unido. Colocar este preparado na forma e ir calcando bem com as costas de uma colher. Levar ao forno pré-aquecido a 180º alguns minutos até que fique crocante. Deixar arrefecer por completo e reservar no frigorífico.

Descaroçar as cerejas para dentro de um tachinho, juntamente com o açúcar e o vinho do Porto. Levar ao lume e deixar a fervilhar até o açúcar dissolver e criar uma calda a ficar espessa e as cerejas já bem macias. Deixar arrefecer por completo.

Bater as natas até dobrarem de volume. 

Hidratar as folhas de gelatina numa taça com um pouco de água. Escorrer parte da água e levar a gelatina ao microondas alguns segundos até dissolver (ir verificando para que não aqueça demasiado). Mexer até ficar bem dissolvida.

Juntar aos poucos a gelatina às natas e misturar bem. De seguida juntar as cerejas e toda a calda, reservando um pouco da calda para decorar.
Verter este preparado em cima da bolacha, analisar a superfície cuidadosamente, por cima espalhar a calda reservada e com um palito fazer desenhos aleatoriamente. 

Levar ao congelador para solidificar mais depressa. Servir às fatias e decorar com cerejas frescas. Bom apetite!

2 comentários:

  1. Acho que fazes bem, a vida é curta para não a aproveitarmos! E este semifrio é uma boa forma de aproveitar a vida e o que ela nos dá! beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho comido muitos doces, mas dias não são dias. beijocas

      Eliminar

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...