01 abril 2011

Arroz de Pato


Bem que  poderia chamar-se Arroz de Pato "À Preguiçosa", mas o que é certo é que a simplicidade das coisas marcam a diferença. Para quê estragar um arroz de pato, quando  por si só o pato já é bom. Não há cebolas, alhos, azeite, refogados e outras complicações.

Para 6/8 pessoas:
- 1 pato com os miúdos
- 350g de arroz agulha extra branqueado (+- 1 almoçadeira)
- 3 "almoçadeiras" caldo do pato
- 1 fatia de bacon com 1,5cm de espessura
- 1 chouriço de carne (usei 1 tradicional da guarda)
- 1 colher de chá de sal

Confecção:
Coze-se o pato numa panela de pressão, quando levantar fervura, baixa-se o lume e coze mais uns 15m. Mesmo que não fique bem cozido à primeira, podemos sempre voltar a po-lo na panela de pressão. Desfia-se e corta-se aos cubinhos os "miúdos" também (fígado, coração e moelas), reserva-se. Num tacho à parte, é só colocar o caldo da cozedura do pato, convém passar num coador, o bacon  e metade do chouriço aos cubinhos, ligar o lume e colocar o arroz e o pato (sempre coze mais um pouco e fica mais macio), quando começar a ferver, baixa-se o lume e mais uns 10m sensivelmente estará cozido.
Depois  numa travessa apropriada coloca-se e efeita-se com o restante chouriço às rodelas e vai ao forno a 180º aproximadamente 20m. Quem gosta do arroz mais estaladiço, deixa-se mais tempo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentem e critiquem à vontade. Estou aqui para partilhar e também para aprender. Apenas não serão publicados comentários sem serem assinados e desprovidos de sentido.

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...